NEWS – ATUALIDADES Ed. 1162

BONECA DE CROCHÊ BONECA DE CROCHÊ  Um homem e uma mulher estavam casados por mais de 60 anos. Eles tinham compartilhado tudo um com o outro. Eles tinham conversado sobre tudo. Eles não tinham segredo entre eles afora uma caixa de sapato que a mulher guardava em cima de um armário e tinha avisado ao marido que nunca abrisse aquela caixa e nem perguntasse o que havia nela. Assim por todos aqueles anos ele nunca nem pensou sobre o que estaria naquela caixa de sapato. Mas um dia a velhinha ficou muito doente e o médico falou que ela não sobreviveria. Visto isso o velhinho tirou a caixa de cima do armário e a levou pra perto da cama da mulher. Ela concordou que era a hora dele saber o que havia naquela caixa. Quando ele abriu a tal caixa, viu 2 bonecas de crochê e um pacote de dinheiro que totalizava 95 mil dólares. Ele perguntou a ela o que aquilo significava, ela explicou;- Quando nós nos casamos minha avó me disse que o segredo de um casamento feliz é nunca brigar por nada. E se alguma vez eu ficasse com raiva de você que eu ficasse quieta e fizesse uma boneca de crochê. O velhinho ficou tão emocionado que teve que conter as lágrimas enquanto pensava ‘Somente 2 bonecas preciosas estavam na caixa. Ela ficou com raiva de mim somente 2 vezes por todos esses anos de vida e amor.’ – Querida!!! – ele falou – Você me explicou sobre as bonecas, mas e esse dinheiro todo de onde veio?  – Ah!!! – ela disse – Esse é o dinheiro que eu fiz com a venda das bonecas, essas duas é as que sobraram, e não deu tempo de vender.  PRECE : – Senhor, dai-me sabedoria para entender meu marido, amor para perdoá-lo e paciência para aturá-lo,… Porque se eu pedir força, Senhor, eu bato nele até matar,… pois não sei fazer crochê!!!.


A FLOR DA AMIZADE!Era uma vez uma flor que nasceu no meio das pedras. Quem sabe como conseguiu crescer e ser um sinal de vida no meio de tanta tristeza… Passou uma jovem e ficou admirada com a flor. Logo pensou em Deus.Cortou a flor e a levou para a igreja. Mas, após uma semana a flor tinha morrido. Passou um homem, viu a flor, pensou em Deus, agradeceu e a deixou ali: não quis cortá-la para não matá-la. Mas, dias depois, veio um tempestade e a flor morreu… Passou uma criança e achou que aquela flor era parecida com ela: bonita, mas sozinha. Decidiu voltar todos os dias. Um dia regou, outro dia trouxe terra, outro dia podou, depois fez um canteiro, colocou adubo…Um mês depois, lá onde tinha só pedras e uma flor, havia um jardim! – Assim se cultiva uma amizade… E como nem sempre a distância nos permite cultivar as amizades como gostaríamos… – Espero que essa mensagem possa ser um pouquinho de adubo para que nossa amizade nunca morra por falta de cultivo.. – Amigo (a), …obrigado por existir no jardim da minha vida!.


COMO MATAR DE PRAZER SUA MULHER!!!Técnica nº 1: Mãos Molhadas – Faça sua parceira sentar-se numa cadeira confortável na cozinha.Certifique-se de que ela consiga ver muito bem tudo que você faz. Encha a pia da cozinha com água e adicione algumas gotas de detergente aromatizado para louça. Segurando uma esponja macia, submerja as mãos na água e sinta sua pele ser envolvida pelo líquido até que a esponja esteja bem molhada…Agora, movendo-se devagar e gentilmente, pegue um prato sujo do jantar, coloque-o dentro da pia e esfregue a esponja em toda a superfície. Vá esfregando com movimentos circulares até que o prato esteja limpo. Enxágue-o com água limpa e coloque-o para secar. Repita com toda a louça do jantar, até sua parceira ficar gemendo de prazer. – Técnica nº 2: Vibrando pela Sala – É um pouco mais difícil do que a primeira, mas, com algum treino, você fará sua parceira gritar de prazer. Cuidadosamente, apanhe o aspirador de pó no lugar aonde ele fica guardado. Seja gentil, demonstre a ela que sabe o que está fazendo.Ligue-o na tomada, aperte os botões certos na ordem correta. Vagarosamente, vá movendo-se para frente e para trás, para frente e para trás… por todo o carpete da sala. Você saberá quando deve passar para uma nova área. Vá mudando gradativamente de lugar. Repita quantas vezes for necessário, até atingir os resultados buscados. – Técnica n° 3: – Camiseta Molhada – Este joguinho é bem fácil, embora você precise de mente rápida e reflexos certeiros. Se for capaz de administrar corretamente a agitação e a vibração do processo, sua parceira falará de sua perfomance a todas as amigas dela. Você precisará apenas de duas pilhas: uma pilha com as roupas brancas, outra com as coloridas. Encha a máquina de lavar com água e váderramando gentilmente o sabão em pó dentro dela (para deixar a mulher ofegante, use exatamente a quantidade que o fabricante recomenda). Agora, sensualmente, coloque as roupas brancas na máquina… uma de cada vez…. devagar. Feche a tampa e ligue o ‘ciclo completo’. Sua companheira ficará extasiada. Ao fim do ciclo, retire as roupas da máquina e estenda-as para secar. Repita a operação com as roupascoloridas…Técnica nº 4: O que sobe, desce – Esta é uma técnica muito rapidinha, para aqueles momentos em que você quer surpreendê-la com um toque de satisfação e felicidade. Pode ter certeza, ela não vai resistir. Ao ir ao banheiro, levante o assento do vaso. Ao terminar, abaixe-o novamente. Faça isso todas as vezes. Ela vai precisar de atendimento médico de tanto prazer.


ANTES, E HOJE!!!Antes era: creme rinse – Agora é: condicionador; Antes era: obrigado – Agora é: valeu; Antes era: é complicado – Agora é: é foda; Antes era: collant – Agora é : body; Antes era: rouge – Agora é: blush; Antes era: ancião e corôa – Agora é: Véi; Antes era:bailinho e discoteca – Agora é:balada; Antes era:japona – Agora é: jaqueta; Antes era: nos bastidores – Agora é: making off; Antes era: cafona – Agora é: brega; Antes era: programa de entrevistas – Agora é: talk-show; Antes era:reclame – Agora é: propaganda; Antes era:calça cocota – Agora é: calça cintura baixa; Antes era: flertar, paquerar – Agora é: dar mole; Antes era: oi, olá, como vai? – Agora é: e aê?; Antes era: cópia, imitação – Agora é: genérico; Antes era: curtir, zoar – Agora é: causar; Ainda tem mais…Antes era: mamãe posso ir? – Agora é: véiaaaa, fui!!!; Antes era: legal, bacana – Agora é: manero, irado; Antes era: mulher de vida fácil – Agora é: garota de programa;  Antes era: legal o negócio – Agora é: xapado o baguio ; Antes era: pasta de dente – Agora é:  creme dental; Antes era: cansaço – Agora é:  estresse; Antes era: desculpe – Agora é: foi mal; Antes era: oi, tudo bem? – Agora é: e aê, belê?; Antes era: ficou chateada – Agora é: ficou bolada; Antes era: médico de senhoras – Agora é: ginéco; Antes era: super legal – Agora é: irado; Antes era: primário e ginásio – Agora é: ensino fundamentalAntes era: preste atenção – Agora é: se liga na bagaça; Antes era: por favor – Agora é: quebra essa; Antes era: recreio – Agora é: intervalo; Antes era: radinho de pilhas – Agora é: ipod; Antes era: manequim – Agora é: modelo e atriz; Antes era: retrato – Agora é: foto; Antes era: jardineira – Agora é: macacão; Antes era: mentira – Agora é: kaô; Antes era: saquei – Agora é: tô ligado; Antes era: entendeu? – Agora é: copiou?; Antes era: gafe – Agora é: mico; Antes era: fofoca – Agora é: babado; Antes era: ha ha há – Agora é: uhauhauhauha; Antes era : fotocópia – Agora é : Xerox; Antes era: brilho labial – Agora é: gloss; Antes era : bola ao cesto – Agora é: basquete; Antes era: folhinha – Agora é: calendário; Antes era: empregada; doméstica – Agora é: secretária do lar; Antes era: faxineira – Agora é: diarista; Antes era: vou verificar – Agora é: vou estar verificando; Antes era: madureza – Agora é: supletivo; Antes era: vidro fumê – Agora é: insulfilm; Antes era: posso te ligar? – Agora é: posso te add?; Antes era: tingir uma roupa – Agora é: costumizar; Antes era: dar no pé – Agora é: vazar; Antes era: embrulho – Agora é: pacote; Antes era: lycra – Agora é: stretch; Antes era: tristeza – Agora é: deprê; Antes era: beque – Agora é: zagueiro; Antes era: rádio patrulha – Agora é : viatura; Antes era: atlético – Agora é: sarado; Antes era: peituda – Agora é: siliconadaAntes era: professor de ginástica – Agora é: personal trainning; Antes era : quadro negro – Agora é : lousaAntes era: babosa – Agora é: aloe vera; Antes era – Ave Maria!!! – Agora é – Afffff!!; Antes era: caramba – Agora é: caraça; Antes era: namoro – Agora é: pegação; Antes era: laquê – Agora é: spray; Antes era: de montão – Agora é: pracarai !!!; Antes era: derrame – Agora é: AVC; Antes era: sua bênção papai – Agora é: “qualé” coroa?; Antes era: você tem certeza? – Agora é: fala sério aê!; Antes era: banha – Agora é : gordura localizada; Antes era: casa de fundos – Agora é:  edícula; Antes era: bar no fim do expediente – Agora é:  happy hour ; Antes era: costureira – Agora é: estilista; Antes era: negro – Agora é: afro-descendente; Antes era: professora – Agora é: tia; prof; Antes era: aquele senhor – Agora é:  aquele tiozinho; Antes era: bela bunda! – Agora é:: que popozão!; Antes era: Amorrrrrrr! – Agora é: Nenhhêêêêê!; Antes era: desculpe, mas a questão que você me submeteu é impossível de cumprir! – Agora é:  nem fudendo! ; Antes era: olha o barulho! – Agora é: ó o auê aí ô! ;


“GAFES” EM TRIBUNAIS…RETIRADAS DO LIVRO “DESORDEM NO TRIBUNAL” São coisas que as  pessoas realmente disseram, e que foram transcrita textualmente pelos  taquígrafos, que tiveram de permanecer calmos enquanto estes diálogos realmente  aconteciam à sua frente. Advogado: Qual é a data do seu aniversário? Testemunha: 15 de  julho. Advogado. : Que ano? Testemunha.: Todo  ano. – Advogado. : Essa doença, a  miastenia gravis, afeta sua memória? Testemunha : Sim. Advogado: E de  que modo ela afeta sua memória? Testemunha: Eu esqueço das  coisas.  Advogado : Você esquece… Pode nos dar um exemplo de algo que voce tenha esquecido? Advogado: Que idade tem seu filho? Testemunha: 38 ou 35,  não me lembro. Advogado: Há quanto tempo ele mora com você?  Testemunha.: Há 45 anos. Advogado: Qual foi a primeira coisa que seu marido disse quando acordou aquela manhã? Testemunha: Ele disse, “Onde estou,  Bete?” Advogado: E por que você se aborreceu?  Testemunha: Meu nome é  Célia. Advogado:  Me diga, doutor, … não é verdade que, ao morrer no sono, a pessoa  só  saberá  que morreu na manhã seguinte? Advogado: Sobre esta foto sua…o senhor estava presente quando ela foi  tirada? Advogado: Sr. Marcos, por que acabou seu primeiro  casamento? Testemunha: Por morte do cônjuge. Advogado: E por morte de  que cônjuge ele acabou? Advogado: Poderia descrever o suspeito? Testemunha: Ele  tinha estatura mediana e usava barba. Advogado: E era um homem ou uma  mulher? Advogado: Doutor, quantas autópsias o senhor já realizou em pessoas mortas? Testemunha: Todas as autópsias que fiz foram em pessoas mortas. Advogado: Aqui na corte, para cada pergunta que eu lhe fizer, sua resposta deve ser  oral,  Ok? Que escola você frequenta? Testemunha: Oral. Advogado: Doutor, o senhor se  lembra da hora em que começou a examinar o corpo da vítima? Testemunha:  Sim, a autópsia começou às 20:30h. Advogado: E o sr. Décio já estava morto  a essa hora? Testemunha: Não… Ele estava sentado na maca, se perguntando porque eu estava fazendo aquela autópsia nele. Essa é a melhor **Advogado: Doutor, antes de fazer a autópsia, o senhor checou  o pulso da vítima? Testemunha Não. Advogado: O senhor checou a pressão  arterial? Testemunha: Não. Advogado: O senhor checou a  respiração? Testemunha: Não. Advogado: Então, é possível que a vítima  estivesse viva quando a autópsia começou? Testemunha: Não. Advogado:  Como o senhor pode ter essa certeza? Testemunha: Porque o cérebro do paciente estava num jarro sobre a mesa. Advogado: Mas ele poderia estar  vivo mesmo assim? Testemunha: Sim, é possível que ele estivesse vivo e cursando Direito em algum lugar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *