Agricultor é cruelmente assassinado e tem vísceras expostas

O corpo de Edivaldo ficou todo retalhado e com as vísceras expostas

Quatro homens foram presos no Distrito de Trairão, acusados de retalhar e esviscerar o agricultor Edivaldo da Silva e Silva, na comunidade do Areia II. Um destacamento policial militar, sob o comando do Sargento Nóia, prendeu no final de semana os elementos José da Silva Neto, 20 anos, “Zico”; José Conceição Vieira, 27 anos, vulgo Júnior; Ramon Pereira da Silva, 18 anos e Magno Sampaio da Silva, 24 anos, conhecido por Santarém. Estes elementos, na disputa por uma mulher menor de idade, asssassinaram de maneira covarde e cruel o agricultor.
Covardia – Em uma festa realizada na Comunidade do Areia II, tudo seguia as mil maravilhas, foi, então, que apareceu a menor D.A.F, 16 anos, que começou a dar ouvidos para as cantadas sem graça, porém, cheias de malícia de Edivaldo. O agricultor não sabia que se dando bem com a menor, estava arrumando briga com Magno “Santarém”, que há muito estava dando em cima da menor, porém, sem sucesso. Edivaldo saiu com a menor, foram olhar a lua, ouvir o cantar das corujas e tecer as teias imaginárias de uma vida a dois, cheia de felicidade.
Mas o amor dos dois incomodava Magno Sampaio, que imaginava um jeito de acabar com a felicidade proibida entre Edivaldo e a menor de idade. Mais rápido que o Conselho Tutelar, “Santarém” esperou o momento certo da vingança. Deixou Edivaldo se recolher para dormir, às 4 da manhã de domingo, em sua casa. Bateu na porta e ao ser atendido,  Magno “Santarém” acertou uma facada no abdômem de Edivaldo. O serviço covarde e assassino ficou completo depois que, Edivaldo foi seguro por José da Silva Neto “Zico”, José Conceição Vieira ”Júnior” e Ramon Pereira da Silva, Magno Santarém aplicou várias facadas pelo corpo de Edivaldo. Moradoress da comunidade foram atraidos pelos gritos desesperados do agricultor, porém, nada puderam fazer, a não ser levar a vítima para o município de Trairão, onde não resistiu aos golpes e morreu sem se despedir de seu amor, a menor de idade. Em busca dos assassinos, uma equipe policial militar, sob o comando do Sargento Nóia, conseguiu prender os bandidos, que se escondiam nas comunidades Areia l e Areia II. Agora, vão responder pela covardia que praticaram contra o indefeso agricultor.

Os quatro assassinos de Edivaldo foram presos por uma equipe da Polícia Militar

Por: Carlos Cruz

Um comentário em “Agricultor é cruelmente assassinado e tem vísceras expostas

  • 17 de fevereiro de 2011 em 19:25
    Permalink

    eses caras tem que apodrecer na cadeia pois dice que a vitma era uma pesoa muito trabalhador nao merecia tanta crueldade.

    Resposta
  • 21 de janeiro de 2011 em 09:33
    Permalink

    caramba, que tanta crueladade cometida contra esse cidadão, por esses elementos celerados.
    que a justiça lhes seja pesada!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *