Prefeito de Belterra acusado de extorquir comunitários

Prefeito Geraldo Pastana está sendo alvo de sérias denúncias

Membros das associações das comunidades da zona rural do Município de Belterra denunciam o prefeito Geraldo Pastana, por extorsão. Segundo eles, as fortes chuvas que caíram recentemente na região Oeste do Pará, deixaram as estradas intrafegáveis, dificultando a locomoção das famílias e, que por isso procuraram a Prefeitura de Belterra para pedir ajuda.

Ainda de acordo com os comunitários, após pedirem ajuda para recuperar as estradas vicinais de Belterra, receberam a proposta do prefeito Geraldo Pastana de que a Prefeitura daria os equipamentos para arrumar as vias, mas cada comunidade teria que dar o valor de R$ 200,00, para comprar a gasolina usada nas máquinas.

Indignados com a situação, os comunitários se recusaram a pagar o dinheiro cobrado pela Prefeitura de Belterra. Os agricultores alegaram que seria papel do Governo pagar as despesas da recuperação das vicinais, principalmente porque todos os anos pagam impostos para receberem melhorias nas estradas daquela cidade. 

JUSTIFICATIVA – O Prefeito de Belterra, Geraldo Pastana, negou ter pedido dinheiro para a associação das comunidades, para poder recuperar as estradas que estão em situação intrafegável naquele Município.

Geraldo Pastana justificou que Prefeitura de Belterra não tem recursos suficientes para executar as obras de recuperação dos ramais.

Por: Manoel Cardoso

Um comentário em “Prefeito de Belterra acusado de extorquir comunitários

  • 29 de Janeiro de 2011 em 23:13
    Permalink

    A minha querida Belterra está entregue às traças com esse Prefeito.

    Resposta
    • 31 de Janeiro de 2011 em 10:48
      Permalink

      esse prefeito de quem você fala com 7 ano de trabalho já fez mais do que o anterior será se só dar pra ver o que ele faz de ruim use óculos e olhe ao seu redor e veja se você está fazendo alguma coisa para melhorar está querida Belterra que você diz que tanto ama.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *