Condenados 5 delegados por deixar menina em prisão masculina em Abaetetuba (PA)

A Justiça do Pará condenou a quatro anos de prisão cinco delegados que cuidavam da carceragem de Abaetetuba (PA), local em que uma adolescente de 15 anos ficou 26 dias presa com homens, e sofreu espancamentos e estupros diversas vezes. Os condenados são Flávia Verônica Monteiro, Antônio da Cunha, Rodolfo Gonçalves, Celso Cordovil da Silva e Daniele Bentes. Todos poderão recorrer em liberdade. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

O caso ocorreu em 2007. A delegada que estava de plantão quando a menor foi presa, Flávia Verônica Monteiro, recebeu uma sentença de cinco anos. Mais tarde, a adolescente e sua família foram colocadas em um programa de proteção a testemunhas. Mas, conforme reportagem do jornal em agosto, ela voltou a fugir, furtar e se tornou usuária de crack. Em abril, a juíza que cuidava do caso foi punida com a aposentadoria compulsória, mas nega ter cometido irregularidades. Para o vice-presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Pará, Ione Coelho, nenhum dos delegados sabia que ela estava numa cela masculina. Com exceção de Bentes, todos os outros delegados já haviam sido demitidos.

Redação terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *