Rurópolis – A Capital Federal da Transamazônica

Primeiras casas da então agrovila de Rurópolis, inaugurada em 1974
Primeiras casas da então agrovila de Rurópolis, inaugurada em 1974

Rurópolis é um Município localizado no estado do Pará. Posicionado a uma latitude 04º05’44” Sul e a uma longitude 54º54’37” Oeste, estando a uma altitude de 170 metros. Sua população estimada em 2010 era de 40.068 habitantes. Possui uma área de 6991,379 km². Um Município rico em fauna e flora, com grande dimensão no ecoturismo e belezas naturais.

Com a construção da Rodovia Transamazônica, no início da década de 1970, a colonização dirigida pelo INCRA, foi uma forma planejada de ocupação da Amazônia. É neste contexto histórico que surge Rurópolis, planejada para ser um centro urbano que assim como outros existentes no projeto que exigia uma infraestrutura padronizada que viesse cumprir com as normas estabelecidas no projeto.

Inaugurada em 12 de fevereiro de 1974, pelo então Presidente da República Emilio Garrastazu Médici, Rurópolis Presidente Médici entra para a história por ser a primeira cidade construída na Transamazônica e a única implantada pelo PIN, no cruzamento das rodovias Transamazônico e Santarém/Cuiabá.

Após o fracasso do projeto de colonização do governo federal, Rurópolis Presidente Médici ficou sob administração de Aveiro, já que seu território pertencia a este Município. Foi elevada à categoria de distrito pela Lei de nº 5.370, de 07 de maio de 1987, publicada no Diário Oficial de 29 de maio do mesmo ano. O distrito de Rurópolis Presidente Médici e a sede do município de Aveiro não tinham nenhum tipo de ligação rodoviária ou fluvial, as  relações comerciais entre os mesmos eram realizadas através dos municípios de Santarém e Itaituba.

Lindas cachoeiras fazem parte ecoturismo do Município
Lindas cachoeiras fazem parte ecoturismo do Município

Almejando a emancipação política e um maior desenvolvimento, a sociedade civil organizada, instituições sociais e lideranças locais realizaram mobilizações com o objetivo de formar uma comissão provisória de emancipação, que foi criada no dia 12 de fevereiro de 1987, composta por representantes de vários segmentos da sociedade.

No dia 24 de abril de 1988 foi realizado o plebiscito, que teve resultado favorável à emancipação. Rurópolis Presidente Médici foi finalmente emancipada, através da Lei Estadual nº 5446, de 10 de maio de 1988. Na época abrangia uma área territorial de 6.922,96 km, elevada à categoria de Município sob o nome de Rurópolis.

Hoje, Rurópolis é administrada pelo jovem casal Pablo Genuíno e Katyussy Bonami, ambos tem aptidão pelo trabalho e vêm conduzindo o Município com muita competência.

A cidade está sendo toda recuperada, mesmo depois de receber a Prefeitura sucateada, com uma dívida de mais de R$ 10.000.000,00, deixada pelo ex-Prefeito. Mas mesmo sabendo das dificuldades, o jovem prefeito Pablo Genuíno vem trabalhando muito pelo povo. Já recuperou toda a malha viária da cidade, com colocações de bueiros e galerias, colocou sistema de água em diversos bairros e comunidades, recuperou todo o sistema de iluminação pública da cidade, reformou escolas, colocou ultrassom no hospital coisa que nunca existiu, ampliou as campanhas de combate a dengue e hanseníase, padronizou o sistema de coleta de lixo com colocação de container, recuperou praças e o trevo na frente da cidade e, implantou o Plano Municipal de Saneamento Básico.

Cabe frisar que dos 144 municípios do Pará, só 22 aderiram ao Plano de Saneamento Básico, e Rurópolis está dentro. São muitos os trabalhos já desenvolvidos pelo jovem prefeito Pablo Genuíno e seu vice Anésio Coelho. Esses trabalhos podem ser visto pela população, tanto da zona urbana como da zona rural.

A Rurópolis que todos nós sonhávamos, agora está chegando!!!.

Um Município rico em fauna e flora, com grande dimensão no ecoturismo e belezas naturais.

Por: Assessoria de Imprensa/Marinaldo Braga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *