Cobras e escorpiões atacam moradores do Eixo Forte

Especialistas afirmam que o veneno é o grande mal dos escorpiões

Preocupados com a presença de animais peçonhentos dentro de residências, moradores das comunidades do Eixo Forte, localizado na rodovia Everaldo Martins (Estrada de Alter do Chão) afirmam que estão temerosos com ataques de cobras e escorpiões que estão acontecendo com freqüência naquela região.

Na tarde do último sábado, 18, a doméstica Maria Lúcia Santos de Sousa, de 53 anos, foi vítima da ferroada de um escorpião. Ela foi socorrida pelo próprio esposo, o agricultor Pedro Félix de Sousa e conduzida para o Pronto Socorro Municipal (PSM), onde se encontra internada.

O fato aconteceu na Comunidade de Vila Nova, distante 20 quilômetros do centro de Santarém. De acordo com Pedro Félix, um vizinho seu que tem carro ajudou a transportar sua esposa até o PSM, no centro de Santarém. Ele garante que outros casos de acidentes envolvendo animais peçonhentos já aconteceram naquela área.

CONSEQUÊNCIAS – Especialistas afirmam que o veneno é o grande mal dos escorpiões, que pode ser tóxico em maior ou menor grau aos homens, dependendo da espécie. De acordos com biólogos, as espécies que causam acidentes graves, consideradas perigosas, não passam de 25 dentro de um grupo de mais de 1.500. Além disso, dessas 25, apenas cinco são encontradas no Brasil. Os escorpiões possuem duas glândulas de veneno, uma de cada lado do telson, que é o último segmento do pós-abdome (a chamada “cauda”). Após uma picada, o veneno do aracnídeo intoxica a vítima.

Por: Manoel Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *