Péssimo serviço da Tim e Vivo prejudica população oeste do Pará

Operadoras atuam com deficiência em toda a região Oeste do Pará

Não é possível que toda uma região seja prejudicada por falta de serviço que deveria ser prestado com o mínimo de profissionalismo, mas que deixa a desejar, como é o caso das Operadoras de telefone celular, Tim e Vivo, que atuam na região Oeste do Pará, bem como o sinal da internet, não importa se a Banda é A, B ou C, ou Larga. O que dá a entender e parece constar é que a região Oeste do Pará é servida pela Banda podre da rede mundial de computadores, da Banda Estreita que não sai nem da ilharga, muito menos com condições de ligar nada com lugar nenhum.

Nos municípios de Santarém, Monte Alegre, Belterra, Alenmquer, Curuá, Gurupá e outros da região Oeste, a linguagem dos técnicos de informática passa bem longe de Wireless, que é informática sem fio, e permanentemente inclui “falha na conexão”, que é quando a internet não consegue ser acessada, nem usando vela, nem fazendo despacho, ou apelando para reza braba e promessas.

Dá dor de cabeça ao menos pensar em usar internet nos municípios da região. O que tem de computador sendo quebrado, não dá para contar. Tem loja que comercializa computador, em certos municípios, que já sofreu ameaça de ser quebrada por conta da esculhambação que se transformou  a internet em Santarém e outros municípios da região.

No município de Gurupá, que não faz parte da região Oeste, mas que tem fortes ligações com Santarém, a população passou mais de uma semana sem o serviço da operadora TIM, atualmente a única que atua na cidade, prejudicando o comércio e quem precisa dos serviços bancários.

Na terça-feira, dia 22, o município de Santarém ficou sem o sinal da operadora Vivo por várias horas, causando grande transtorno à população, O serviço só voltou ao normal por volta das 23 horas.

Em muitas empresas o sinal da internet é lento e prejudica os trabalhos. Nos bancos, sempre acontece do sistema ficar fora do ar devido o sinal fraco da internet, causando filas enormes de pessoas,

Falta de respeito com o pobre do consumidor ou desleixo de quem deveria manter os provedores em condições de operação? Eis a questão que só Deus sabe quando será respondida e devidamente solucionada. Quem sabe um dia o milagre aconteça e as operadoras de telefonia celular e a internet operando normalmente, em condições de atender as expectativas da população, seja realidade na região.

Por: Carlos Cruz

4 comentários em “Péssimo serviço da Tim e Vivo prejudica população oeste do Pará

  • 28 de maio de 2012 em 16:33
    Permalink

    É uma vergonha mesmo, virou mesmo um caos essas operadoras fazem o que querem…outro dia precisei mandar por e-mail o meu curriculo passei mais de 1 hora pra conseguir mandar…é uma vergonha mesmo.

    Resposta
  • 28 de maio de 2012 em 14:58
    Permalink

    Carlo Cruz, vc falou tudo, e o pior de tudo é q acontece tudo isso e elas nem se esclarecem o motivo da falta de internet, é mais ou menos assim, se estiver prestando bem se nao to nem ai, quando alguem da imprensa vai pedir esclarecimentos, simplesmente os funcionarios da vivo falam q nao tem permissao de falar e q nao tem ninguem pra atende-los, é a lei do silencio nessas operadoras que prevalece!
    Isso só quando o chapolim colorado mesmo q poderá nos socorrer!

    Resposta
  • 28 de maio de 2012 em 13:34
    Permalink

    E MUITO VEGONHOSO PARA A NOSSA CIDADE , UM SISTEMA DE TELEFONIA QUE SO TEM PROBLEMAS , QUANDO MAS SE PRECISA ,NÃO FUNCIONA
    E SEM FALAR DESSA PORCARIA QUE CHAMAM DE NTERNET AQUI .

    ISSO VIROU UM CAOS , CADE AS NOSSAS AUTORIDADES , QUE NÃO FAZEM NADA

    QUANDO SANTARÉM VAI SAIR DESSE BURACO, ISSO TUDO E MUITO VERGONHOSO P/ TODOS NÓS….

    Resposta
  • 28 de maio de 2012 em 11:41
    Permalink

    quem poderá nos defender nesta hora,sem água, a energia é de péssima qualidade, a operadora TIM , é TIM enganei, a OI, só se fala oi e fica muda, a claro esta obscura, a operadora Vivo já morreu.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *