Centro e comunidades de Juruti recebem noções de educação e segurança

Há um ano, noções de segurança não saem mais do cotidiano dos jurutienses. Desde que foram implantados no município, em Agosto de 2009, os Programas “Espia o Trem” e “Vou passando pelo Rio” já envolveram mais de 12.200 pessoas, entre adultos e crianças, em atividades que promovem a construção de novos valores e atitudes no que diz respeito ao tráfego ferroviário e hidroviário local.

Os Programas de Segurança e Educação do Trem e do Navio percorrem as localidades e escolas de Juruti propagando valores importantes como segurança e cidadania, a partir da participação das pessoas no enfrentamento dessas questões e da construção de uma sociedade sustentável. “A ideia é levar dicas de segurança e desenvolver ações integradas de conscientização para mudança de atitudes em relação à convivência com o trem e o navio de grande porte”, explica Marcia Marques, coordenadora dos Programas.

Até hoje, as iniciativas já alcançaram 32 comunidades, 32 escolas urbanas, 24 escolas do interior e 12 associações e sindicatos. No total, cerca de 220 professores da região também já participaram. Marcia esclarece ainda que a participação das comunidades consiste na divulgação de boas práticas de segurança e no desenvolvimento da cidadania. “A intenção é que as atitudes sejam traduzidas em ações diárias em que cada pessoa se sinta um agente do desenvolvimento sustentável”, diz.

As atividades são realizadas em dois eixos. O cultural utiliza intervenções teatrais, contação de histórias e exibição de filmes para um convívio seguro de todos os públicos que se relacionam com a ferrovia e hidrovia. O pedagógico trabalha com treinamentos e qualificação de professores em escolas e associações do município para conscientizar a comunidade. “Espia o Trem” e “Vou passando pelo Rio” são programas realizados pela Alcoa, em parceria com a instituição Terra Meio Ambiente. A meta é capacitar até Janeiro de 2011 aproximadamente 500 líderes de associações de Juruti para torná-los multiplicadores.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *