O pior campeão da era dos pontos corridos

Titular e destaque do Flamengo na conquista do hexa, Pet não brilhou nesta temporada (Foto: AE)

Tão improvável quanto a arrancada na reta final do Campeonato Brasileiro do ano passado é a campanha do Flamengo na edição de 2010. O desempenho é desanimador, e o Rubro-Negro chega às últimas rodadas sob a ameaça de rebaixamento. O jogo contra o Guarani, neste sábado, no Engenhão, ganhou contexto decisivo. No Ninho do Urubu, o clima é de vencer ou vencer. O time de Vanderlei Luxemburgo é o 14º colocado, com 40 pontos, três à frente do Bugre, o 18º. A três rodadas do fim, a campanha aponta oito vitórias, 16 empates e 11 derrotas. O aproveitamento do Fla é de 38%, o pior de um campeão na era dos pontos corridos. Em 2009, o número foi 59%, com 19 vitórias, dez empates e nove derrotas. Resultado: hexacampeão.

Entretanto, o Fla ainda pode melhorar o seu rendimento. Se vencer as três últimas partidas (Guarani, Cruzeiro e Santos), por exemplo, terminará a campanha com 49 pontos e 43% de aproveitamento. O índice seria superior ao do Cruzeiro de 2004. 

ANO CAMPEÃO POSIÇÃO NO ANO SEGUINTE APROVEITAMENTO NO ANO SEGUINTE
1971 Atlético-MG 11º 49%
1972 Palmeiras 64%
1973 Palmeiras 11º 54%
1974 Vasco 20º 59%
1975 Inter 84%
1976 Inter 25º 61%
1977 São Paulo 19º 49%
1978 Guarani 16º 44%
1979 Inter 66%
1980 Flamengo 59%
1981 Grêmio 58%
1982 Flamengo 72%
1983 Flamengo 60%
1984 Fluminense 22º 46%
1985 Coritiba 44º 20%
1986 São Paulo 53%
1987 Sport/Flamengo 6º/7º 54%/49%
1988 Bahia 18º 35%
1989 Vasco 12º 37%
1990 Corinthians 56%
1991 São Paulo 49%
1992 Flamengo 43%
1993 Palmeiras 70%
1994 Palmeiras 65%
1995 Botafogo 17º 40%
1996 Grêmio 15º 41%
1997 Vasco 10º 49%
1998 Corinthians 67%
1999 Corinthians 28º 22%
2000 Vasco 11º 48%
2001 Atlético-PR 14º 45%
2002 Santos 63%
2003 Cruzeiro 13º 40%
2004 Santos 10º 47%
2005 Corinthians 46%
2006 São Paulo 67%
2007 São Paulo 66%
2008 São Paulo 57%
2009 Flamengo 14º (até a 35ª rodada) 38% (até a 35ª rodada)

 

Por Richard Souza Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *