Justiça determina embargo de obra da Amazon Aço às margens do rio Amazonas

Área de Preservação Ambiental cuja mata ciliar foi retirada durante a obra, cujo canteiro aparece ao fundo

O juiz titular da 7ª Vara Federal Ambiental e Agrária, em Manaus, Dimis da Costa Braga, determinou, por meio de liminar, a interdição de uma obra realizada às margens do rio Amazonas, de responsabilidade da empresa Amazon Aço Indústria e Comécio LTDA., para evitar a continuidade da degradação ambiental no local. Ele também estipulou multa no valor de R$ 100 mil dia em caso de descumprimento da decisão, datada de 3 de abril deste ano. O processo é de autoria do Ministério Público Federal (MPF).

O MPF pediu, além do embargo da obra e a aplicação de multa, a busca e apreensão de máquinas e equipamentos de construção civil que se encontrarem no local, pedido que também foi acatado pelo MPF, bem como “a expedição de mandado busca e apreensão dos presentes autos, no escritório da advogada da ré, Izabel de Souza Oliveira devendo entregá-los ao oficial de Justiça”, que deverá ocorrer com o apoio da Polícia Federal (PF).

Anterior à decisão, a empresa Amazon Aço já havia recebido multas administrativas por parte do Ipaam, no valor de R$1,3 milhão, “por fazer intervenção em área de preservação permanente”, e de R$17,7 mil “por operar sem a devida licença ambiental”, segundo informações contidas nos autos.

A reportagem entrou em contato com a empresa e uma funcionária informou que a direção não iria se pronunciar porque ainda não foi notificada.

Fonte: A critica

2 comentários em “Justiça determina embargo de obra da Amazon Aço às margens do rio Amazonas

  • 15 de Abril de 2012 em 19:18
    Permalink

    diante de varias denuncia de corrupção politica não tem juiz nenhum que mande caça investigar e punir esses que se diz ser representante do povo que infelizmente somos obrigado colocar para nos roubar,e não tem autoridade que veja essa situação, enquanto dois empresario brasileiro querem que gera entorno de 400 emprego na atual unidade querem aumentar para mais de 1000 na nova unidade e um tal de juiz DENIS DA COSTA BRAGA que no minimo tem sua vida muito bem sucedida ao contrario de contribuir para criação de novas oportunidade de emprego estar contribuindo com os corruptos do nosso BRASIL essa e uma opinião de um trabalhador não tão bem sucedido como esse juiz mais QUE INFELIZ MENTE E OBRIGADO A VOTAR

    Resposta
  • 6 de Abril de 2012 em 00:10
    Permalink

    Em que cidade está sendo feito esta obra?
    O rio Amazonas é extenso.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *