Superlotação nos cemitérios preocupa autoridades de Santarém

Cemitérios estão sem condições de enterrar mortos

Os cemitérios Nossa Senhora dos Mártires e São João Batista, localizados no centro da cidade, estão superlotados. Não existe mais condições de aumentar o número de sepulturas, por falta de espaço. Somente quem possui os chamados jazigos perpétuos é que pode utilizar o espaço para sepultar seus entes queridos queridos que passaram desta prá melhor.

O problema que surgiu alguns anos, e que nos dias de hoje se agrava, evoluiu por conta de administrações de prefeitos anteriores que não tiveram a preocupação em aumentar o espaço para abrigar os mortos, ou pelo menos tentar construir um novo cemitério. Se houvesse a iniciativa de algum empresário em construir um cemitério parque, a exemplo dos muitos que existem nas grandes capitais, com certeza este problema de não ter lugar para enterrar os mortos,  estaria solucionado.

O problema da superlotação preocupa autoridades municipais e o chefe da Divisão Municipal, que coordena os cemitérios de Santarém, Gilmar Santos, confirma: “Os cemitérios centrais estão com seus espaços totalmente tomados e os sepultamentos que são feitos, são realizados por pessoas que já possuem seus mausoléus, seus jazigos”, falou. Gilmar explicou que: “Quem pelo menos pensar em adquirir terras para aumentar o espaço das sepulturas, infelizmente não vai mais encontrar”, citou.

Solução não existe, só alternativas – Gilmar Santos explicou que as alternativas para quem quiser enterrar seus mortos e que não possuem sepultura perpétua nos campos santos do centro da cidade, são cemitérios comunitários, a exemplo dos localizados nas comunidades rurais do  Mararú, São Braz e São José, situados no entorno da cidade. Com a interdição do cemitério do  Cambuquira, por órgãos que cuidam do meio ambiente, a situação se agrava, sem condições de solução. Bem que algum empresário poderia pensar na  construção de um cemitério parque. Nos locais onde foram feitos, seus proprietários estão colhendo lucros, enquanto os parentes do mortos usufruem de conforto e infra estrutura adequada para velar e chorar seus entes queridos.

Por: Carlos Cruz

Um comentário em “Superlotação nos cemitérios preocupa autoridades de Santarém

  • 28 de julho de 2011 em 15:30
    Permalink

    me interresei por essa reportaem sobre o cemiterio parque gostaria de saber se ja contruiram um ai em stm

    obrigada

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *