Semcult e Fundação Cultural do Pará ofertam oficina para atores iniciantes em Óbidos

Integrantes de grupos teatrais da cidade e profissionais da educação participaram durante uma semana da oficina de preparação corporal.

Atores amadores e profissionais da rede municipal de educação de Óbidos, no oeste do Pará, participaram no período de 26 a 30 de setembro, da oficina de preparação corporal para atores iniciantes, ofertado pela Secretaria Municipal de Cultura (Semcult), por meio de uma parceria com a Fundação Cultural do Pará.

Durante as aulas ministradas pelo professor de Artes Cênicas da Universidade Federal do Pará (UFPA), Luiz Fernando Vila Nova, os participantes receberam instruções de noções de expressão corporal e montagem teatral, interpretação em grupo, preparação vocal, desinibição, construção de personagens, improviso e interpretação de textos de teatro.

Para a coordenadora da Associação Teatral Getsêmani, Lourdes Bentes, a capacitação foi importante para melhorar tecnicamente as atrações apresentadas pelo grupo. “Nós somos muito carentes, sem muito apoio nesse sentido. Essa oficina proporcionou momentos muito importantes para todos nós que certamente irão qualificar os nossos próximos trabalhos”, disse.

O artista plástico e ator Geandre Reis, que também participou da oficina, afirma que a capacitação, além de instruir, serviu de incentivo para que os atores aqueçam a produção teatral em Óbidos. “O teatro em Óbidos não se resume apenas nas encenações da Via-Sacra, temos talento suficiente pra produzir mais e é isso que queremos, nesse sentido esse curso veio não só para ampliar nossos conhecimentos, mas também para servir como incentivo para que possamos produzir mais peças ao longo do ano, e esperamos continuar contanto com o apoio do governo municipal”, ressaltou.

Ao todo 30 pessoas entre artistas amadores e profissionais da área da educação participaram da oficina que é a primeira ação da parceria entre a Prefeitura de Óbidos, por meio da Semcult e a Fundação Cultural do Pará.

“Nós estamos buscando parcerias com diversas instituições no sentido de qualificar cada vez mais a nossa produção cultural, e uma dessas produções é o teatro que em Óbidos, mesmo com as limitações, desenvolve um trabalho impressionante, de modo especial com os nossos jovens. Nós enquanto secretaria de cultura acreditamos que a capacitação desses atores é a saída para alavancar o teatro aqui”, explicou Luiz Carlos Queiroz, secretário Municipal de Cultura e Turismo de Óbidos.

“Óbidos tem um expoente de atores em ascensão, eles precisam realmente ser regados, talento todos têm de sobra. Que não fique só aqui, que venham outras capacitações. Essa região aliás, além de linda é um berço de grandes talentos no teatro e precisa de uma atenção maior”, lembrou o professor Luiz Fernando Vila Nova.

Fonte: RG 15/O Impacto e Ascom/PMO

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *