Mulher morre com suspeita de leptospirose

Doença é transmitida pela urina do rato

Segundo a família da vítima, Cleonice Ramos deu entrada no Pronto Socorro do Hospital Municipal na quinta-feira (27) com fortes dores no peito, mas demorou para ser atendida.

“Demorou demais para chegar o médico para averiguar o caso dela”. Conta o filho da paciente, Valdiney Ramos.

Cleonice ficou internada até o sábado (29), quando foi transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu e veio a óbito na tarde de ontem (01).

Há a suspeita de que a paciente morreu devido uma leptospirose. O laudo médico indica que a causa da morte foi insuficiência respiratória aguda hemorrágica e apenas o resultado final dos exames poderá confirmar a suspeita.

A leptospirose é uma doença provocada por uma bactéria presente na urina do rato. A infecção se dá no contato com água contaminada da chuva.

“Ela já chegou com o quadro grave, nós não sabemos se é leptospirose, porque nós estamos aguardando a resposta da sorologia, mas nós sabemos que o quadro dela era bastante grave, não podemos afirmar qual era tipo da patologia que ela se encontrava”. Contou a diretora do Pronto Socorro Municipal, Ana Cláudia Tavares.

É a primeira suspeita de morte por leptospirose, em Santarém, este ano.

No Tapajós

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *