AVEIRO ENTRA COM CONTESTAÇÃO ADMINISTRATIVA CONTRA IBGE

Coordenadores do IBGE no Município de Aveiro
Coordenadores do IBGE no Município de Aveiro

Qual seria de fato o parâmetro técnico que leva os técnicos do IBGE a não considerarem a sua margem de erros no processo do recenseamento? Como cada Município tem suas peculiaridades, cada questionamento busca uma resposta plausível para que a população não venha ser penalizada.

Se a partir de 2005 Aveiro passou a retomar seu desenvolvimento com investimentos na saúde, educação, agricultura e em diversos outros setores, qual a razão para a acentuada queda no número de sua população?

Nesse sentido, a Prefeitura, através de sua Assessoria Jurídica (Emanuel Bentes e Vanilsa Reis), Secretário de Administração Finanças e Planejamento – vereador licenciado Aloizio Souza, mobilizaram por determinação do prefeito Manoel Pereira, todas as secretarias do Município com levantamento de dados estatísticos da população.

De acordo com Aloízio Souza, todos os indicadores sociais de Aveiro nos últimos anos mostram crescimento populacional, sendo que esses números foram divulgados pelo próprio IBGE. Se em 1980 eram 12.745, em 2000 foi para 15.518 e em 2007 passou para 18.830, como em 2010 foi possível o índice de crescimento da população voltar para 15.261?. Questiona o Prefeito, que não concorda com a divulgação oficial do censo feito no dia 04 deste mês.

Segundo o secretário de administração Aloízio Souza, nos últimos anos Aveiro promoveu consideráveis investimentos em sua infraestrutura nas estradas, ganhou eletrificação rural nas comunidades, mecanização agrícola, inclusão digital, passou a receber empresas do setor de mineração no Município e ao contrário dos governos passados, mantêm o pagamento de fornecedores e funcionários em dia. Houve um acentuado crescimento com a organização das Associações de Produtores Rurais, Cooperativas Agrícolas, enfim, inúmeros fatores que não justificariam a saída de mais de duas mil pessoas conforme tenta justificar o IBGE na conclusão do seu censo 2010.

FAMEP VAI AJUDAR AVEIRO – A Federação das Associações de Municípios do Estado do Pará (FAMEP) está se propondo a dar apoio aos municípios prejudicados com a contagem do censo 2010, para que o IBGE possa rever a contagem de Aveiro, já que uma queda nas receitas do Município traria graves conseqüências e a redução no FPM pode representar perdas significativas em seu orçamento, um prejuízo imenso pelo fato de Aveiro depender financeiramente apenas de repasses do FPM.

59 municípios tiveram sua população reduzida, desses municípios 12 correm o risco de perder pontuação no FPM, dentre eles Aveiro, que será também beneficiado com uma ação cautelar que será feita pela Famep a favor dos municípios.

No dia 24 deste mês Aveiro enviou ao chefe da Unidade Estadual do IBGE em Belém, Dr. Antônio José Souza Biffi, uma contestação administrativa contendo  mais de cem páginas anexando provas documentais quanto aos possíveis erros do IBGE, inclusive indicando comunidades que comprovadamente não foram visitadas pelos agentes censitários, onde é citada a comunidade Nova Integração, na região do Mamurú.

Deixe seu comentário aqui: