Pará registra fuga de 120 presos liberados no fim de ano

Segundo a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe), dos 786 presos que deixaram o Sistema Penitenciário do Pará para a saída temporária de Natal e Ano Novo, em 2010, 127 (16%) não retornaram às prisões. O balanço contabiliza detentos da capital e do interior do estado.

De 786 presos, 127 (16%) não retornaram às prisões

os presos que não retornaram são considerados foragidos e a ação pode ser punida com a regressão de regime de pena, afirma a Susipe. Os detentos foragidos são procurados por autoridades policiais locais.

Os presos da Região Metropolitana de Belém saíram para a licença no dia 25 de dezembro, com retorno marcado para 1° de janeiro. Já os internos do interior foram liberados no dia 24 de dezembro e, dependendo do juiz de cada comarca, tinham o retorno marcado para os dias 2, 3 ou 4 de janeiro.

Índice elevado

Desde o ano de 2008, segundo a Susipe, esse foi o maior índice de fuga já registrado. Em 2008, dos 801presos que obtiveram o benefício da saída temporária, 101 (12%) não retornaram. Em 2009, o índice foi de 9%: dos 826 detentos que deixaram o sistema penitenciário: 81 não voltaram. A Susipe avalia a possibilidade de, nos próximos anos, realizar o monitoramento dos presos por meio do uso de tornozeleiras ou pulseiras eletrônicas.

Com informações de Portal Amazônia

notapajos.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *