Curuá completou 15 anos de elevação à categoria de cidade

Palácio Curuá – Sede da Prefeitura Municipal – Pça. Três Poderes

Através do Decreto Estadual de nº 5.924, do dia 03 de dezembro de 1995, a então Vila Curuá foi elevada à categoria de cidade, com a denominação de município de Curuá. Assim sendo, seu desmembramento definitivo do município de Alenquer deu-se no dia 28.12.1995, sendo que sua instalação realizou-se no dia 10.01.1997.
Nos dias atuais, o jovem e promissor Município faz a sua História Política, com apenas 03 Prefeitos Constitucionais, sendo o primeiro: José Vieira de Castro com um mandato de 4 anos, iniciando em 1997 até 2000. O Segundo, José Antonio Fausto da Silva, com 02 mandatos governados por 08 anos, isto é de 2001 a 2008 e, o terceiro Raimundo Reis Barbosa Ribeiro eleito para governar de 2009 a 2012.
Indiscutivelmente, Curuá é um dos municípios que mais cresce na Região Oeste do Pará. De acordo com o último Censo Demográfico de 2010, constata-se uma população de 12.183 habitantes, com distribuições na zona urbana de 5.863 e na zona rural 6.320.
Por ser um Município em que os gestores são exímios trabalhadores, responsáveis, competentes e probos, priorizaram o desenvolvimento com 70% das ruas pavimentadas. Ademais, os respectivos gestores infra-estruturaram a cidade com a construção de casa populares, com saneamento básico, construção de diversos micros sistemas de abastecimento de água e etc.
Nas áreas de saúde e educação, Curuá é um referencial no Estado do Pará. No ponto de vista econômico, suas principais fontes de renda são voltadas para o comércio, agricultura, pecuária, pesca, extrativismo, turismo e cultura, por possuir exuberantes fontes de belezas naturais. Assim sendo, apesar de ser o Município caçula da região, possui uma população alegre, com alta estima e hospitalidade, valores esses que maravilham os visitantes a imensidão da indescritível Amazônia.

Por: Hemenegildo Garcia / Fone:  (93) 9143-3908 / e-mail: rhgarcia2008@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *