Polícia apreende 16 motocicletas usadas no tráfico de drogas

Motocicletas estão amontoadas dentro do prédio da Seccional de Polícia Civil

Dezessete motocicletas de várias marcas, entre elas, Honda e Yamaha continuam apreendidas no pátio da 16ª Seccional da Polícia Civil, em Santarém. O grande volume de motocicletas, segundo policiais civis, é fruto de apreensões realizadas em operações de combate a vários crimes, como o tráfico de drogas.

O diretor da 16ª Seccional, delegado Nelson Silva, explica que as motocicletas que ficam apreendidas na Delegacia são objetos de Inquérito Policial, principalmente quando alguns crimes de roubo, furto e tráfico de drogas ficam vinculados aos procedimentos legais e são remetidos à Justiça.

Segundo ele, algumas motos furtadas são entregues aos proprietários quando procuram a Seccional para requerer o veículo, porém, nos referidos casos, após as pericias, as motos não são encaminhadas à Justiça.

“Várias motos são apreendidas todos os meses, principalmente nos crimes de tráfico de drogas e assaltos. Hoje, a moto é usada como objeto para cometer vários crimes, como assaltos e roubos. Nos assaltos quase todas às vezes tem alguém de moto dando apoio ou participando diretamente”, observa a autoridade policial.

Dr. Nelson Silva garante que as polícias Civil e Militar tem o Serviço de Inteligência, o qual é feito por meio de levantamentos, com investigação e campana, o que resulta na apreensão de objetos usados em crimes e prisão de pessoas envolvidas em delitos.

“Os indivíduos que cometem crimes contra a população usando veículos ou não, a Polícia vai chegar neles. As pessoas que queiram entrar para o crime vão cair, até porque os investigadores vão chegar aos meliantes”, avisa o Delegado.

Por: Manoel Cardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *