NEWS – ATUALIDADES Ed. 1161

ME PEDIRAM UMA COLUNA SÓ COM DICAS DE SAÚDE NATURAL, … AQUI VAI :
3 TRUQUES PARA CONTROLAR O DIABETES QUE “ELES” NÃO QUEREM QUE VOCÊ SAIBA
No mundo, mais de 250 milhões de pessoas têm diabetes. Para ajudar a aliviar os sintomas e garantir o bem-estar, é importante uma alimentação balanceada e a prática regular de exercícios físicos. No mundo, mais de 250 milhões de pessoas têm diabetes. Para ajudar a aliviar os sintomas e garantir o bem-estar, é importante uma alimentação balanceada e a prática regular de exercícios físicos. Esses dois fatores, além de prevenir o diabetes tipo 2, também ajudam a controlar os níveis de açúcar no sangue de quem já é propenso à doença. A atividade física é muito importante para a prevenção e controle da doença. Ela oferece muitas vantagens, como: – Perda de peso – Melhoria na circulação sanguínea – Bom humor – Sono tranqüilo – Mais energia – Diminuição da ansiedade Mas porque isso acontece? O corpo libere serotonina, que é um neurotransmissor responsável pela sensação de prazer e bem-estar. No entanto, antes de qualquer exercício, é importante monitorar os níveis de glicose. E o seu médico tem que autorizar a prática de exercícios físicos. É importante entender que o diabetes é uma doença do sedentarismo. A alimentação ruim e a falta de exercícios contribuem intensamente para o surgimento dela. As pessoas deprimidas também são propensas a sofrer desta doença. Se você dorme menos de 6 horas, também está mais propenso a ficar diabético. A alimentação saudável é a melhor proteção contra o diabetes. Fique longe do açúcar de do excesso de carboidratos (farinha de trigo principalmente). E, para reforçar a prevenção, você pode consumir algumas das receitas antidiabetes postadas aqui no Cura pela Natureza. Uma de que mais gostamos é feita com cebola e limão. Você só vai precisar de uma cebola e de um limão. Rale a cebola e passe-a num pano fino e limpo, espremendo-a com o auxílio de uma colher. Vai ficar o caldo da cebola. Então você vai misturar esse caldo com o suco de um limão puro, sem água. Tome essa bebida duas vezes por dia. Depois de um tempo, verifique como está a sua taxa taxa de glicose e também o colesterol. Certamente você vai ficar muito satisfeito. Além do mais, você vai experimentar uma saudável perda de peso. Outra boa receita para controlar o diabetes é o chá de carqueja. Este chá tem a capacidade de normalizar a glicose no sangue. Coloque 1 litro de água para ferver. Depois, adicione 1 colher (sopa) cheia de folhas de Carqueja picadas (10g) nessa água fervente, já com o fogo desligado. Espere esfriar e coe. Tome uma xícara de chá (aproximadamente 200ml) de 3 a 5 vezes por dia. Mas atenção: você recisará fazer um controle rigoroso dos níveis de glicemia durante o tratamento, pois pode ocorrer uma baixa muito significativa de glicose. Ou seja, o chá vai baixar a sua glicose, mas você tem que ficar monitorando, para não baixar muito.


AÇÚCAR NUNCA MAIS – SUBSTITUA-O POR ESTES 5 ALIMENTOS NATURAIS!
Todo mundo sabe que o açúcar refinado é muito prejudicial ao corpo.Além de se transformar em gordura no organismo, ele também enfraquece o sistema imunológico, deixando-nos mais vulneráveis a vírus e bactérias. Todo mundo sabe que o açúcar refinado é muito prejudicial ao corpo.Além de se transformar em gordura no organismo, ele também enfraquece o sistema imunológico, deixando-nos mais vulneráveis a vírus e bactérias. Para piorar, esse pseudoalimento é totalmente pobre em vitaminas e minerais.Ou seja, é um alimento que não alimenta O açúcar pode afetar os níveis de colesterol e de triglicerídeos. E também causa resistência à insulina. O que isso significa? Que podemos desenvolver várias doenças, como diabetes, problemas do coração e obesidade. Algumas pessoas substituem açúcar por adoçante artificial, mas isso não é uma boa opção. Esses adoçantes causam efeitos colaterais, e alguns deles podem ser muito graves. Felizmente, há algumas alternativas naturais que podem ser usadas no lugar do açúcar refinado. Veja: 1. Estévia É uma planta que podemos, a partir dela, extrair um sabor doce e natural, com propriedades medicinais . Este adoçante natural não contém calorias, não aumenta os níveis de açúcar no sangue e muito menos causa cárie dentária. Quer mais? A estévia impede o crescimento de bactérias e outros organismos infecciosos, melhora a digestão e a saúde do coração e do sistema vascular. Você pode conseguir esse adoçante natural em pó ou em líquido, mas também pode extrair do chá da planta. Basta adicionar 1/3 de copo de folhas picadas de estévia numa xícara de água morna. Deixe agir por 24h e armazene o líquido numa garrafa na geladeira. 2. Mel puro (cuidado com falsificações!) Este é bem comum em nossa cozinha. Com propriedades medicinais maravilhosas, o mel é uma opção muito saudável para adoçar alimentos, pois contém vitaminas, enzimas e minerais. O melhor de tudo é que este alimento contém propriedades antibióticas e é rico em antioxidantes. Ele é ótimo para combater infecções respiratórias. Se você pensa que para por aqui, engano seu.O mel tem muitos outros benefícios, como: propriedades antibacterianas e antissépticas, capacidade de tratar úlceras de estômago, combater resfriados, tosse e aliviar sintomas de alergias sazonais. Uma boa ideia é usar o mel como xarope para combater tosse. Basta misturar uma colher (chá) de mel com um pouco de suco de limão e gengibre ralado 3. Xarope de bordo (maple syrup) Este xarope vem da árvore de bordo. Rico em composto anticancerígeno e em propriedades antibacterianas, o xarope de bordo é ótimo para o coração. Além disso, é boa fonte de zinco e manganês. Ele pode ser adicionado ao café ou chá e a vários pratos, sendo capaz de desintoxicar o corpo. Misture 3/4 de xarope de bordo num copo de suco de 3 limões pequenos, 2 colheres (chá) de pimenta-caiena e 7 xícaras de água puro. Tome esta bebida durante o dia para livrar o corpo de toxinas prejudiciais. 4. Melaço (ou melado) Este xarope vem da cana-de-açúcar, sendo rico em cálcio, ferro potássio e vitaminas do complexo B., Ou seja, é maravilhoso para os ossos. O melaço é um bom adoçante natural para acrescentar na culinária, podendo ser adicionado em molhos. Um chá de gengibre com uma colher de chá de melaço é um bom remédio para dores de estômago. Além de ser uma bebida energética e laxante. 5. Açúcar de frutas secas Você pode usar frutas secas, como passas e ameixas, para adoçar alimentos. Apesar de não ser muito prático em certas bebidas, pois não se dissolve facilmente, é bom pra colocar em alimentos cozidos ou batidos no liquidificador. As frutas secas adoçam muito e são bem calóricas. Então, cuidado para não exagerar no uso. IMPORTANTE! De todos esses adoçantes naturais, o único liberado para os diabéticos é a estévia.


CAUSA DAS DOENÇAS E COMO ALCALINIZAR SEU CORPO PARA VOLTAR A TER SAÚDE!
Você sabia que as doenças são o resultado de um sangue ácido? Um corpo com sangue com pH ácido é um ambiente desprovido de oxigênio. Quando uma célula é privada de 35% do seu oxigênio durante 48 horas, ela pode se tornar cancerosa. Você sabia que as doenças são o resultado de um sangue ácido? Um corpo com sangue com pH ácido é um ambiente desprovido de oxigênio. Quando uma célula é privada de 35% do seu oxigênio durante 48 horas, ela pode se tornar cancerosa. Todas as doenças nascem em um ambiente ácido. Por outro lado, onde existem oxigênio e alcalinidade, não há enfermidades, incluindo o câncer. O oxigênio está em todas as células normais. No entanto, as células cancerosas podem viver sem oxigênio. Isso é uma regra. Na maioria das vezes, o câncer é a consequência de uma dieta acidificante e de um estilo de vida sedentário, o que faz com que o corpo fique altamente ácido e muito pobre em oxigênio. Como vimos, células normais não vivem sem oxigênio. Mas as células cancerosas conseguem viver. Os tecidos cancerosos são tecidos ácidos. A alimentação desempenha um papel fundamental nesse equilíbrio ácido-alcalino. Quando finaliza o processo de digestão, de acordo com a qualidade do alimento, os carboidratos, as proteínas, as gorduras, as vitaminas e os minerais geram uma condição de alcalinidade ou acidez no organismo. É muito importante saber quais são os alimentos ácidos e os alcalinos para que, de posse dessa informação, possamos fazer escolhas certas ou, se não, pelo menos conscientes. Alimentos ácidos O açúcar refinado (o pior de todos) – Leite e derivados (exceção o iogurte) – Derivados de farinha refinada (biscoitos, bolachas, pizza, doces, bolos, etc.) – Carnes – Sal refinado – Margarina – Refrigerante – Bebida alcoólica – Bebidas com cafeína – Medicamentos industrializados – Tudo o que possui corantes, conservantes, estabilizantes, aromas artificiais, etc. – Qualquer alimento cozido, incluindo legumes que, quando crus, são alcalinos (o cozimento remove oxigênio e acidifica os alimentos). – Todos os alimentos industrializados Alimentos alcalinos – Frutas, principalmente o limão, que tem uma alto poder alcalinizante – Os legumes e verduras crus (especialmente as folhas verdes) – O painço, o único cereal alcalinizante e, portanto, excelente para a saúde. Por ser alcalino, depois de cozido, ele é apenas levemente acidificado – Sementes como amêndoas – Brotos e germinados – O mel – Água alcalina – Água de coco (fresca) – Babosa Além da alimentação, quem quer alcalinizar o sangue e mantê-lo assim, precisa praticar regularmente exercícios. Isso porque a atividade física oxigena o corpo, enquanto o sedentarismo acidifica. Mas atenção: exercício em excesso é prejudicial e também acidifica o corpo.


7 sinais de que seu corpo está muito ácido – e 9 formas de alcalinizá-lo rapidamente!
O nosso corpo precisa ter o pH ligeiramente alcalino, uma vez que a acidez é prejudicial à saúde.Um corpo ácido é propício para o desenvolvimento de bactérias, leveduras e muitas doenças. O nosso corpo precisa ter o pH ligeiramente alcalino, uma vez que a acidez é prejudicial à saúde. Um corpo ácido é propício para o desenvolvimento de bactérias, leveduras e muitas doenças. Para evitar essa situação, o próprio organismo se encarrega de retirar os minerais dos órgãos vitais e dos ossos para neutralizar o pH, tentando diminuir a acidez. Portanto, nessas condições, podemos ficar carentes de cálcio, sódio, potássio e magnésio – problema que pode passar despercebido por muito tempo. Felizmente, podemos contribuir com o bom funcionamento do corpo. Basta evitar o consumo de alguns alimentos ácidos, como: – Carne (principalmente em excesso) – Laticínios – Açúcar Se o organismo ácido não for tratado a tempo, com certeza sofreremos alguns danos causados pela acidose (desequilíbrio do pH), como: – Gengivas sensíveis e inflamadas – Deficiência imunológica – Ciática, lombalgia e rigidez do pescoço – Problemas respiratórios , falta de ar e tosse – Excesso de fungos (como cândida) – Falta de disposição e fadiga crônica – Danos cardiovasculares, má circulação sanguínea a redução de oxigênio – Problemas cardíacos, arritmia, aumento da frequência cardíaca – Ganho de peso, obesidade e diabetes – Infecção na bexiga e nos rins – Envelhecimento prematuro – Náuseas, vômitos e diarréia – Osteoporose, ossos frágeis e fraturas de quadril – Dores de cabeça , sensação de confusão e sonolência – Dor nas articulações, dores musculares e acúmulo de ácido láctico – Alergias – Problemas de pele O pH normal para todos os fluidos do corpo é alcalino, exceto o do estômago. Apesar de, como já dissemos, o organismo ser capaz de neutralizar a acidez do sangue, esta não é uma alternativa saudável, pois prejudica outros sistemas do corpo, levando a problemas graves. Para saber como anda o seu pH sanguíneo, é importante entender que ele pode variar de 6,75 a 7,25, mantendo-se num estado saudável. A melhor forma de equilibrar o pH do sangue é pela alimentação. Mas não vá pensando que é possível reconhecer os alimentos alcalinos apenas pelo sabor. O limão, por exemplo, embora muita gente pense que ele é ácido, quando o digerimos, torna-se alcalino. Uma dica: o cálcio, o ferro, o magnésio, o potássio e o sódio são os principais minerais alcalinizantes. Ou seja, os alimentos que são ricos nestes minerais são excelentes para a saúde. No entanto, é bom saber que a maioria dos alimentos são compostos por minerais ácidos e alcalinos ao mesmo tempo – tudo o que precisamos saber é o que predomina mais. Nosso corpo foi feito com limites, pensando-se no equilíbrio. Então qualquer desequilíbrio é prejudicial. E, assim, o excesso de alcalinidade também é muito ruim. Como equilibrar o pH do sangue? Siga estes passos: 1. Verifique o seu pH regularmente (existem exames para isso) 2. Se sua alimentação for muito acidificante, beba muita água (água alcalina quando possível) 3. Retire ou diminua o consumo de alimentos ácidos 4. Substitua, de vez em quando, um almoço tradicional por uma rica salada com folhas verdes, cebola e temperada com limão (não use vinagre comum) 5. Consuma folhas de acelga, alface, couve e aipo/salsão 6. Evite consumir alimentos processados 7. Evite refrigerante, açúcar e café – prefira beber chás. 8. Substitua o leites de vaca por leite de amêndoas ou de girassol 9. Adicione sucos verdes em sua dieta A medicina natural acredita que o alimento que consumimos tem impacto direto sobre a nossa saúde. Portanto, cuide-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *