Polícia desvenda roubo a empreendedores em Uruará

Renato e Salomão foram presos em Uruará

A Polícia Civil divulgou nesta sexta-feira (06) o desvendamento de três roubos registrados esta semana em Uruará, sudoeste do Estado, após a prisão do autor dos crimes, Renato Santos Costa, de 19 anos. A prisão do acusado foi realizada no final da tarde de sexta-feira pela equipe da Delegacia local. Ele é apontado como o autor do assalto a um comércio na Avenida Central no último dia 4, quando, na ocasião, cometeu uma tentativa de latrocínio – roubo seguido de morte.

O proprietário do estabelecimento, José Marcos de Oliveira, contou aos policiais que estava com a esposa, Maria de Lourdes Soares, no comércio, por volta de 21:45 horas, quando dois homens chegaram ao local numa moto, sacaram duas armas de calibre 38 e roubaram R$ 300 em dinheiro que estava no caixa.

Antes da fuga, um dos bandidos, que seria Renato, apontou o revólver em direção ao empresário e efetuou um disparo sem motivo algum. Após o tiro, os dois criminosos fugiram a pé deixando a motocicleta no local. O veículo foi destruído por pessoas que presenciaram o crime. José Marcos foi atingido, em área não vital, pela bala, está hospitalizado e não corre risco de morrer. Através de descrições feitas por testemunhas, a equipe da Polícia Civil chegou até a Renato Costa que foi reconhecido pela vítima como autor do assalto.

O acusado foi conduzido para a Delegacia para ser indiciado e autuado em flagrante por tentativa de latrocínio. O comparsa dele, no crime, foi identificado como Antônio Pereira de Sousa, de apelido “Toinho”, que está foragido, mas, de acordo com os policiais, se não for possível a prisão em flagrante dele será requerida a prisão preventiva do assaltante.

Na Delegacia, Renato alegou ser inocente e que estava em frente de sua casa com a namorada no momento do crime. Entretanto, ouvida em depoimento, a namorada do acusado não confirmou a versão de Renato que alegou ainda não saber porque foi reconhecido pela vítima. Renato é suspeito ainda de ter assaltado um comércio no bairro Jardim Morumbi, zona oeste da cidade, e também um vendedor de espetinho nos últimos 10 dias.

No decorrer da investigação, a equipe da Polícia Civil prendeu o dono da moto utilizada no crime, Salomão Paulo da Silva, 28 anos. Ele alugava o veículo para Renato por R$ 50 ao dia. Ele também foi autuado em flagrante como co-autor do crime. No entanto, por ser réu-primário e ter residência própria, ele poderá responder pelo crime em liberdade. Agora, os policiais civis estão em busca do fornecedor das armas do crime que não foram encontradas. Os acusados permanecem recolhidos à disposição da justiça na carceragem da Delegacia de Uruará.

Fonte: RG 15/O Impacto e Polícia Civil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *