Deputados debatem causas da pedofilia em Altamira

A Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa promoveu, neste final de semana (03 e 04/12), na região da Transamazônica, um Seminário para orientar conselheiros tutelares, professores, diretores de escola, agentes comunitários de Saúde e outros atores sociais a como agir nos casos relacionados à violência sexual contra crianças e adolescentes. O evento foi coordenado pelo presidente da Comissão, deputado estadual, Arnaldo Jordy (PPS) e realizado no Centro de Formação Betânia, no município de Altamira.  “A sociedade tem que estar preparada para combater esse mal, que somente no Pará fez cerca de 100 mil vítimas em cinco anos”, ressaltou o parlamentar, ex-relator da Comissão Parlamentar de Inquérito da Alepa que apurou crimes de abuso sexual contra menores no Estado.

A realização do Seminário teve a parceria da Associação de Conselheiros e Ex-Conselheiros Tutelares, Comissão de Justiça e Paz da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e Ordem dos Advogados do Brasil/Secção Pa. No primeiro dia do evento foi feita uma Conferência Magna e, em seguida, painéis de debate com os temas “O sistema de justiça criminal e a nova lei de crimes sexuais” e o “Atendimento às vitimas de violência sexual na rede de serviços”. No sábado, os temas em debate foram “Conselho Tutelar e a Escola: identificação e encaminhamento de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual” e “O papel do sistema único de saúde e da sociedade civil na identificação e cuidado de crianças e adolescente vítimas de violência sexual”. Na semana passada, evento semelhante foi realizado em Marabá, Sudeste do Estado. No próximo final de semana, a Comissão de Direitos Humanos realiza o encontro em Santarém, no Oeste Paraense.

fonte: Tânia Monteiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *