Hora de fechar a boca e suar para perder o peso acumulado durante as festas

A pessoa deve conciliar a alimentação balanceada com exercícios

O ano de 2011 mal começou e muitos já estão buscando superar prejuízo calórico que trouxe o último mês do ano de 2010. Os excessos alimentares cometidos durante as festas de final de ano não poderiam trazer outro resultado senão os quilos extras. Para se recuperar dos exageros e voltar à normalidade de forma saudável, não é preciso fazer nenhuma loucura. Basta voltar a ter uma alimentação balanceada – evitando o excesso de gordura e açúcar – e praticar alguma atividade física, é o que aconselha a nutricionista Amanda Barros. Especialistas ainda alertam que dietas milagrosas e horas de exercícios não são sinônimos de uma perda de peso saudável, que varia de três a quatro quilos por mês.

A nutricionista aconselha que se façam seis refeições diárias, além de beber muita água. É indicado, também, comer a cada três horas, fazendo pequenos lanches nos grandes intervalos. “Assim, ajuda a acelerar o metabolismo da pessoa e evita que ela fique com muita fome nas grandes refeições, como o almoço”, explica. Já a água repõe os líquidos perdidos pelo organismo, mantendo o corpo hidratado, e ajuda no funcionamento do rim.

Para uma alimentação balanceada, o café da manhã pode ser composto por uma xícara de café com leite desnatado ou um copo de suco sem açúcar, uma fonte de carboidrato – como pão ou torrada – com requeijão light ou queijo branco, e uma fruta. “A fonte de carboidrato pode ser, de preferência, um produto integral, que possui mais fibras e, portanto, dá mais saciedade”, aconselha a nutricionista. O prato do almoço deve ser montado com uma fonte de carboidrato (arroz, macarrão ou batata), uma fonte de proteína (carne, frango ou peixe), uma fonte de leguminosas (lentilha, feijão ou grão de bico) e muita salada. Na sobremesa é aconselhável a ingestão de frutas e não de doces. O cardápio deve variar a cada dia, alternando a carne vermelha com a branca ao longo da semana. Além disso, deve-se evitar o excesso de gordura, carboidrato e açúcar. “A quantidade adequada de cada refeição varia para cada pessoa. Deve-se ingerir muitas frutas, verduras e legumes, que são muito nutritivos e pouco calóricos. É aconselhável que se comece a refeição pela salada para saciar mais rápido”, diz a nutricionista.

Para o resultado ser eficiente, a pessoa deve conciliar a alimentação balanceada com exercícios. Segundo a preparadora física Hellen Miranda, a atividade aeróbica é a mais indicada por proporcionar uma maior queima de gordura, conciliando, se possível, com a musculação. “É indicado que a pessoa se exercite cinco vezes na semana, durante uma hora e meia. Se for caminhada, três vezes na semana por 40 minutos”, afirma. E não adianta voltar à rotina pegando pesado na atividade física. Ao invés da pessoa perder gordura, ela pode perder massa magra, prejudicando, assim, a saúde, além de gerar cansaço e fadiga muscular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *