Venda de veículo bate recorde em novembro

(Foto: Divulgação)

O setor automobilístico do Pará bateu recorde de vendas de veículos no mês de novembro. É o que aponta o balanço das vendas de veículos novos de novembro, divulgado pelo Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Pará e Amapá (Sincodiv PA/AP) – válido para carros, comerciais leves, motos, ônibus e caminhões. O levantamento aponta um crescimento de 31,65% nas vendas, quando comparado ao desempenho obtido no mês de outubro. Foram emplacados 12.041 veículos em todo o estado, o melhor resultado do ano. No acumulado de janeiro a novembro, as concessionárias do estado já venderam 104.800 unidades.

Segundo o presidente do Sincodiv, Ronaldo Mendes, o crescimento do setor acompanha a tendência nacional, fomentado pelo salário extra dos trabalhadores. “Acreditamos que 13° salário é um dos fatores provocadores do aumento nas vendas de veículos em novembro. Por isso, nossas expectativas para dezembro são as melhores. Os associados do Sincodiv estão elaborando estratégias para facilitar o acesso dos clientes a um veículo zero quilômetro”, destaca.

NÚMEROS – Em novembro, todos os setores tiveram aumento nas vendas. No setor de motocicletas foram comercializadas 6.416 unidades, 1.499 a mais que outubro. As marcas mais vendidas foram Honda (81,28%), Yamaha (11,91%) e JTA/Suzuki (2,9%). No acumulado de janeiro a novembro, já foram vendidas 57.317 motos em todo o Pará.

Para os carros e comerciais leves, as vendas aumentaram 33,3%, quando comparadas a outubro. Foram vendidos 5.268 automóveis, com destaque para as marcas GM/Chevrolet (23,41%), Fiat (21, 92%) e Volkswagen (21,85%). De janeiro a novembro, foram emplacados 44.613 carros.

No setor de caminhões e ônibus, os resultados também foram positivos, com a venda de 357 unidades, resultando em 2.870 emplacamentos em 2010, considerando-se o período de janeiro a novembro. As marcas mais vendidas foram Volkswagen (39,5%) Mercedes Benz (24,65%), e Ford (11,48%). (Ascom Sincodiv)

Diário online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *