Alenquerenses homenagearão artista da terra

Froes quando cantava com os amigos

José Froes da Silva Jorge, o “Froes” como era conhecido na intimidade de seus amigos. Cantor, compositor, músico, bancário e artista plástico, nasceu no município de Fordlândia e ainda muito menino trazido, juntamente com sua família, por seus tios Raimundo Leite e Sarah, para Alenquer, onde passou a viver! Froes cresceu, estudou e amou tanto que  fez de Alenquer a sua segunda e abençoada pátria. Era um Seresteiro apaixonado que não tinha medo de sonhar e sonhando o poeta tornou-se uma das maiores expressões da música alenquerense. Na curta página de sua existência, compôs belas canções, entre elas a mais conhecida “RASCUNHOS”, que hoje até soa como um hino para os corações alenquerenses apaixonados.

Em junho de 2011 (ainda sem data e local escolhido) em Alenquer, o poeta será homenageado por sua esposa Maria Auxiliadora Melo Jorge e os filhos Cristian, Eveny e Nyely Melo Jorge… Por esse  motivo, faço a Pedido de Maria Auxiliadora, que os amigos, parentes, fãs e todos  aqueles que conviveram com o  poeta FROES, quem tiver uma história ou queira fazer um depoimento sobre esse grande e imortal artista alenquerense de coração e alma, façam e mandem para o meu e-mail que eu encaminharei para os familiares.
Garanto a vocês que será uma linda e inesquecível homenagem, pois no momento serão apresentadas 09 músicas inéditas, interpretadas por cantores da terra, com a participação de netos e filhos do poeta Zé Froes, além de crônicas poesias e poemas.

A todos que contribuírem com o sucesso desta Justa e Merecida homenagem, agradeço em nome de Maria Auxiliadora Melo Jorge!

Por: Celma leite de Sousa

sé Froes da Silva Jorge, o “Froes” como era conhecido na intimidade de seus amigos. Cantor, compositor, músico, bancário e artista plástico, nasceu no município de Fordlândia e ainda muito menino trazido, juntamente com sua família, por seus tios Raimundo Leite e Sarah, para Alenquer, onde passou a viver! Froes cresceu, estudou e amou tanto que  fez de Alenquer a sua segunda e abençoada pátria. Era um Seresteiro apaixonado que não tinha medo de sonhar e sonhando o poeta tornou-se uma das maiores expressões da música alenquerense. Na curta página de sua existência, compôs belas canções, entre elas a mais conhecida “RASCUNHOS”, que hoje até soa como um hino para os corações alenquerenses apaixonados.

Em junho de 2011 (ainda sem data e local escolhido) em Alenquer, o poeta será homenageado por sua esposa Maria Auxiliadora Melo Jorge e os filhos Cristian, Eveny e Nyely Melo Jorge… Por esse  motivo, faço a Pedido de Maria Auxiliadora, que os amigos, parentes, fãs e todos  aqueles que conviveram com o  poeta FROES, quem tiver uma história ou queira fazer um depoimento sobre esse grande e imortal artista alenquerense de coração e alma, façam e mandem para o meu e-mail que eu encaminharei para os familiares.
Garanto a vocês que será uma linda e inesquecível homenagem, pois no momento serão apresentadas 09 músicas inéditas, interpretadas por cantores da terra, com a participação de netos e filhos do poeta Zé Froes, além de crônicas poesias e poemas.

A todos que contribuírem com o sucesso desta Justa e Merecida homenagem, agradeço em nome de Maria Auxiliadora Melo Jorge!

Por: Celma leite de Sousa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *