Alto Trombetas II participa de reunião informativa sobre seu Plano de Vida e Fundo Quilombola

No início deste mês de novembro o Programa Territórios Sustentáveis, por meio do eixo Quilombola e Capital Social realizaram na comunidade do Moura uma reunião informativa visando a elaboração de um Plano de Vida e Fundo Quilombola participativo para Associação das Comunidades Remanescentes de Quilombo do Alto Trombetas II (ACRQAT), das quais fazem parte as comunidades de Moura, Último Quilombo, Nova Esperança, Palhal, Juquiri Grande, Jamarí, Curuçá e Juquirizinho, ferramenta que luta pela garantia de direitos e melhorias na qualidade de vida.

Segundo o coordenador do Eixo Quilombola, Caio Barros Matos, é preciso respeitar o tempo das comunidades, suas demandas e anseios para então contribuir na construção do Plano de Vida e Fundo Quilombola, duas ferramentas que contribuirão para o desenvolvimento sustentável dentro dos territórios. “A construção do plano de vida é muito importante para possibilitar aos territórios e associações planejarem estrategicamente atividades a serem realizadas para desenvolver o território através de objetivos comuns às comunidades. O fundo quilombola vem a ser o mecanismo financeiro para executar as atividades previstas no plano através de ferramentas de gestão participativa das comunidades e associações”, explicou o coordenador.

O próximo será a construção e disponibilização de uma da cartilha com informações sobre o Plano de Vida e também o Fundo Quilombola para que cada comunitário possa ter mais conhecimento sobre estas importantes ferramentas e a previsão é que a entrega seja realizada no mês janeiro. Em Outubro o Territórios Sustentáveis, com apoio da Associação das Comunidades Remanescentes de Quilombos do Município de Oriximiná (Arqmo) contribuiu para elaboração do Plano de Vida da Associação da Comunidade Remanescente de Quilombo Água Fria (ACRQAF) e futuramente apoiará a construção do Plano de Vida nas Associações de Erepecuru (Acorqe), Ariramba (Acorqa), Área do Trombetas (Acorqat), Boa Vista (ACRQBV) e em Cachoeira Porteira (Amocrec).

O Programa Territórios Sustentáveis é uma iniciativa de Gestão Integrada realizada pela Agenda Pública, Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam), Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), que visa contribuir para uma estratégia de desenvolvimento sustentável dentro dos municípios de Faro, Terra Santa e Oriximiná e conta com o apoio financeiro da Mineração Rio do Norte (MRN).

Fonte: RG 15/O Impacto e Martha Costa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *