Pará ainda lidera desmatamento na Amazônia

Rastro de destruição

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) detectou 836,7 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal em setembro e outubro de 2010. A área equivale a cerca de 523 vezes o tamanho do Parque Ibirapuera, em São Paulo, ou a 21 vezes o Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Se comparado ao mesmo período do ano passado, quando o sistema registrou 575,5 quilômetros quadrados de devastação, o desmatamento na região aumentou 45,4%. Segundo os novos dados do Inpe apontam, também, que a detectada em setembro e outubro de 2010 é maior do que a registrada em agosto, de 265,1 quilômetros quadrados.

O Estado que apresentou maior área de desmatamento registrado em setembro e outubro foi o Pará, com 334,2 quilômetros quadrados. Rondônia aparece como o segundo mais desmatado, com 154,4, seguido por Mato Grosso (130,6), Amazonas (119,8), Maranhão (44,1), Acre (41,1), Roraima (5,6), Tocantins (5,3) e Amapá (0,5).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *