Informe RC

ACONTECEU NO JAPÃO

Ex-ministro da Saúde do Japão e governador de Tóquio, Yochi Masusde, com menos de 2 anos no cargo, renunciou, na quarta (15), acusado por opositores de usar R$6.9 milhões em viagens de férias com familiares durante sua permanência na função. Muitos, quando praticam desonestidades, se suicidam, com vergonha, ou são condenados a morte.  No Brasil, a possibilidade  disso acontecer é zero. Aqui existe o famoso cartão coorporativo, usado por altos funcionários do governo em Brasília, a exemplo do governador de Tóquio, usam a vontade. As despesas são mantidas em sigilo e não são bisbilhotadas pela oposição. Cada povo com seu costume. No Oriente, dinheiro de origem pública é fiscalizado, não é como aqui, que um servidor do alto escalão usa até jatinho, lanchas, carros blindados para passear e se divertir com amigos. Roubam à exaustão e não são presos.

ÚLTIMOS A SABEREM

Santarém talvez tenha sido o último município brasileiro, entre os mais de 5.500 existentes, dos empresários locais virem a tomar conhecimento que, devido aos maus governos do PT (Lula e Dilma), levaram o país para o fundo do poço, causando a quebradeira da Petrobrás, passando por um retrocesso econômico pior do que nos anos 30. Lá se vão quase 90 anos. Isso sem falar no desemprego e inflação, onde no Pará é alta, em Santarém, maior, devido aos reflexos, ainda vão perdurar por muito tempo. Justo que, de maneira tardia, responsáveis pela Associação Comercial e Empresarial de Santarém e do Sindicato dos Comerciários Lojistas (SINDILOJAS) se virem nos 30 por falta de alternativas (que não criam seus dinheiros nas mãos), e busquem facilidades enquanto não se vê luz no fim do túnel. A sorte de Santarém, onde se instalou só vendendo à vista, e dos municípios vizinhos, é ter chegado o Atacadão da multinacional Carrefour, onde empresários ricos e pobres compram para revender, se não a situação estava pior. Maioria dos produtos cairam de preço, beneficiando os pequenos. Os melhores fregueses do Atacadão são os falsos ricos que falam em crise.

EXAGERADO OU CEGO

Nada contra o procedimento do ex-prefeito de Uruará e atual deputado estadual, Eraldo Pimenta (PMDB), muito pelo contrário, favorável. O deputado tem toda liberdade de usar sua tribuna na Assembleia, para baixar a lenha na Secretaria da Fazenda do Estado (SEFA), em Santarém, se não estiver procedendo corretamente, através de um funcionário fora do eixo, entravando o desenvolvimento da região, parabéns. Mas o deputado, em seu brilhante pronunciamento, embaralhou as palavras e exagerou quando afirmou do governador Simão Jatene (PSDB) ter desprezo por Santarém e pela região Oeste do Pará, isso não existe, embora seus adversários na região, o que não é o caso do Eraldo, batem nesta tecla, notadamente os de Itaituba. Basta ver, para desmistificar, o Hospital Regional do Baixo Amazonas em Santarém, o da Transamazônica em Altamira e o de Itaituba, prestes a ser inaugurado. A criação de uma Universidade em Santarém (UEPA) com o curso de medicina, ponte de concreto (360m de extensão) sobre o rio Curuá na PA-254, ligando as cidades da região da Calha Norte, e outras centenas de obras e ajuda financeira às prefeituras dos municípios do Oeste paraense, sem olhar a sigla partidária do prefeito. Só não reconhece quem é cego ou não quer ver. Falsear a verdade é feio e impopular. Mas, mesmo assim, agem desse jeito, por serem suas maneiras de fazer política.

SERÁ ELEITO NO 2º TURNO

Com tempo curto para fazer campanha para as eleições do 1º domingo de outubro, embora alguns já estejam fazendo há muito tempo, a disputa pela prefeitura, hoje, com mais de meia dúzia de postulantes, deverá ser decidida no 2º turno. Entre os candidatos, a impressão inicial é da popularização entre Alexandre Von (PSDB) e o médico Nélio Aguiar (DEM), com apoio do ex-prefeito Lira Maia, considerado a maior liderança política do município e inventor do atual gestor e responsável pela conquista de seu mandato. As legendas protagonistas, se isso ocorrer, vão ser paparicadas com pedidos de apoio com a promessa de loteamento das funções da futura administração. As conversações já iniciaram, é pensamento de um grupo político unir do segundo colocado pra baixo e formar um blocão, já com os cargos previamente divididos (esse é meu e aquele é teu) e impor uma derrota ao atual prefeito, que tem como principal aliado os cofres da prefeitura. Em política, tudo é possível, até boi voar.

DESDE MUITOS ANOS

Desde o início da administração do ex-prefeito Geraldo Pastana a da atual Dilma Serrão, ambos do PT, recursos do estado e da União e de convênios destinados à Prefeitura de Belterra, vem sendo saqueados. A prefeita é bi-cassada por corrupção pelo pleno do TRE- Pa, e permanece no exercício da função devido a liminares graciosas e caras conseguidas por ministros plantonistas do TSE em Brasília. No início do mandato, para justificar fraude e avanços, chegou a inventar uma estória, que o prédio da prefeitura teria sido invadido por larápios companheiros, que abriram cofre, levaram pastas de papéis, dispensando computadores e notebooks. Queixa foi registrada na Polícia e até hoje não desvendaram a invencionice, fruto da mente criadora da gestora. Desta vez foi pra valer, embora não tenham prendido ninguém e ouvidos na delegacia de polícia, na quarta (15), composta de 20 policiais, a Polícia Federal, através da Justiça Federal em Santarém, esteve na cidade para cumprir mandatos de busca e apreensão e de condução coercitiva para ouvir investigados de desvios federais na área da educação, no período de 2012 a 2014. Em Belterra, onde a prefeita é protegida pela maioria dos vereadores, existe desonestidade em todos os setores da administração. Quem sofre é o povo.

TRÂNSITO

Não constitui segredo para o Detran, do trânsito de Santarém, de responsabilidade da Secretaria Municipal de Transporte (SMT), ser considerado o pior do estado, não só pela falta de sinalização (semáforos e faixas indicativas) em dezenas de locais movimentados, causando embaraço não só aos condutores como a transeuntes, devido à grande quantidade de carros e motos que circulam, o que ocasiona acidentes e prejuízos materiais, maioria causada por motos. Já é tempo desse problema ser resolvido, o que não pode é continuar como está, onde agentes de trânsito, para impedir engarrafamentos, não existem, e que causa revolta e estresse aos condutores, principalmente aos que vão e voltam das escolas. A falta que uma Guarda Municipal faz só o prefeito não sente.

MAZELAS: CONFIRA SEU VOTO

DESCASO – O navio hospital Abaré, que tantos serviços médicos prestou às comunidades ribeirinhas do interior do município, está abandonado em Santarém. Vereadores pedem do prefeito ações de saúde para o interior. – ALERTA – João Alberto Coelho, diretor de Vigilância de Saúde em Santarém, “Divisa”, Alerta: “casos de calazar crescem no município”. – DONOS DO PEDAÇO – Mototaxistas tomam conta das calçadas e prejudicam o comércio. – MAU ODOR – Moradores denunciam mau cheiro na estação de tratamento de esgoto (ETE) do Mapirí. O fedor é tão grande que chega a causar náusea nas pessoas, e aumenta no período da noite. – AMEAÇA – O prefeito, postulante à reeleição em outubro, está sendo acusado de abandonar bairros periféricos e deixá-los à própria sorte. No Aeroporto Velho, existe uma cratera gigante ameaçando residências. – ESTÁ CAMINHANDO – O parque da cidade, tão bem cuidado na administração da ex-prefeita Maria do Carmo, está caminhando para ser abandonado de vez pela Prefeitura. Além da sujeira dominante, a área cercada, durante as madrugadas, se transforma em ponto de hippies, drogados e motel. Até uma parte da fiação elétrica foi levada por amigos do alheio. – MAIS UM – Recente, uma criança morreu com suspeitas de gripe H1N1 num hospital da cidade. – ESTÃO TOMANDO DORIL – Placas com nome de ruas estão sumindo nos bairros de Santarém. Essas ocorrências, descasos do 1º, 2º e 3º escalão da administração municipal, vão votar em outubro em candidatos da oposição.

DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS

Atendendo determinação do Ministério Público do Estado, funcionários da SEMINFRA, com a cobertura da Polícia Rodoviária, retiraram todos os toldos sobre as calçadas da avenida Cuiabá, do início do cais do porto ao viaduto. Como antes já era proibido parada de veículos, sob pena de multas e reboques, a rodovia ganhou forçadamente nova roupagem. Mas o restante de ruas, avenidas e travessas existentes, nada foi tocado, parece que o serviço parou e o uso do espaço destinado aos pedestres, levando-os a procurar o leito das ruas, piorou, por muitos comerciantes terem aumentado suas participações nas calçadas, já que o pessoal da SEMINFRA cruzou os braços, colocando para escanteio a recomendação da Justiça. A promotora, autora da ação, que é boa para a cidade, deveria convocar os fiscais da Prefeitura, que atuaram na avenida Cuiabá, para que mostre as ruas e travessas com visual modificado.

SE NÃO É ZERO, É QUASE

O comentário em uma das rodas no local onde se reúne pessoas simpáticas a partidos e políticos, mas sem vínculos partidários, jogando conversas ao vento, é de que o vereador Reginaldo Campos, presidente da Câmara e 1º suplente de deputado estadual, com mais de 20 mil votos nas eleições de 2014, que saiu do PSB para se abrigar no PSC, capitaneado, no estado, pelo vice-governador, Zequinha Marinho, é do vereador ser, entre os políticos, o melhor candidato a vice-prefeito. Tem votos para transferir. Que a Praça da Bíblia, em construção na avenida Anysio Chaves, com outra denominação, mas com a mesma finalidade, em 2018, vai ser uma realidade, e que, com 80% de possibilidade, o vereador, presidente da Câmara, saia candidato a prefeito nas municipais de outubro, com apoio da quase totalidade das igrejas evangélicas (saber quantos somos) e alcançar uma votação expressiva e se aliar, no 2º turno, a um disputante em condições de ganhar a eleição e amealhar ao PSC duas ou três secretarias. Se não é vero, é quase. Bom aguardar pra ver.

ATOS E FATOS

DE HORA EM HORA – Hoje, no Brasil, a cada hora que passa, duzentos brasileiros com carteira assinada perdem o trabalho. Efeito PT. – A POLÍCIA QUE MATA – No estado de São Paulo, 25% das mortes são atribuídas aos policiais. – ERRADO DE NOVO – Ministro relator do Tribunal de Contas da União das contas da ex-presidente Dilma, correspondente a 2014, entregou as mesmas ao presidente do Senado, Renan Calheiros, que técnicos do TCU, em análises preliminares, apontaram irregularidades. Tem 30 dias para apresentar defesa. – CONSTRANGIMENTO – Do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, limpando o caminho de seu chefe, Michel Temer: “a presença de ministros investigados pela Operação Lava Jato constrangem o governo”. Verdade. – AJUDA DA OAB – A Ordem dos Advogados do Brasil, a OAB nacional, vai propor ao Supremo que seja criada uma força tarefa similar à Lava Jato de Curitiba. Para o presidente da Ordem, os processos contra políticos e autoridades com foro privilegiado precisam ter um desfecho, a fim de que o país deixe de derreter. – DO MINISTÉRIO DA FAZENDA SOBRE O BRASIL ATÉ O NATAL – O desemprego 11,2% irá para 14% na virada do ano, o equivalente a quase 3 milhões de desempregados de carteira assinada na rua. Efeito da administração Lula e Dilma. – TEMOR – Todos os políticos envolvidos com desvio de dinheiro público, que tiveram e hoje não têm o foro privilegiado, temem de suas ações caírem em mãos do juiz federal Sérgio Moro. O ex- presidente Lula, o mais implicado em caso de corrupção, não teve essa sorte. Sua folha corrida de maus feitos foi encaminhada pelo ministro do Supremo, Teori Zavascki, ao Juízo Federal de Curitiba, sede da Operação Lava Jato, que, segundo afirmam os procuradores, existem elementos concretos de sua participação em casos de corrupção e deve ser denunciado e transformado em réu. – RETROCESSO – Dados do Fundo Monetário Internacional (FMI) mostram que a renda per capita das famílias brasileiras vai ter retrocesso de 5 anos, a pior desde a década de 30. A previsão é desse patamar ser superado em 2020 e deve ficar estagnado na atual década.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *