Chico Alfaia fala sobre medidas para reequilibrar as finanças da Prefeitura em entrevista à emissora de rádio

As medidas administrativas adotadas para o reequilíbrio das finanças da Prefeitura de Óbidos, no oeste do Pará, foi o tema principal abordado pelo prefeito Chico Alfaia durante entrevista concedida para a Rádio Comunitária Sant’Ana FM, na tarde desta sexta-feira (15). Na oportunidade o prefeito falou de outras ações de sua administração e respondeu às perguntas dos ouvintes.

Alfaia iniciou a entrevista fazendo referência ao avanço conquistado nos primeiros meses de governo com a renegociação da dívida milionária com os fundos previdenciários, que permitiu desafogar as finanças municipais e regularizar parte dos salários dos servidores. “Essa conquista foi primordial para que pudéssemos sanar pendências urgentes, equilibrar a questão salarial dos educadores. Ainda temos atraso no pagamento dos servidores da administração direta, muito por isso vamos adotar algumas medidas para equalizar essa situação. Quanto aos salários do mês de agosto, a partir do dia 20 devem ser pagos”, explicou o prefeito.

O governo Municipal deve anunciar em breve uma série de medidas de contenção de gastos, servidores contratados devem ser dispensados. Para isso um levantamento está sendo feito em todas as secretarias. Chico ressaltou o elevado número de servidores contratados a partir do início das aulas da região de várzea, saltando para 800 o número de novos empregos gerados para a atender a demanda da educação. “Reconhecemos a real necessidade dessas contratações, mas não temos outra opção, temos que enfrentar de frente o problema financeiro da prefeitura e vamos ter que distratar alguns temporários. Ainda como medida de redução de custos, avaliaremos os casos das gratificações e horas extras de alguns servidores, sem infringir aqueles casos assegurados por lei”, disse.

A contenção de despesas com a manutenção dos órgãos ligados à administração municipal, é outra medida que vem sendo adota pelo governo para diminuir as contas da prefeitura.

O prefeito de Óbidos revelou durante a entrevista que só com os servidores da Administração Central, são gastos por mês mais de 700 mil reais com a folha salarial, sem incluir os encargos sociais. O quantitativo de 1.778 funcionários efetivos é insuficiente para atender todas as demandas da administração.

“Correremos o risco de quem sabe até perder um pouco da qualidade dos nossos serviços, nós sabemos o quanto medidas como essa desestimulam nossos colegas de trabalho, mas esta é uma atitude necessária. Ainda neste ano iniciaremos os estudos necessários para a realização de um concurso público o que irá nos permitir um grande avanço com relação ao problema do déficit de servidores em alguns setores”, esclareceu Alfaia

Avanços

Mesmo com as limitações financeiras, conquistas significativas foram registradas nos últimos meses. Além do reequilíbrio das finanças, o governo municipal regularizou a situação do município junto ao Cadastro Único de Convênios, o CAUC, entrando para a seleta lista de dez municípios paraenses a conseguir esse feito ainda no primeiro semestre. Com a regularização a prefeitura está apta a receber recursos por transferência voluntária do Governo Federal.

O transporte escolar melhorou e hoje está mais próximo da realidade do interior do município. Com a nova política de transporte escolar adotada pela Secretaria Municipal de Educação (SEMED). A evasão escolar diminuiu nas escolas do interior.

Ainda no campo da educação, escolas foram revitalizadas e obras paralisadas foram concluídas. “Isso não nos deixa relaxar, temos a total noção do quanto ainda precisamos melhorar, na estrutura de nossas escolas, na questão salarial dos profissionais da educação, na área pedagógica e em outras diversas situações. Com planejamento e força de vontade iremos mudar ainda mais esse cenário”, falou.

Quanto a melhoria das principais vias urbanas, o prefeito citou a conclusão dos trabalhos da Avenida Prefeito Nelson Souza e o trabalho de terraplanagem e tapa buraco em diversas ruas e travessas dos bairros de Óbidos. “Além desse trabalho, estamos dando trafegabilidade em nossos ramais e em alguns trechos da rodovia estadual. Aqui na área urbana vamos intensificar os trabalhos para atender as áreas que ainda enfrentam a problemática da infraestrutura de ruas”, garantiu.

Ao final da entrevista o prefeito agradeceu o espaço concedido pela direção da emissora e garantiu que está havendo responsabilidade com a aplicação do dinheiro público. “A população de Óbidos tem total liberdade para procurar informações na sede da prefeitura, terei o prazer de responder a qualquer questionamento sobre a aplicação dos recursos públicos. Garanto a todos que está havendo responsabilidade de nossa parte na aplicação desses recursos. O momento é difícil mas com o empenho de todos e com a ajuda da população conseguiremos superá-lo”, finalizou.

COMUNICADO

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult), por meio da Comissão Organizadora do XIII Festival de Música Obidense (FEMOB), comunica que a data de confirmação das 24 canções selecionadas para a fase eliminatória do festival que será realizado nos dias 19, 20 e 21 de outubro de 2017, foi alterada para o dia 18 de setembro, segunda-feira.

Os organizadores esclarecem que a não publicação das músicas selecionadas na data informada no edital do evento – 15 de setembro (sexta-feira) – ocorre em função do grande número de inscrições, superando todas as expectativas.

Ao todo 49 músicas foram inscritas até o dia 8 de setembro. Com isso houve a necessidade de ampliar os dias de avaliação do corpo técnico, para que ocorra uma triagem mais detalahada das canções.

 A comissão publicará a lista oficial das canções selecionadas nos sites: wwww.prefeituradeobidos.com.br (site da Prefeitura de Óbidos), www.obidense.com.br (Portal Obidense) e www.obidos.net.br (Site Chupa Osso).

Óbidos – Pará, 15 de setembro de 2017

Atenciosamente,

Érique Leandro Castro de Figueirêdo

Assessor de Gabinete da Prefeitura Municipal de Óbidos

Fonte: RG 15/O Impacto e Ascom/PMO

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *