Em Itaituba taxista é vítima de latrocínio

Mais um crime covarde foi registrado na cidade de Itaituba. Um homem que trabalhava como garçom e também como taxista foi assassinado na noite de quarta-feira, 04 de janeiro, porque se negou a dar seu celular aos assaltantes.

Segundo informações repassadas à nossa equipe de reportagem foi de que o taxista Antônio José, conhecido por “Raposo”, estava jantando em um churrasquinho próximo a Escola Djalma Serique, bairro da Floresta, quando dois elementos chegaram em uma moto e anunciaram o assalto, pediram o celular do taxista, que não deu e ainda teria reagido ao assalto tentando ir pra cima do assaltante que atirou no peito do mesmo, que não resistiu e morreu na hora.  Ainda durante a noite vários taxistas foram para frente da Delegacia de Polícia cobrar providências das autoridades. Policiais Militares e Civis já estão à procura dos elementos que poderão ser presos a qualquer momento.

Fonte: RG 15/O Impacto, c0m informações de Júnior Ribeiro

Um comentário em “Em Itaituba taxista é vítima de latrocínio

  • 5 de janeiro de 2017 em 09:59
    Permalink

    Conheci o Raposão quando trabalhei em Itaituba. Era um homem correto e trabalhador. Lamentável!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *