Justiça manda desocupar área da União invadida em Santarém

Grupo Tático Operacional usou um trator para derrubar barracos construídos pelos invasores.

São várias área invadidas em Santarém. Em algumas, os invasores permanecem, como a área da Rodovia Fernando Guilhon que foi invadida, várias tentativas de desocupação já foram feitas, mas os invasores permanecem no local, que já virou um bairro, com muitas residências, ficando agora mais difícil de saírem.

No final da tarde de ontem, segunda-feira (19), uma área pertencente à União localizada na Travessa Turiano Meira com Avenida Haroldo Veloso, em Santarém, que foi invadida por mais de 20 famílias, foi desocupada, através de uma reintegração de posse deferida pela Justiça em favor da União.

Durante a reintegração de posse, as famílias tentaram frear a ação do Grupo Tático Operacional, mas o GTO, usando um trator, derrubou os barracos que haviam sido construídos pelos invasores Há cerca de duas semanas. O líder dos invasores foi levado para a Seccional de Polícia Civil, após tentar tumultuar a ação.

A área que em 2009 foi repassa à Prefeitura de Santarém para a construção de um centro administrativo foi retomada anos depois.
Segundo informações do 8º BEC (Batalhão de Engenharia de Construção), atualmente o imóvel está sob a responsabilidade da Superintendência do Patrimônio da União (SPU/PA) para regularização dominial e cartorial.

Fonte: RG 15/O Impacto

Um comentário em “Justiça manda desocupar área da União invadida em Santarém

  • 22 de junho de 2017 em 10:31
    Permalink

    A Prefeitura Municipal queixa-se de falta de áreas para seus projetos de construções de creche, escolas, postos de saúde, etc, mas fica esperando cair do céu a regularização, pelo Patrimônio da União, desse gigantesco terreno !

    Resposta

Deixe seu comentário aqui: