Deficientes Físicos denunciam empresas de Ônibus

Edissimar Matos, da ADEFIS, denuncia desrespeito aos portadores de deficiências

A falta de ônibus adaptados com elevadores e assentos para cadeirantes levou a Associação dos Deficientes Físicos de Santarém (Adefis) a denunciar o caso. Segundo a Adefis, Santarém conta com apenas um ônibus adaptado para transportar cadeirantes, pertencente à empresa Borges, mas que virou alvo de denuncia por parte de uma deficiente.
A secretária da Adefis, Edissimar Matos, relata que recentemente uma associada da entidade denunciou o motorista do único ônibus adaptado para cadeirantes, da empresa Borges, que faz a linha Nova República/ Prefeitura, por não querer transportá-la diariamente até o centro de cidade, onde trabalha em uma loja de sua propriedade.
A Secretária afirma que por se sentir prejudicada com a situação, a cadeirante denunciou o motorista na Secretaria Municipal de Transportes (SMT) e à gerência da Borges, que por sua vez tomou como atitude a transferência do veículo para a linha do Tabocal, o que prejudicou a associada e outros portadores de necessidades físicas.
“A Borges tomou essa atitude, porque sabia que não iria servir mais a ela e a outros cadeirantes. Todas às vezes que ela tentava pegar esse ônibus sempre havia a resposta de que o elevador estava com defeito ou travado, enquanto sabemos que a verdade não é essa”, dispara Edissimar Matos.
Segundo ela, depois que o ônibus adaptado foi transferido da Linha Nova República/ Prefeitura para o trecho entre o centro da cidade e o Tabocal, a cadeirante está usando táxi para chegar até o seu trabalho, porque não tem possibilidades de subir em outro coletivo sozinha e nem condições físicas para pegar um mototáxi para chegar ao comércio.
“A questão dos ônibus seria responsabilidade da SMT, de entrar em contato com os empresários do setor, para que possam adequar os carros, para terem utilidades para os portadores de deficiências físicas, em Santarém”, argumenta Edissimar, comentando que em outros Estados os motoristas e cobradores são treinados para ajudar o cadeirante na hora de subir e descer do ônibus.
“Em Santarém não temos isso. O que temos são motoristas e cobradores mal educados, porque não ajudam idosos, pessoas com muletas, muito menos cadeirantes a subir e descer dos ônibus”, criticou.
Por: Manoel Cardoso

Um comentário em “Deficientes Físicos denunciam empresas de Ônibus

  • 11 de dezembro de 2011 em 13:29
    Permalink

    Reclama sobre a demora dos ônibus em Arthur Lundgren I,em média de 30 a 40 minutos.Solicita que uma providência seja tomada da Grande Recife.

    Resposta
  • 11 de dezembro de 2011 em 13:21
    Permalink

    Os motoristas atendem mal, não param nas paradas obrigatórias.São desrespeitosos com os passageiros.Não respeitam os deficientes físicos, isto em todas as empresas de Ônibus.

    Resposta
  • 15 de Janeiro de 2011 em 08:14
    Permalink

    Gostaria muito de saber onde fica localizada a ADEFIS, pois tambem sou deficiente fisico, muito grato.

    Resposta
  • 14 de Janeiro de 2011 em 18:13
    Permalink

    outra denuncia a fazer é que eles quando estão transitando nos bairro abusam na direção, hoje mesmo vi um motorista que dirigia falando ao telefone celular, cheio de passageiros. pode uma coisa dessa?!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *