Novo Portal Ed. 1143

CORREIOS: UMA EMPRESA AOS FRANGALHOS
O Presidente da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, Guilherme Campos Júnior, foi convidado para discutir a situação da empresa em audiência conjunta das comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; de Direitos Humanos e Minorias; de Finanças e Tributação; e de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia. “Segundo informações da imprensa, os Correios tiveram um prejuízo de cerca de R$ 500 milhões nos dois primeiros meses do ano”, afirmou o deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), um dos parlamentares que propôs a realização da audiência. Além disso, acrescentou Hauly, a empresa “contabilizou um prejuízo de R$ 2,1 bilhões em 2015 e um novo rombo de R$ 3 bilhões em relação ao ano de 2016.” O deputado Luiz Couto (PT-PB), que também apresentou requerimento pedindo o debate, quer aproveitar a oportunidade para discutir também os frequentes assaltos ocorridos contra agências dos Correios que atuam como correspondente bancário. Tudo isso por causa das indicações políticas do PT e de outros partidos para cargos de comando da empresa de pessoas desqualificadas, despreparadas, mas políticos que levantaram a bandeira desses partidos. Resultado: os Correios é uma empresa que não cumpre seu papel e só causa prejuízos aos usuários de seus serviços.


GANGUE DA PENSÃO POR MORTE
Por essa e por outras é que o INSS está na situação lastimável e o Governo Federal quer jogar nas costas do povo brasileiro a conta deflagrada por criminosos e sonegadores. Na manhã de quarta-feira (26/04), a Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Sétima Arte, que investiga esquema de fraudes na concessão de benefícios de pensão por morte no Pará e no Ceará. As investigações da PF identificaram a existência de organização criminosa formada para fraudar o INSS, com o envolvimento de um vereador de Xinguara, sudeste paraense, servidores do INSS, pessoas vinculadas ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais – STR do município, bem como diversos “aliciadores de beneficiários”. O grupo é responsável pela fraude na concessão de benefícios previdenciários de pensão por morte, incorrendo, assim, nos crimes de organização criminosa (artigo 2° c/c art. 1°, §1°, da Lei n° 12.850/2013), estelionato qualificado (art. 171, §3°, do CP) e inserção de dados falsos em sistemas de informação (art. 313-A do CP). Cerca de 50 policiais federais estão cumprindo 6 mandados de busca e apreensão e 13 mandados de condução coercitiva expedidos pela Justiça Federal, a pedido da Polícia Federal de Redenção/PA. Foram deferidos, também, os pedidos de bloqueio de bens, contas bancárias e quebra dos sigilos fiscal e bancário de alguns investigados.


GANHANDO PONTO: A Operação Tiradentes integrada pela Polícia Militar (PM) e o DETRAN, que resultou na apreensão de armas e motos na região da PA-370, na tarde de domingo (23/04), em Santarém. Segundo a Polícia, durante as abordagens, foram encontradas espingardas; pessoas foram detidas, levadas a 16ª Seccional de Polícia Civil e liberadas após pagarem fiança. Ainda durante a operação, foram apreendidas motos, que segundo a PM, estavam circulando de forma irregular. É importante que essas operações se façam nos corredores de saídas de grandes áreas periféricas urbanas, como a grande área do Santarenzinho, da Nova República e da Prainha, visto que a maioria dos meliantes sai dessas localidades para a prática de assaltos e outras ações maléficas. Se a Polícia Militar também seu unir com a Polícia Civil multiplicando o número de agentes nessas ações, o resultado será bem mais positivo.


PERDENDO PONTO: A violência crescente na capital do Estado (Belém), especificamente no que diz respeito ao registro de homicídios nos meses iniciais do ano de 2017. De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (SEGUP), foram registrados 442 homicídios na região Metropolitana de Belém durante o primeiro quadrimestre de 2017. Apenas uma pessoa havia sido presa até o último dia 17 de abril por suspeita de envolvimento nestes casos. Conforme dados da SEGUP, no ano de 2016, foram registrados 3.650 casos em todo o Pará. Na grande Belém, esse número foi de 1.406, sendo que cerca de 30% das mortes foram motivadas por desentendimentos, motivos fúteis ou intolerância.


PONTUANDO:# Desrespeito às faixas de pedestres– Os condutores de veículos de Santarém ainda não se ajustaram às regras de trânsito que mandam respeitar a prioridade dos pedestres transeuntes nas vias públicas. Já foram vários os acidentes causados por motoristas que priorizam o seu deslocamento em detrimento do pedestre, principalmente nas faixas marcadas para as travessias de ruas e avenidas. Recentemente uma senhora foi barbaramente atropelada porque, mesmo na faixa específica de travessia, foi colhida por um veículo que fugiu do local. O fato gerou a morte da senhora e só não atingiu seu filho porque ela sacrificou-se em favor dele. # Ainda sobre o trânsito – Ouvindo um programa de rádio local discutindo essas imprudências de motoristas, me fixei na manifestação de um ouvinte que sugeriu que antes de todas as faixas de pedestres, a SMT instalasse redutores de velocidade evitando ou diminuindo duas coisas: abalroamento de veículos pela parada do que segue à frente e próximo à faixa; alertaria os motoristas para reduzirem a velocidade pela proximidade da travessia de pedestre na faixa sinalizada. # A bandidagem aumenta em Santarém – Cada vez mais se repetem os assaltos em Santarém. A maioria a mão armada e praticados por motoqueiros. Os mais recentes registraram a ação da Polícia em perseguição a dois meliantes no centro da cidade, aonde ambos fugiam da equipe da PM e foram presos em plena Orla da cidade, isso depois de serem baleados por enfrentarem os policiais. O outro assalto ocorreu dia 26/04 no centro da cidade, quando um meliante tentou assaltar estudantes. Foi agarrado e pegou muita porrada até a chegada da Polícia. # As barreiras policiais – A boa iniciativa do comando da Polícia Militar em fazer barreiras policiais pela cidade pode gerar resultados, se não de imediato, no futuro. É que tais barreiras inibem a movimentação de bandidos e mostram que a Polícia está atenta. Parabéns! # SMT em Alter do Chão – Vi domingo, dia 23/04, o carro da fiscalização da STM circulando na área urbana de Alter do Chão. A presença daquele veículo vai evitar que motoristas estacionem em lugar indevido ou desenvolvam velocidades excessivas, além, é claro, do receio de dirigir embriagado e ser flagrado. # Orla sem fiscalização – Quem faz caminhada na Orla da cidade vai constatar que naquela parte ainda em construção (continuidade feita no Governo de Von), sem piso, mas somente aterrada, os barcos estão fazendo amarração com alavancas encostadas na parte de concreto, o que já causou alguns estragos. Se houver tempestade aqueles barcos vão ser jogados pela força do vento, caso em que colocarão em perigo a nova estrutura da Orla. Tudo porque está faltando uma fiscalização mais severa por parte do Município naquele trecho para impedir as atracações. # Criminalizada a prática de furar bloqueio policial – A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou proposta que altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei nº 9.503/97) para tornar crime a prática de furar bloqueio policial sem autorização. A punição prevista é de detenção, de 3 meses a 1 ano, além de multa e de suspensão ou proibição do direito de dirigir. Atualmente, o Código considera esse tipo de conduta apenas infração administrativa, punível com multa, apreensão do veículo e suspensão do direito de dirigir. O texto aprovado é o substitutivo da Comissão de Viação e Transportes para o Projeto de Lei 5226/16, do deputado Cabo Sabino (PR-CE). # SEMINFRA enfrenta as chuvas – Apesar das dificuldades de obtenção de asfalto e de outros apetrechos para a operação tapa buracos, ainda assim o Secretário Daniel Simões está, aos poucos, tampando a buraqueira que o inverno vai deixando nas ruas de asfalto de fina espessura e que não suportam um inverno mais forte. Seja como for, o Daniel está devagarinho arrumando as ruas e avenidas da cidade. # Delegacia da Mulher – A vitória é de toda sociedade santarena, porém, o empenho maior foi do Presidente da Subseção da OAB/STM para que a delegacia da mulher funcione aos sábados e domingos. Até então, o expediente daquela especializada se resumia a 05 dias na semana. Vários seguimentos da sociedade se aliaram ao Dr. Ubirajara nessa luta em Belém junto ao Delegado Geral. # Ameaça velada do Exército – O comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, diz que o Brasil vive uma aguda crise moral por causa dos “incontáveis escândalos de corrupção”. “A aguda crise moral expressa em incontáveis escândalos de corrupção nos compromete o futuro. A ineficiência nos retarda o crescimento. A ausência de um mínimo de disciplina social, indispensável à convivência civilizada, e uma irresponsável aversão ao exercício da autoridade oferecem campo fértil ao comportamento transgressor e à intolerância desagregadora”, disse o comandante durante a cerimônia de entrega da Ordem do Mérito Militar, em Brasília. # O abraço vai para o grande empresário e contador Admilton de Almeida, Diretor-Presidente do Jornal O Impacto. Ele também lê essa coluna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *