Deficiente é encontrado morto no lixão

Na madrugada de ontem (15), peritos criminais de Marabá foram acionados para mais um levantamento de local de crime. Ao chegarem, constataram que a vítima não tinha a menor condição de se defender, pelo simples fato de não ter um dos membros inferiores: a perna direita. João Batista Morais, 32 anos, costumava perambular pelas ruas de Marabá, e segundo fontes, era usuário de drogas. A morte pode ter alguma ligação com o tráfico de drogas. Somente investigação mais apurada irá definir o que, de fato, aconteceu.

O corpo foi encontrado às margens da rodovia Transamazônica, às proximidades de um motel, sentido Vila São José. O local serve de depósito de lixo clandestino e em outras ocasiões já serviu para desova de corpos.

João levou um tiro na cabeça, cujo projétil transfixou.

Diário do Pará

Deixe seu comentário aqui: