NEWS – ATUALIDADES Ed. 1130

A IMPORTÂNCIA DO “NÃO SEI” – (MAX GEHRINGER)

Se você ainda não sabe qual é a sua verdadeira vocação, imagine a seguinte cena: Você está  olhando pela janela, não há nada de especial no   céu, somente  algumas  nuvens aqui e alí… aí chega alguém que também não tem nada para fazer e pergunta: Será que vai chover hoje??? Se você  responder “com  certeza”… a sua área é Vendas: – O pessoal de Vendas é o único que sempre tem certeza de tudo. Se a resposta for “sei lá, estou pensando em outra coisa”… então a sua área é Marketing: – O pessoal de Marketing está sempre pensando no que os outros não estão pensando. Se você responder “sim, há uma boa probabilidade”… você é da área de Engenharia:  – O pessoal da Engenharia está sempre disposto a transformar o universo em números. Se a resposta for “depende”… você nasceu para Recursos Humanos: – Uma área em que qualquer fato sempre estará na dependência de outros fatos. Se você responder “ah, a meteorologia diz que não”… você é da área de Contabilidade: – O pessoal da Contabilidade sempre confia mais nos dados no que nos próprios olhos. Se a resposta for “sei lá, mas por via das dúvidas eu trouxeum  guardachuvas”: Então seu lugar é  na área Financeira que deve estar sempre bem preparada para qualquer virada de tempo. Agora,  se você responder “não sei”… há uma boa chance que você tenha uma carreira de sucesso e acabe chegando a diretoria da empresa. De cada 100  pessoas, só uma tem a coragem de responder “não sei” quando não sabe. Os outros 99 sempre acham que precisam ter uma resposta pronta, seja ela qual for, para qualquer situação. Não sei, é  sempre uma resposta que economiza o tempo de todo mundo, e pré-dispõe os envolvidos a conseguir dados mais concretos antes de tomar  uma decisão. Parece simples, mas responder “não sei” é uma das coisas mais difíceis de se aprender na vida corporativa, por quê? – Eu sinceramente “não sei”.

——————————————————–

A PESSOA ERRADA – Luís Fernando Veríssimo.

Pensando bem, em tudo o que a gente vê,  vivencia, ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente. Existe uma pessoa que, se você for parar pra pensar é, na verdade, a pessoa errada. Porque a pessoa certa faz tudo certinho. Chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas, mas nem sempre a gente está precisando das coisas certas. Aí é a hora de procurar a pessoa errada. A pessoa errada te faz perder a cabeça. Fazer loucuras. Perder a hora. Morrer de amor. A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar. Que é pra na hora que vocês se encontrarem a entrega ser muito mais verdadeira. A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa. Essa pessoa vai te fazer chorar . Mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas. Essa pessoa vai tirar seu sono. Mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível. Essa pessoa talvez te magoe, mas depois te enche de mimos pedindo seu perdão. Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado. Mas vai estar 100% da vida dela esperando você. Vai estar o tempo todo pensando em você. A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo. Porque a vida não é certa. Nada aqui é certo. O que é certo mesmo, é que temos que viver cada momento, cada segundo. Amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando, agindo, querendo, conseguindo. E só assim é possível chegar àquele momento do dia. Em que a gente diz: “Graças a Deus deu tudo certo”. Quando na verdade Tudo o que Ele quer, é que a gente encontre a pessoa errada. Pra que as coisas comecem a realmente funcionar direito pra gente… Nossa missão: Compreender o universo de cada ser humano, respeitar as diferenças, brindar as descobertas, buscar a evolução. – “Quando a gente acha que tem todas as respostas, vem a vida e muda todas as perguntas”!

——————————————————–

PAI, COMO É QUE EU NASCI? – PERGUNTA O GURI.

Muito bem, tínhamos de ter esta conversa um dia !!! O que aconteceu foi o seguinte: Eu e sua mãe nos conhecemos num chat desses da net, que existem para se trocar idéias. O papai marcou uma interface com a mamãe num cybercafé e acabamos plugados no banheiro. A seguir, a mamãe fez uns downloads no memory stick do papai e quando estava tudo pronto para a transferência de arquivo, descobrimos que não havia qualquer tipo de firewall conosco. Como era tarde demais para dar o ESC, papai acabou fazendo o upload de qualquer jeito com a mamãe, e nove meses depois o vírus apareceu  e se instalou em casa, e nunca mais saíu.

 ——————————————————

SALIM E AS BATATAS

Salim estava casado com a Sarah havia já 50 anos e ele nunca soube o que havia dentro daquele baú no armário. Um dia, ele chegou pra Sarah e disse: – Sarah, eu zei qui nois brometeu bra voze num querer saber qui qui tem na baú, mas já faiz 50 anos qui nóis dá casado. Mostra bra Salim… E a Sarah pensa: – É… 50 anos… Salim gumbriu bem bromessa pra manter casamento;eu fala bra Salim, voce bode ver qui qui tem na baú. O Salim, então, abre o dito cujo e encontra um maço com US$60.000,00 e 4 batatas. – Sarah, qui qui som esses 4 batatas??? – É qui cada veiz qui eu ti trai, eu bunha um batata na baú. Desculpe, Salim… O Salim, de cabeça, faz a conta: 50 anos… 4 batatas… me traiu uma veiz a cada 12,5 anos… É, num é tão ruim, disbois de 50 anos… – Da bem, Sarah. Eu berdôo voze. Mas e esses US$ 60.000?? – É qui cada veiz qui a baú enchia, eu vendia os batatas…

——————————————————–

USE A CRIATIVIDADE

Conta uma antiga lenda que na Idade Média um homem muito religioso foi injustamente acusado de ter assassinado uma mulher. Na verdade, o autor era  pessoa influente do reino e por isso, desde o primeiro momento se procurou um bode expiatório para acobertar o verdadeiro assassino. O homem foi levado  a julgamento e o resultado: a forca. Ele sabia que tudo iria ser feito para condená-lo e que teria poucas chances de sair vivo desta história. O juiz,  que também estava combinado para levar o pobre homem à morte, simulou um  julgamento justo, fazendo uma proposta ao acusado que provasse sua inocência. Disse o juiz: Sou de uma profunda religiosidade e por isso vou deixar sua  sorte nas mãos do Senhor; vou escrever em um pedaço de papel a palavra  INOCENTE e noutro pedaço a palavra CULPADO. Você sorteará um dos papéis e  aquele que sair será o veredicto. O Senhor decidirá seu destino, determinou o juiz. Sem que o acusado percebesse, o juiz preparou os dois papéis, mas em ambos escreveu CULPADO de maneira que, naquele instante, não existia nenhuma  chance do acusado se livrar da forca. Não havia saída. Não havia  alternativas para o pobre homem. O juiz colocou os dois papéis em uma mesa e mandou o acusado escolher um. O homem pensou alguns segundos e pressentindo a vibração, aproximou-se confiante da mesa, pegou um dos papeis e  rapidamente colocou na boca e o engoliu. Os presentes ao julgamento reagiram  surpresos e indignados com a atitude do homem. Mas o que você fez ? E agora? Como vamos saber qual seu veredicto? – É  muito fácil, respondeu o  homem. Basta olhar o outro pedaço que sobrou e saberemos que acabei engolindo o seu  contrário. Imediatamente o homem foi libertado. Mensagem: – Por mais difícil que seja uma situação, não deixe de acreditar e lutar até o último momento. SEJA CRIATIVO! QUANDO TUDO PARECER PERDIDO, USE!  “Quando você tiver um grande problema, não vá até DEUS dizer que você tem um  grande problema. Vá até o problema e diga que você tem um grande DEUS”.

——————————————————–

ARRISCAR !

Se existem três sapos numa folha, e um deles decide pular da folha para a água, quantos sapos restam na folha? A resposta certa é: Restam três sapos. Porque o sapo apenas decidiu pular. Ele não fez isso.  Nós não somos como o sapo muitas vezes? Que decide fazer isso, fazer aquilo, mas ao final acabamos não fazendo nada?  Na vida temos que tomar muitas decisões. Algumas fáceis; algumas difíceis. A maior parte dos erros que cometemos não se devem a decisões erradas. A maior parte dos erros se devem às indecisões. Temos que viver com a consequência das nossas decisões. E isto é arriscar. Tudo é arriscar.  Rir é correr o risco de parecer um tolo. Chorar é correr o risco de parecer sentimental. Abrir-se para alguém é arriscar envolvimento.  Expor os sentimentos é arriscar a expor-se a si mesmo. Expor suas ideias e sonhos é arriscar-se a perdê-los. Amar é correr o risco de não ser amado. Viver é correr o risco de morrer. Ter esperanças é correr o risco de se decepcionar. Tentar é correr o risco de falhar. Os riscos precisam ser enfrentados, porque o maior fracasso da vida é não arriscar nada.  Pessoa que não arrisca nada, não faz nada, não tem nada, é nada. Ela pode evitar o sofrimento e a dor, mas não aprende, não sente, não muda, não cresce ou vive. Presa à sua servidão, ela é uma escrava que teme a liberdade. Apenas quem arrisca é livre. – O pessimista queixa-se dos ventos. O otimista espera que mudem. O realista ajusta as velas. (Autoria Desconhecida)

 —————————————————–

BOBINHA

A professora da 6ª série perguntou para a turma: – Qual é a parte do corpo humano que aumenta em 10 vezes seu tamanho quando é estimulada? Ninguém respondeu, até que a Natascha levantou,furiosa, e disse: – Você não deveria fazer uma pergunta dessas para crianças da 6ª série! Eu vou contar para meus pais, e eles vão falar com o diretor, e ele vai demitir você!  Então, ela sentou-se murmurando: – Cara, ela vai se meter numa encrenca! Para o espanto da Natascha, a professora não apenas a ignorou, como fez a pergunta novamente! – Qual é a parte do corpo que aumenta em 10 vezes seu tamanho quando é estimulada? Alguém sabe? Finalmente, Rodrigo levantou-se, olhou em redor nervosamente, e disse:- A parte do corpo que aumenta 10 vezes seu tamanho quando é estimulada é a pupila do olho. A professora disse: – Muito bem, Rodrigo! Então, voltou-se para a Natascha e continuou: – E quanto a você, mocinha, tenho três coisas para lhe dizer: – Uma, você tem uma mente muito suja para sua idade; – Duas, você não leu a sua lição de casa e, – Três, um dia, você ainda vai ficar muito…, mas muito desapontada,… viu?

——————————————————–

AMOR

“Um homem de idade já bem avançada, veio à clinica onde trabalho para fazer um curativo na mão ferida. Estava apressado dizendo-se atrasado para um compromisso muito importante. Enquanto o tratava perguntei-lhe qual o motivo da pressa. Ele me disse que precisava ir a um asilo de anciões para, como sempre, tomar o café da manhã com sua esposa que esta internada lá. Disse-me que ela já estava há algum tempo nesse lugar porque tinha a doença de “Alzheimer” bastante avançada. – Enquanto acabava de fazer o curativo, perguntei-lhe se ela não se alarmaria pelo fato de estar chegando mais tarde. – Não ele disse. Ela já não sabe quem eu sou . Faz quase 5 anos que não me reconhece mais. Estranhando perguntei-lhe: – Mas se ela não o reconhece, e não sabe quem o senhor é, por que essa necessidade de estar com ela todas as manhãs. Ele sorriu dando-me uma palmadinha na mão e disse: – É, ela não sabe quem eu sou, mas eu sei muito bem quem ela é. Meus olhos lacrimejaram enquanto ele saia e eu pensei: – Essa é a classe de amor que eu quero para minha vida. O verdadeiro amor não se reduz ao físico, nem ao romântico. O verdadeiro amor, –  é a aceitação de tudo o que o outro é…, do que foi…, do que será e….do que já não é….”

Deixe seu comentário aqui: