“Valsa santarena” será tocada no 48º Festival Villa-Lobos

A “Valsa Santarena nº 88” (Quinteto de Sopros e Piano), de autoria do compositor e magistrado paraense Vicente Malheiros da Fonseca, será tocada, em primeira audição, pelo “Sexteto de 7”, no 48º Festival Villa-Lobos, que se realiza no período de 12 a 28 de novembro de 2010, na Sala Villa-Lobos, no Rio de Janeiro (RJ). O “Sexteto de 7”, que se apresenta no dia 28 de novembro, às 18h, na Série “Jovens Cameristas”, no Museu Villa-Lobos (Rua Sorocaba, 200 – Botafogo – Rio de Janeiro), é integrado por Jonathan Miranda (flauta), Moisés Pena (oboé), Herson Amorim (clarinete), Sóstenes Siqueira (trompa), Paulo Porto (fagote), Adriana Azulay e Humberto Azulay (piano), todos paraenses, salvo o flautista (mineiro). Criado em 1961, o Festival Villa-Lobos promove a obra de Villa-Lobos e de outros compositores brasileiros através de concertos sinfônicos, de câmera e de espetáculos de música popular e dança.

Fonte: Ércio Bemerguy

Um comentário em ““Valsa santarena” será tocada no 48º Festival Villa-Lobos

  • 7 de dezembro de 2010 em 00:25
    Permalink

    É Santarém exportando cultura. A terrinha sempre manda, além das riquezas naturais, temos valores tão grandes nos demais aspectos.

    Resposta
  • 20 de novembro de 2010 em 17:21
    Permalink

    Obrigado pela notícia.

    E viva a nossa querida Santarém!

    Veja outras informações abaixo:

    Sexteto de 7 no Festival Villa-Lobos 2010

    No período de 12 a 28 de novembro acontece no Rio de Janeiro o 48º Festival Villa-Lobos, evento de maior tradição no circuito musical brasileiro. O festival propõe a divulgação da obra de Villa-Lobos como também de outros compositores. Composto de concertos de música sinfônica, de câmara e espetáculos de música popular, o festival é uma excelente oportunidade do público conhecer e apreciar a rica produção musical brasileira. Serão 60 apresentações divididas nos cinco locais onde o festival acontecerá: Museu Villa-Lobos, Espaço Tom Jobim, Jardim Botânico, Centro Cultural Santa Cruz e Casas Casadas. Entre os diversos artistas residentes, o Sexteto de 7 se apresenta no dia 28 no encerramento do festival.

    O grupo tem recebido importante destaque no cenário musical desde a sua fundação em dezembro de 2009. Com pouco menos de 1 ano de formação, realizou apresentações na Sala Ettore Bosio da Fundação Carlos Gomes em Belém-PA. Recentemente se apresentou 34º Enarte – Encontro de Arte – da Universidade Federal do Pará e no XX Congresso da ANPPOM (Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música) em Florianópolis.

    Entre as peças a serem executadas no festival, destaque para a Valsa Santarena No. 88 para quinteto de sopros e piano do compositor paraense Vicente Fonseca, peça dedicada ao grupo.

    Expediente:

    Concerto de Música de Câmara – Sexteto de 7

    Flauta – Jonathan Miranda

    Oboé – Moisés Pena

    Clarinete – Herson Amorim

    Fagote – Paulo Porto

    Trompa – Sóstenes Siqueira

    Pianos – Adriana e Humberto Azulay

    Programa:

    Francisco Mignone – Seis Prelúdios e Um Enigma

    Radamés Gnattali – Sonatina a 6

    Villa-Lobos – Choros No. 2 para flauta e clarinete

    Vicente Fonseca – Valsa Santarena No. 88

    Albert Roussel – Divertissement

    Jean Françaix – L’heure du Berger

    Local: Museu Villa-Lobos (Rua Sorocaba, 200 – Botafogo) Tel.: (21) 2286-3097

    Hora: 18h

    ENTRADA FRANCA

    Link do Festival: http://www.fvl.art.br/

    Confira: http://www.rioecultura.com.br/materias/materia.asp?materia_cod=190

    Veja também: http://moisespena.blogspot.com/2010/11/sexteto-de-7-no-festival-villa-lobos.html

    Abraços mocorongos,

    Vicente Malheiros da Fonseca
    http://www.trt8.jus.br/juiz/juizes_togados.asp

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *