Helenilson: “Nosso governo será de todos, não de uma minoria”

Helenilson Pontes tem o compromisso de governar o Estado junto com Jatene

Com esta declaração, o Vice-governador eleito na chapa de Simão Robson Jatene, o santareno Helenilson Pontes, prometeu também reverter uma dura realidade. “Não podemos mais viver com esta lógica paradoxal, da pobreza extrema de muitos e riqueza de alguns”. Confira esta e outras declarações, inclusive a favor do plebiscito sobre a criação do Estado sustentável do Tapajós, feitas pelo advogado tributarista e Vice-governador, com exclusividade ao jornal O Impacto.
Sobre a indicação à Secretaria da Fazenda Estadual – O vice-govenador Helenilson Pontes disse que “devo esclarecer que fui eleito para ser Vice-governador do Estado do Pará. Nessa condição, tenho a função de coordenar todas as secretarias estaduais. Então, a minha função é maior do que apenas uma Secretaria de Fazenda. Nós temos responsabilidade de conhecer e governar todas as secretarias. Não está no meu objetivo, nem do governador Simão Jatene, diminuir a condição do vice, mas sim dar estatura e dignidade ao cargo, que tem o compromisso de governar o estado do Pará junto com Simão Jatene. Estou a serviço do governador Jatene e juntos temos a responsabilidade comum com um milhão e oitocentas mil pessoas que votaram em nós nas últimas eleições. É nesta direção que vamos atuar nos próximos quatro anos”, afirmou.
O Governador eleito Simão Jatene estabeleceu algum tipo de meta de investimentos para a região Oeste do Pará, especialmente Santarém, para que saia do marasmo econômico em que se encontra atualmente? Helnilson respondeu: “A primeira missão que nós temos, é conhecer os números que mostram a situação em que se encontra o estado do Pará. Seria leviano, até irresponsável neste momento, fazer promessas vãs e não honrar compromissos que temos com a população. Nós estamos ainda em um processo de conhecer os números, de afirmação e definição de metas”.
Área de Livre Comércio – Durante a campanha nós tivemos alguns compromissos institucionais, um deles foi a criação da Área de Livre Comércio para Santarém, que foi um compromisso assumido pelo governador Jatene, a pedido de lideranças da região. Uma decisão do Governo Federal, do Congresso Nacional, uma pauta que foi assumida durante a campanha. De resto, um programa de investimentos de atuação das secretarias de Estado, só pode ser realizado e definido depois que conhecermos os números. Acreditamos que até março de 2011, possamos ter um quadro razoável para ser apresentado à sociedade santarena e paraense, dando a conhecer inclusive as metas e desafios que vamos enfrentar nos próximos quatro anos.
O Estado do Tapajós – “Digo que o estado do Tapajós foi discutido inclusive durante a campanha para o governo. O Plebiscito é uma garantia constitucional, a República Brasileira está definida na Constituição, que assegura a participação democrática do povo, via plebiscito, o que não é escolha política de nenhum governante, mas do Poder Constituinte, da nossa Constituição Federal. A participação democrática, seja via plebiscito, referendo ou eleições, é uma garantia constitucional, então, nós (eu e o governador Simão Jatene) temos que nos comportar dentro dos limites constitucionais, que é decidir pelo plebiscito, nos comportar como magistrados e respeitar a decisão do povo do Pará. Se for pela divisão, temos que implementar a decisão do povo”, falou.
Qual sua mensagem de esperança ao povo santareno e paraense que confia no senhor e no governador Simão Jatene – O importante não é onde você chega, mas o que você faz durante o caminho. Eu quero apenas trilhar um caminho bom, cumprir com dignidade e respeito a função que recebi do povo e do estado do Pará. O futuro cabe a Deus decidir. Eu quero apenas cumprir minha função com dignidade e respeito. Protagonismo é um julgamento que cabe ao futuro fazer. Poder ajudar as pessoas, não apenas em Santarém e no Oeste, mas em todo o estado do Pará.

Por: Carlos Cruz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *