Hospital Sagrada Família denunciado por negligência

Usuários denunciam péssimo atendimento no Hospital Sagrada Família

O jornal O Impacto recebeu e-mail onde são registradas irregularidades que estariam sendo praticadas por funcionários dentro do Hospital e Maternidade Sagrada Família, em Santarém. Veja parte do texto encaminhado à redação:

Para: População de Santarém

Atenção população de Santarém na hora de buscar socorro nos hospitais da cidade, principalmente o Hospital e Maternidade Sagrada Família este por sua vez vem deixando pacientes faleceram por falta de atendimento na hora da emergência, isso tem se tornado rotina, primeiro uma criança que apresentava sintomas de meningite que acabou indo a óbito por falta de atendimento dos profissionais de enfermagem deste hospital e agora uma anciã que teve o mesmo destino por que os profissionais de enfermagem não estavam no setor na hora em que esta senhora chegou precisando de socorros. Isso é um absurdo, cadê o juramento que estes profissionais da saúde fazem quando está cursando, cadê a humanização desta empresa, cadê a compaixão pelas pessoas que buscam socorro, buscam uma solução, uma esperança, cadê?

Este hospital possui um “gerente de enfermagem” o mesmo lidera uma equipe de “enfermeiros e técnicos em enfermagem”, mais o que parece que também não dá a minha para a vida das pessoas, é como muitos que só pensam em receber o salário no final do mês. Além dele, o hospital Sagrada Família também possuía uma enfermeira da CIH (Controle de Infecção Hospitalar) que controla as infecções neste hospital, mas segundo as pessoas que presenciaram estes casos e outros, esta também não está nenhum pouco preocupada com as infecções ou contaminações que ocorrem dentro deste hospital, pois não atua mais na área, ela agora trabalha com o faxineiros, lavadores de roupa e cozinheiros, e o que se sabe é que ela omite muitos casos, porque não cumpre mais o seu papel de “enfermeira”. Que falta de profissionalismo. Deus nos acuda!! Este hospital parece mais um hospício só contrata loucos para lidar com pessoas.

O Sagrada Família que é uma empresa particular, pois não atende mais SUS, mas nós pagamos impostos, só que seus recepcionistas mandam os pacientes atravessarem para o Hospital Municipal ou procurarem outros lugares para serem atendidos foi o que aconteceu conosco. Que absurdo falta compromisso desta empresa com a população, ou melhor, com as pessoas que acabam não tendo para onde correr onde muitos infelizmente perdem a vida por falta de socorro e de um bom atendimento.

Sem falar no barulho que o pessoal da construção fazem, é terrível além da poeira, o quebra-quebra nos incomoda, imagine o paciente que está em convalescência.

Os profissionais de enfermagem, porteiros e recepcionistas precisam ser humanizados na hora de atender, pois pensam que estão com o rei na barriga e atendem mal as pessoas, isso tem que mudar, nós não podemos aceitar esse tipo de coisa, deixar as pessoas morrerem por falta de profissionalismo e humanização, isso serve para todos que trabalham com público, são pessoas e não animais, que até estes devem ser tratos com amor.

Senhor diretor deste hospital tome uma atitude ou então este hospital irá de mal a pior.

De: Maria Rita Castro e Clara Salgado

Nota da Redação: A equipe do jornal O Impacto esteve esta semana no Hospital e Maternidade Sagrada Família, onde manteve contato com o senhor Domingos, diretor do Hospital. Ele prometeu endereçar uma nota de esclarecimento ao jornal, porém, até o fechamento desta edição nada foi feito.

Por: Carlos Cruz

Um comentário em “Hospital Sagrada Família denunciado por negligência

  • 23 de outubro de 2015 em 22:07
    Permalink

    Gente, apesar dessa reportagem ser antiga o problema permanece até os dias atuais. Não vou descrever para nao ser repetitiva, mas compartilho que é O HOSPITAL SAGRADA FAMILIA DE SANTAREM tem um péssimo atendimento, péssimo respeito pelo paciente, não recomendo. Sinceramente para ficar ruim tem que melhorar muito, É PÉSSIMO !

    Resposta
  • 18 de março de 2011 em 17:50
    Permalink

    São assim mesmo os péssimos profissionais, na verdade essas pessas que agem dessa forma estão na aréa por ambição, querem ganhar dinheiro sem ter o trabalho de tratar bem as pessoas, pensam que só pq estão com um jaleco e diploma são melhores que as outras pessoas que buscam ajuda, quando na verdade tudo é uma troca, uma vez se não existissem pacientes não existiriam medicos, enfermeiros etc.
    Mas vamos lá atras de nossos direitos, se ficarmos calados só fortalece esse tipo de situação.Faça a sua parte, eles(medicos,enfermeiros) tem conhecimento cientifico…e qualquer um tem o conhecimento humanitário e de justiça, basta abrir a boca de colocar essas pessoas minusculas em seus lugares.

    Resposta
  • 31 de janeiro de 2011 em 11:17
    Permalink

    Há algum tempo atrás eu passava mal com crise de vesicula. Resolvi procurar esse hospital pq era particular e eu não aguentava mais de dor. Uma médica me atendeu e disse que não poderia fazer a cirurugia pq era final de semana, e só se operava em dia letivo… Nunca esqueci esse fato. Por sorte, fui para Manaus operar, se ficasse mais um dia, eu morreria. Kd o juramento que esses médicos fazem?? kd a ética profissional??

    Resposta
  • 30 de janeiro de 2011 em 16:12
    Permalink

    È isso mesmo Alma Santarena. Hoje somos dependentes do Hospital Regional, porque não podemos contar nem com os hospitais privados.

    Resposta
  • 29 de janeiro de 2011 em 20:41
    Permalink

    Somos paraenses e moramos em Brasilia. Ano passado, em julho, estivemos em visita a parentes e minha esposa passou mal. Como nosso plano só tinha como ref. esse hospital, fomos até lá. Ao chegarmos, além da demora, fomos atendidos por um cidadão, que não tinha identificação de médico, e pasmem, não sabia nem o que receitar para minha esposa. Como ela trabalha, em um hospital em Brasilia, ela teve que dizer o que deveria tomar, para aliviar a dor. Como pode isso acontecer, com um hospital que sempre foi tido com referencia de atendimento, em outras épocas? Realmente é uma vergonha para a saude dos santarenos.

    Resposta
  • 28 de janeiro de 2011 em 20:15
    Permalink

    Meu Deus! Onde nòs vamos parar? Pelo que parece apenas o Hospital Regional funciona nessa cidade, que Deus assim o conserve. Senão estaremos perdidos!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *