IFPA de Santarém promove campanha para ajudar flagelados do Rio de Janeiro

Edileuza Lobato está à frente da arrecadação

Comovidos com a tragédia que vitimou aproximadamente 800 pessoas na área serrana do Estado do Rio de Janeiro, alunos e funcionários da unidade do Instituto Federal do Pará (IFPA), em Santarém, iniciaram nesta semana uma campanha de arrecadação de alimentos, programada para encerrar no dia 04 de fevereiro próximo.

A campanha visa arrecadar alimentos para enviar para cidades atingidas pelos deslizamentos de terras e que apresentaram maior número de vítimas fatais, entre elas, Nova Friburgo, Teresópolis, São José do Vale do Rio Preto, entre outras. Quem deseja participar da campanha deve se dirigir a portaria do prédio do IFPA, localizado na Avenida Castelo Branco, bairro da Interventoria e levar um quilo de alimento não perecível ou vestuário.

A assistente social do IFPA, Edileuza Lobato, conta que a idéia do Instituto é promover uma ação humanitária, buscando arrecadar alimentos e roupas para ajudar os desabrigados do Rio de Janeiro. Ela ressalta que a campanha já arrecadou alguns alimentos e muitas roupas, mas espera alcançar uma quantidade maior de donativos.

“Tanto é que estamos estendendo a ação até fevereiro, buscando envolver também os alunos que estão retornando no dia 31 deste mês as atividades normais”, indica a Educadora.

Edileuza destaca, ainda, que não só os alunos do IFPA podem participar da arrecadação, mas também qualquer pessoa física ou jurídica, que tenha se comovido com a tragédia do Rio de Janeiro. A Educadora afirma que a campanha já recebeu doações de pessoas físicas da comunidade e, também conseguiu parcerias com alguns órgãos.

“O IFPA se comoveu com a situação caótica das pessoas que estão passando por essa realidade. Deve ser difícil uma pessoa de um dia para o outro perder tudo e não ter sequer roupa do corpo para vestir. Acho que é uma responsabilidade nossa, de cada cidadão, de poder ajudar e fazer alguma coisa”, observa Edileuza Lobato.

Por: Manoel Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *