Novo Portal Ed. 1146

SANTARÉM AFUNDA NAS DROGAS
A nossa querida Santarém, que antes foi a cidade da calmaria, da tranquilidade, da segurança para se viver e das conversas à tarde nas calçadas pelos vizinhos, se transformou num caldeirão de insegurança, território de assaltantes, drogados, traficantes, estupradores e homicidas. Tudo isso porque as drogas aos poucos invadiram o nosso espaço territorial e tornou a calmaria do passado no pandemônio do presente. De quem é a culpa? Das autoridades de segurança que não acompanharam a proliferação das drogas nos bairros; que não vislumbraram a ação dos traficantes; que se mantiveram inertes num quadro caótico que a cada dia se alterava pelos atos criminosos, para chegar onde estamos, com assaltos diários, consumo imoderado de drogas, atentados ao patrimônio alheio e à integridade física das pessoas de bem. No meio disso tudo estão os viciados de classes mais pobres, mais miseráveis, mas também estão os consumidores de cocaína e de maconha que se escondem na empáfia de empresários, de profissionais liberais, pretendendo enganar a todos, quando se sabe que estes não passam de reles viciados em substâncias entorpecentes, das quais fazem uso diário. Por tudo isso, e por mais que as Polícias se desdobrem, principalmente o brilhante trabalho da PM, a verdade é que se torna difícil controlar o crime no nosso Município.


BRASIL: O PAÍS DOS MELIANTES E DA IMPUNIDADE
O Brasil tem alto índice de criminalidade por vários fatores. Além da impunidade por falta de polícias bem equipadas, pela corrupção que impera nas forças de segurança e até no Judiciário e pela brandura de suas penas, tem lugar de destaque no cenário mundial como de alto índice de insegurança pública. Conta-se nos dedos os países que não adotam a prisão perpétua, entre eles o Brasil, exatamente nesses os índices de criminalidades são altos, com exceção da Noruega, Portugal, Espanha, os demais estão vivendo descontrole da criminalidade. Assim, México, Brasil, Uruguai, Bolívia, Equador, Colômbia, Venezuela, México, Portugal, Espanha, Noruega, Filipinas, Nepal e uns poucos países dos Balcãs, tem pena máxima de privação de liberdade que gira em torno de 30 a 40 anos. Aqui, a situação piora pelas benesses concedidas na Lei de Execuções Penais, permitindo saídas de condenados para tudo que é data comemorativa. Assim, condenados perigosos são autorizados a tais saídas e uma vez fora praticam os mais bárbaros crimes, muitos dos apenados nem se quer voltam ao presídio. Apesar de tudo, nossos legisladores não impõem punições mais severas e não acabam com as condenáveis saídas de presos por determinação judicial.


GANHANDO PONTO: A Lei n° 8.481, do Governo do Estado do Pará, publicada na edição de sexta-feira (12/05) no Diário Oficial do Estado, a qual obriga os cartórios de Registro Civil a fazerem publicidade dos benefícios de gratuidade das certidões civis de nascimento e de óbito, bem como a emissão do primeiro documento. Os cartórios deverão ainda colocar, em local visível e de fácil acesso à população, a tabela dos serviços notariais e de registros, emitida pelo Tribunal de Justiça do Estado do Pará. A Lei Estadual reforça o que estabelece uma decisão Federal, de 10 de dezembro de 1997, que trata de atos do exercício da cidadania e institui para o Brasil a gratuidade para pessoas comprovadamente pobres.Vamos esperar que os cartórios cumpram a determinação legal.


PERDENDO PONTO: O Brasil que deixou de arrecadar 140 bilhões de reais devido à corrupção, conforme estimativa feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU). O cálculo leva em conta percepção de corrupção, redução da eficiência do gasto público e desestímulo a investimentos. “Com a falta de governança e a corrupção, há perda de credibilidade, os investimentos caem e o País deixa de crescer e arrecadar. Fizemos uma conta em termos de tributos desse valor”, afirma o ministro Augusto Nardes em entrevista ao jornal Folha de São Paulo. Ainda de acordo com o ministro, os técnicos do gabinete dele deverão computar as perdas da Petrobras com a corrupção, com base em dados das auditorias do próprio órgão da União.


PONTUANDO:# Mais políticos da política brasileira – Todo mundo assistiu o noticiário nas Tvs e nas mídias em geral dos casos mais recentes envolvendo expoentes da política brasileira como é o caso do Presidente Michel Temer, Aécio Neves e outros, todos metidos no mesmo saco de indignidade, de corrupção, de falcatruas e de sacrifício ao povo deste País. Assim, coloca-se na mesma panela de criminosos: Lula, Dilma, os ministros dela, José Dirceu, Palocci, Cunha, Aécio e tantos outros que nem dá para enumerar. # Exploração aérea – Apesar das injunções de alguns políticos junto à ANAC – é o caso do deputado federal Chapadinha e da deputada Elcione Barbalho –objetivando baixar o preço das passagens das empresas que têm voos regulares para Santarém, o fato é que as empresas aéreas castigam o povo da Região Norte com preços de passagens estratosféricos. Uma passagem de Fortaleza para Santarém se for comprada com 05 ou 06 dias de antecedência, custa o exorbitante valor de 1.628,00 na Gol, não sendo diferente nas outras empresas. O valor extrapola uma passagem de ida e volta à América Central. Que absurdo! # As incoerências da CELPA– Não dá para entender! A CELPA deixa muitos consumidores com energia ligada, porém em atraso no pagamento por mais de 02 ou 03 meses, não cortando o fornecimento. Para outros, se o atraso for de apenas 02 dias já manda o reaviso com ameaça de corte. Para outros, como é o meu caso, mesmo pagando religiosamente em dia (não tenho culpa se o Banco não repassou o crédito), também recebi reaviso, mesmo sem dever. Corre, entretanto, a notícia de que esse tal de reaviso é falso fruto da imaginação de uns bandidos que querem enganar os consumidores. Com a palavra a CELPA. # Alter do Chão/ Novas barraquinhas – O meu amigo e administrador da Vila de Alter do Chão, Carlos Zampietro, fez no dia 13/05, com a presença do Prefeito e de outras autoridades, a inauguração de um recanto de venda de iguarias com novas barracas bem ao lado da Igreja, dando um novo visual ao espaço que antes servia de estacionamento. As velhas barracas foram retiradas do lado do elevado da Praça para que o espaço sirva de estacionamento. Já é um bom início para o balneário que precisa e muito de ações e realizações estruturais para causar boa impressão ao turismo receptivo. Alter do Chão merece tudo de bom! # População de Recife endividada – Os dados do levantamento realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas do Recife (CDL Recife) revelam que: o desemprego, a crise econômica e os juros elevados dos cartões de créditos são alguns fatores indicativos para a situação de inadimplência na capital pernambucana no último mês de abril. Mais da metade dos devedores (57,4%) contam ter entre 31% a 50% da sua renda comprometida com a quitação de débitos atrasados, um aumento de 51,8% em comparação com o ano passado. # E haja desemprego! – Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério do Trabalho, o número de vagas formais no Pará acumula o maior déficit da Região Norte e o segundo maior do Brasil, em 12 meses. Desde março/2016 já são 38.490 vagas fechadas no saldo entre admissões e demissões, uma queda de 5%. Só em março de 2017 3,3 mil empregos formais desapareceram. # Bloqueio de bens de ex-secretários – O Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (GAECC/MPRJ) obteve a indisponibilidade de bens dos ex-SecretáriosMunicipais de Saúde, Hans Dohmann e Daniel Soranz, e de outros réus da Ação Civil Pública que trata sobre o desvio de recursos públicos por meio de contratos com a Organização Social (OS) Biotech. Os bens dos acusados serão bloqueados até o valor global de R$ 110,8 milhões. Os irmãos Wagner Viveiros Pelegrine e Valter Pelegrine Junior são acusados de desviar cerca de R$ 53 milhões em recursos da saúde, por meio de contratos com a OS Biotech e outras empresas coligadas ao grupo. # TJ/PA e o combate à corrupção – Uma força tarefa definida pelo Presidente do Tribunal de Justiça do Pará (TJ/PA), Desembargador Ricardo Ferreira Nunes vai atuar, de 26 a 30 de junho, em todas as Varas e Comarcas do Poder Judiciário no Pará, para impulsionar a tramitação de processos relacionados à corrupção, à improbidade administrativa e às ações coletivas, previstas, respectivamente, nas metas 4 e 6 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A Desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento coordenará o mutirão. # A impunidade ressoando no exterior – O Brasil foi condenado pela Corte Interamericana de Direitos Humanos (IDH), da Organização dos Estados Americanos (OEA), por impunidade em casos de violência policial na favela Nova Brasília, no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, em casos ocorridos em 1994 e 1995, que deixaram 26 pessoas mortas. A sentença também abrange outras punições, inclusive pagamento de indenizações às vítimas de violência sexual. # A contribuição sindical cairá?– Na proposta de alterações da legislação trabalhista brasileira foi incluída a eliminação daquela contribuição sindical que todo empregado, quer queira, quer não, seja sindicalizado ou não, é obrigado a pagar para as centenas de sindicatos existentes no Brasil que não fazem nada pelos empregados, mas que pessoas brigam para comandar um deles. O projeto de mudanças foi encaminhado; e com a pressão dos tais sindicatos, já estão querendo relativizar a extinção da tal contribuição e com o apoio de alguns parlamentares. É um absurdo você pagar para não ter nada em retorno. # O abraço vai para todos os garis que nessa semana comemoraram o seu dia especial (15/05). Todos eles são trabalhadores que merecem o nosso respeito e admiração.

Deixe seu comentário aqui: