Aids já provocou morte de três mil pessoas no Pará

15 municípios do Pará, registraram um grande número de infectados entre os anos de 2007 e 2009

De acordo com um Levantamento do Boletim Epidemiológico – Aids e Transmissão Vertical, da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), nos últimos 15 anos foram notificados 9.428 casos de Aids em maiores de 13 anos na capital e em municípios do interior do Estado. Adultos entre 20 e 49 anos ainda são os mais vulneráveis à doença. Deste total, 6.030 são homens e 3.398 mulheres, sendo que 1.261 foram gestantes diagnosticadas com o HIV. Já entre os anos 2000 e 2009, 198 casos foram notificados em crianças menores que cinco anos.

Em 25 anos, ocorreram 3.702 mortes, dos quais 2.605 só do sexo masculino. Em relação a orientação sexual de pessoas notificadas com o vírus, o boletim revela que a categoria de exposição ao HIV abrange uma maioria ignorada (39,08%), seguida por heterossexuais (27%), homossexuais (16,2%) e bissexuais (10,5%). Na região sul e sudeste do Pará, 15 municípios registraram um grande número de infectados entre os anos de 2007 e 2009: Marabá, Tucuruí, Parauapebas, Redenção, Paragominas, Tailândia, Novo Repartimento, Breu Branco, Jacundá, Rondon do Pará, Pacajá, Santana do Araguaia, São Félix do Xingu, Altamira e Eldorado do Carajás.

Segundo dados do Centro de Testagem e Aconselhamento, CTA, só no mês de outubro do ano passado, 14 pessoas morreram em Marabá e municípios vizinhos, vítimas de Aids. De acordo com a enfermeira Luzia Oliveira Silva Rêgo, coordenadora do CTA, dos 794 casos de soropositivos registrados naquele centro, cerca de 130 são oriundos dos municípios de Itupiranga, Rondon do Pará, São Domingos do Araguaia, Parauapebas, Jacundá, Eldorado do Carajás, Curionópolis e Canaã dos Carajás.

Desse total, 129 são casos novos, identificados em 2010. Segundo a enfermeira, os números de casos da doença entre homens e mulheres são praticamente iguais.

O Liberal

notapajos.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *