Áudios revelam ameaças da prefeita de Almeirim a servidores

Gravações feitas mostram a maneira como a prefeita do município de Almeirim, Adriane Bentes, trata os servidores da Prefeitura. Em tom ameaçador, Adriane Bentes mostra seu lado maquiavélico, proibindo seus secretários e outros servidores a terem contato com os vereadores sem sua autorização.

A política é serviço público – para o bem comum feito com diálogo, com liberdade, igualdade, fraternidade. Se não há diálogo, não há processo político.
Mas em Almeirim, a atual Prefeita Adriane Bentes (PR), não entende assim. Em áudios publicados via whatssap, a chefe do Executivo proíbe seus secretários de conversarem com os vereadores da oposição, “Quem não acompanhar o governo, e ficar de nhe nhe nhe, de papinho, com vereadores da oposição, vai ta fora, vai pra rua”, diz a gestora. Em outro áudio, a prefeita proíbe até a saída deles do município, sem a sua autorização, “Eu já avisei vocês, o gabinete deve ser informado de toda e qualquer saída de vocês do município”.
A atual gestão vem enfrentando dificuldades para comandar o município, devido sucessões de erros e escândalos que a envolvem, e um vereador, Davi Sadala (PTN). Desde quando assumiu, Adriane Bentes, filha de Aracy Bentes, ex-prefeito de Almeirim, condenado por improbidade administrativa, viu sua popularidade despencar, drasticamente.
No útlimo dia 31, vários sindicatos, encabeçados pelo SINTEPP, foram para as ruas em protesto contra o projeto de lei que altera o PCCR dos professores e o atraso no salário das demais categorias.
Adriane Bentes tem 30 anos, e está no seu primeiro mandato, ganhou a eleição disputando com Rosa Hage, ex-desembargadora do Tribunal de Contas do Município. Fica a pergunta: Será que Adriane terminará o mandato?

Fonte: RG 15\O Impacto, com  informações de Almeirim News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *