Raio mata rebanho bovino em Mato Grosso

Gado morto atingido por um raio

No último dia 11 de janeiro, 47 animais morreram atingidos por uma descarga elétrica, na Fazenda Boa Sorte, a 5 km de Confresa, no estado do Mato Grosso. Os animais teriam procurado abrigo no pasto, debaixo de uma árvore conhecida como “Moreira” quando o raio caiu chegando a arremessar a 15 metros de distância cinco animais. Os animais foram enterrados na própria fazenda. O proprietário dos animais “Juca” (José Stieven) estima o prejuízo em R$ 30 mil.
Durante o verão, a ocorrência dos temporais de final de tarde/noite, caracterizados por elevada freqüência de raios pode causar a morte de animais soltos no campo. As descargas podem atingir as cercas e a corrente elétrica se propagar fortemente por toda a extensão do arame farpado, causando a morte do gado em áreas próximas. Capoeiras de mato, árvores e construções rústicas para proteção dos animais, normalmente localizadas nas partes mais elevadas do terreno atraem fortemente os raios, podendo também causar danos letais.

Evitando-se a aglomeração dos animais nessas áreas a probabilidade de acidente fica menor. Da mesma forma, a construção de cercas, com interrupção do arame a cada 100 metros aproximadamente – usando-se dois mourões próximos um do outro – e aterrando-se todos os arames pode evitar danos maiores aos rebanhos.
Fonte: TV Confresa/Digital Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *