NEWS – ATUALIDADES Ed. 1155

CONTO DE FADAS PARA AS MULHERES DO SÉCULO 21…
Era uma vez… em uma terra muito distante… uma princesa linda, independente e cheia de auto-estima deparou-se com uma rã enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago de seu castelo estava de acordo com as conformidades ecológicas. Então uma rã pulou em seu colo e disse: – Linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito. Uma bruxa má me jogou um encanto e eu me tornei essa rã asquerosa. Um beijo seu, no entanto, há de me transformar de novo em um belo príncipe e poderemos nos casar e constituir residência em seu lindo castelo. Mamãe poderia vir morar conosco e você poderia preparar meu jantar, lavar minhas roupas, criar meus filhos e seríamos felizes para sempre… – Naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã à sautée, acompanhadas de um cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, ela riu e pensou consigo mesma: – Nem morta!


LEMBRANÇAS!!!
Um casal de velhinhos está numa festa de aniversário numa antiga taverna da cidade. O marido, todo fogoso, fala para a senhora sua esposa: – Você se lembra da primeira vez que nós fizemos sexo há 50 anos? Nós fomos para trás dessa taverna, você se reclinou na cerca e eu fiz amor com você. – Claro, me lembro bem! – diz a velhinha. – Certo, então o que você acha de ir lá agora, fazermos a mesma coisa… Para relembrar os velhos tempos? – Ohhh Henry, seu safadinho! Parece uma boa ideia! Um homem, sentado na mesa ao lado, ouve toda a conversa e fica chocado! Ele pensa:”Tenho que ver isso, dois velhos pendurados na cerca….” e segue o casal. O casal sai da taverna se apoiando um no outro, ajudados por suas bengalas. Finalmente chegam aos fundos da taverna, ambos livram-se de suas roupas. Ela se vira, o velho parte pra briga e os dois se reclinam sobre a cerca. De repente, eles eruptem o mais furioso sexo que o curioso já viu. Eles pulam como adolescentes. E isso vai pelos próximos 40 minutos, incansavelmente! Até que a velhinha dá o grito final: – Aaaiiiiiiiii meu Deus!!! O curioso está espantado. Foi o sexo mais atlético imaginável! E finalmente o casal, em colapso total, cai ao chão. O curioso decide que tem que descobrir qual o segredo do velhinho pra tamanho desempenho! Quando o casal se recupera, se levantam e colocam suas roupas, o curioso vai até o velho: – Meu Deus, isso foi incrível! Você foi um animal por mais de 40 minutos! Como você faz isso? É algum tipo de segredo? – Não. diz o velhinho – Não tem segredo nenhum. Exceto…que há 50 anos, esta “PORRA” de cerca, não era “ELETRIFICADA” !!!.


AMIGOS !
Meus amigos são todos assim: metade loucura, outra metade santidade. Escolho-os não pela pele, mas pela pupila, que tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante. Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo. Deles não quero resposta, quero meu avesso. Que me tragam dúvidas e angústias e aguentem o que há de ótimo, e pior em mim. Para isso, só sendo louco. Louco que senta e espera a chegada da lua cheia. Quero-os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças. Escolho meus amigos pela cara lavada e pela alma exposta. Não quero só o ombro ou o colo, quero também sua maior alegria. Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto. Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade. Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos. Pena, não tenho nem de mim mesmo, e risada, só ofereço ao acaso. Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça nunca. Não quero amigos adultos, nem chatos. Quero-os metade infância e outra metade velhice. Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto, e velhos, para que nunca tenham pressa. Tenho amigos para saber quem eu sou, pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que a normalidade é uma ilusão imbecil e estéril. Por isso viva sua loucura, pois aos outros poderá parecer alegria. – Ex: “Uma coisa é uma coisa, outra coisa, é outra coisa”. Interprete !!!


VAMOS TODOS EMAGRECER!!! – A DIETA DO SEXO
Sexo é a maneira mais eficaz de perder peso. Veja quantas calorias você pode perder durante uma transa. TIRANDO A ROUPA : Com o consentimento dela….10 Cal , Sem o consentimento dela…190 Cal ; – ABRINDO O SUTIÃ : Com as duas mãos … 8 Cal ,Com uma mão … 32 Cal, Com uma mão, sendo espancado por ela …107 Cal, COLOCANDO A CAMISINHA: Com ereção…6 Cal , Sem ereção…644 Cal, NA HORA DA TRANSA: Tentando encontrar o clitóris…12 Cal, Tentando encontrar o ponto G…13 Cal, Tentando fazer ela virar…348 Cal, POSIÇÕES : Papai e Mamãe…12 Cal, Frango Assado…20 Cal, Peão do Boiadeiro…89 Cal, 69 deitado …10 Cal, 69 em pé …912 Cal, PÓS O ORGASMO : Ficar na cama abraçadinho …18 Cal, Virar de lado…36 Cal, Explicar para ela por que virou de lado…814 Cal, TENTANDO DAR A SEGUNDA : Se você tem de 16 a 19 anos …12 Cal, Se você tem de 20 a 29 anos ….38 Cal, Se você tem de 30 a 39 anos …112 Cal, Se você tem de 40 a 49 anos…326 Cal, Se você tem de 50 a 59 anos …973 Cal, Se você tem acima de 60 anos …2.926 Cal , COLOCANDO A ROUPA: Colocando a roupa calmamente…. 32 Cal, Com pressa de se mandar…96 Cal, Com o marido dela batendo na porta…2.438Cal


DOUTOR EM LATIM
Amparando-nos no erudito Dr. Sérgio Niemeyer : “O étimo da palavra “Doutor” é o substantivo do latim: “doctor”, que significa mestre, o que ensina. Por sua vez, “Doctor” é a substantivação do verbo “doceo, es, ere, docui, doctum”, também em latim, que no nosso vernáculo quer dizer instruir, ensinar. Portanto, eis aí mais um alento de que “doutor” não é somente aquele que possui o grau obtido em curso de doutorado, mas também a pessoa cujos conhecimentos permitem-na atuar como preceptora de outrem. Ou seja, aquele que é douto em alguma matéria. E mais disso, a exemplo da palavra “mestre”, que não é empregada apenas para qualificar o que haja obtido a láurea em curso de mestrado (pós-graduação em sentido estrito), mas também se usa, e é mesmo correntia, no meio acadêmico para referir aos professores e até nas artes marciais. Com frequência chamamos o professor dessa ou daquela matéria de “mestre”, como os pupilos ou discípulos chamam, outrossim, de “mestre” quem lhes ensina os segredos da defesa pessoal com as mãos vazias e a destreza com as antigas armas de combate (espada, lança, esgrima, machado etc.). Portanto, isso me parece enterrar, vez por todas, os argumentos daqueles que insistem em que o tratamento de “Doutor” representa uma apropriação indevida decorrente da filáucia exagerada, ou espoliação do grau em doutoramento por alguém que o não possui, porquanto a língua portuguesa tem uma origem e em grande medida, apesar das vicissitudes, segue rumos ditados pela língua “mater”: o latim”


TUTO QUI SIMPRE NECESSITATO SAPERE, ASSUNTATO COM MA MAMA:
– Mina mãe me ensinou a apreciar uno traballo bei ferito: “Se vão se matar, façai esso lá fora. Acabei de limpar equi!” – Mina mãe me ensinou redigião: “Melhor rezar era bue desta manchi gaia do sapete!” – Mina mãe me ensinou lógica: “Porque tu dio qui é assim, por isso….e ponto!” – Mina mãe me ensinou previsões: “Estesa certo de star usando rompa íntima limpa e sem buracos, pois no caso de se ter um acidente… “ – Mina mãe me ensinou ironia: “Continua chorando e voi te dar una ragão ora chorar.” – Mina mãe me ensinou técnicas de odontologia: “Volta a me responder assi e quebro todos osi seus dente!” – Mina mãe me ensinou a economizar: “Guardi sua lágrimas cara quando es morrer.” – Mina mãe me ensinou osmose: “Fecha essa bocca e come!” – Mina mãe me ensinou contorsionismo: “Olia o cascão due est me sua nuca!!!” – Mina mãe me ensinou foraça de vontade: “Vai ficar aí sentano até terminai esse espinafre!” – Mina mãe me ensinou meteorologia: “Parete due un furacão passo pelo sei quarto!” – Mina mãe me ensinou ipocrisia: “Te disse un milhão de vezes paia não sera exagerado!” – Mina mãe me ensinou modificação de padriões de comportamento: “Deixa de agir colo seu dai!” – Minha mãe me ensinou habilidades cono ventriloquia: “Não resmungue, calo a buca e me risponde: porque vociê fez esso?”
– Mina mãe me ensinou retião: “Voi che dar una boia suora se voltare a fazer esso, vai vera!” (agradeço à Wanda).


O ASPIRANTE…
Havia certa vez um homem navegando com seu balão, por um lugar desconhecido. Ele estava completamente perdido, e quão grande foi sua surpresa quando encontrou uma pessoa… Ao reduzir um pouco a altitude do balão, em uma distância de 10m aproximadamente, ele gritou para a pessoa: – Hei, você aí, aonde eu estou??? E então o jovem respondeu: – Você está num balão a 10 m de altura!!! Então o homem fez outra pergunta: – Você é aspirante, não é??? O rapaz respondeu: – Sim, Puxa! Como o senhor adivinhou? E o homem: – É simples, Você me deu uma resposta tecnicamente correta, mas que não me serve para nada… Então o Aspira pergunta:- O senhor é capitão, não é??? E o homem: – Sou…Como você adivinhou??? E o rapaz: – Simples: o senhor está completamente perdido, não sabe fazer nada e ainda quer colocar a culpa no aspirante…


AS COISAS BOAS DA VIDA
1. Apaixonar-se. 2. Rir tanto até que as faces doam. 3. Um chuveiro quente.4. Um supermercado sem filas. 5. Um olhar especial.6. Receber correio. 7. Conduzir numa estrada linda. 8. Ouvir a nossa música preferida no rádio. 9. Ficar na cama a ouvir a chuva cair la fora. 10. Toalhas quentes acabadas de serem brunidas. 11. Encontrar a camisola que se quer em saldo a metade do preço. 12. Batida de chocolate (ou baunilha), (ou morango). 13. Uma chamada de longa distância. 14. Um banho de espuma. 15. Rir baixinho. 16. Uma boa conversa. 17. A praia. 18. Encontrar uma nota de 20 euros no casaco pendura do desde o último inverno. 19. Rir de si mesmo. 20. Chamadas à meia-noite que duram horas. 21. Correr entre os jatos de água de um aspersor. 22. Rir por nenhuma razão especial. 23. Alguém que te diz que és o máximo. 24. Rir de uma anedota que vem a memória. 25. Amigos. 26. Ouvir acidentalmente alguém dizer bem de nos. 27. Acordar e verificar que ainda há algumas horas para continuar a dormir. 28. O primeiro beijo (ou mesmo o primeiro ou o primeiro com novo parceiro). 29. Fazer novos amigos ou passar o tempo com os velhos. 30. Brincar com um cachorrinho. 31. Haver alguém a mexer-te no cabelo. 32. Belos sonhos. 33. Chocolate quente. 34. Fazer-se a estrada com amigos. 35. Balancear-se num balance. 36. Embrulhar presentes sob a árvore de Natal comendo chocolates e bebendo a bebida favorita. 37. Letras de canções na capa do CD para podermos cantá-las sem nos sentirmos estúpidos. 38. Ir a um bom concerto. 39. Trocar um olhar com um belo desconhecido. 40. Ganhar um jogo renhido. 41. Fazer bolachas de chocolate. 42. Receber de amigos biscoitos feitos em casa. 43. Passar tempo com amigos intimos. 44. Ver o sorriso e ouvir as gargalhadas dos amigos. 45. Andar de mão dada com quem gostamos.46. Encontrar por acaso um velho amigo e ver que algumas coisas (boas ou mas) nunca mudam. 47. Patinar sem cair. 48. Observar o contentamento de alguém que está a abrir um presente que lhe ofereceste. 49. Ver o nascer do sol. 50. Levantar-se da cama todas as manhãs e agradecer outro belo dia. – Amigos são anjos que nos levantam pelos pés quando as nossas asas não se conseguem lembrar de como se voa.


VALOR
“O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.” (Fernando Pessoa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *