Pistoleiro que matou Senador foge da cadeia de Santarém

Perigoso pistoleiro “Bin Laden” está sendo caçado pela Polícia

O assaltante Wagner Castro Pontes, conhecido como “Bin Laden” continua sendo procurado pela Polícia Civil. Ele estava preso na Penitenciária Silvio Hall de Moura desde fevereiro do ano passado, juntamente com o comparsa Carlos Leonor de Macedo, o “Perneta”, acusados de envolvimento no assassinato do senador Olavo Pires, que aconteceu no dia 16 de outubro de 1990, em Rondônia.
“Bin Laden” após ser transferido para o regime semi-aberto fugiu no início desta semana do Presídio de Cucurunã. Já “Perneta” ainda está cumprindo pena em Santarém.
Segundo o delegado Jamil Casseb, o Serviço de Inteligência da Polícia Civil está fazendo várias diligências à procura de Wagner Pontes, considerado assaltante de alta periculosidade. O delegado lembra que “Perneta” e “Bin-Laden” foram presos durante uma perseguição policial em Santarém. Eles faziam parte de uma quadrilha de assaltantes de bancos que tinha ramificações em vários estados do Norte e Sudeste do País.
ASSASSINATO DO SENADOR – De acordo com a Polícia Civil, o crime cometido por “Bin Laden” e “Perneta” em 1990 em Rondônia, aconteceu em frente à revendedora de máquinas pesadas, de propriedade do político, localizada na Avenida Jorge Teixeira, na região central de Porto Velho. Após fugirem para Santarém, a quadrilha usava uma casa alugada, na Avenida Castelo Branco, no bairro do Livramento, onde funcionava a base logística do bando que dava suporte às atividades da quadrilha em toda região.
Durante a prisão dos dois assassinos, os policiais apreenderam vários aparelhos celulares e quatro veículos, além de duas pistolas de calibre 9mm e munições.
A Polícia de todo o Pará está à procura de assassino do Senador, que é bastante perigoso.

Por: Manoel Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *