Árbitros do futebol português entram em greve e ameaçam paralisar campeonato

Quase todos os árbitros portugueses aderiram a uma greve e já disseram que não irão apitar as partidas da décima rodada do Campeonato Português, nos próximas dias 6 e 7 de novembro. Eles reivindicam melhores condições de trabalho. Em entrevista ao jornal português “Record”, Luís Guilherme, presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF), explicou:

– É verdade que a adesão está sendo muito grande. Os árbitros de primeira categoria, na sua quase totalidade, já informaram a Liga sobre a sua indisponibilidade em dirigir jogos a 6 e 7 de novembro. Mas também os juízes dos outros escalões estão a fazê-lo em grande número junto da FPF. 90% dos juízes já anunciaram que não estão disponíveis para dirigir jogos nesse fim-de-semana.

A situação, que também afeta o handebol português, preocupa. Tanto que Luis Guilherme levantou uma hipótese que parece absurda: torcedores apitarem os jogos.

– Terão de ser encontrados na assistência (torcida) e, de acordo com os dois delegados, serão escolhidos três (espectadores) para dirigir os jogos. Esse é um procedimento banal no nível dos (campeonatos) distritais e acontece todos os domingos em dezenas de jogos – declarou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *