Coluna Impacto Ed. 1172

CADÊ O CONSELHO TUTELAR?
A situação se agrava cada vez mais com relação aos venezuelanos que estão em Santarém desde o mês de setembro. Mesmo com a ajuda que a prefeitura de Santarém, e várias entidades, principalmente religiosas, estão dando aos refugiados, eles insistem em colocar as crianças nas ruas, pedindo dinheiro. Isso é crime e deve ser combatido por nossas autoridades, principalmente pelo Conselho Tutelar.


DESTAQUE
O santareno Manuel José Sena Dutra, professor doutor do curso de Comunicação da Universidade Federal do Pará e coordenador do “Primeiras Linhas”, da UFPA, conquistou o 1º lugar do prêmio Professor Imprensa – categoria coordenador de jornal laboratório da região Norte. A premiação é uma iniciativa da Revista e Portal Imprensa, que homenageia professores e projetos inspiradores nas cinco regiões do Brasil. Graduado em Jornalismo pela UNICAMP, Manuel Dutra possui mestrado em Planejamento do Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido, pela Universidade Federal do Pará (UFPA), e doutorado em Ciências sócio-ambientais pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA/UFPA). É autor dos livros: “O Pará dividido: discurso e construção do estado do Tapajós” e “A natureza da mídia: os discursos da TV sobre a Amazônia, a biodiversidade e os povos da floresta”. Manuel Dutra já recebeu o prêmio de honra ao mérito pela Sociedade de Preservação dos Recursos Naturais e Culturais da Amazônia; dois prêmios “Esso” de Jornalismo da Região Norte, entre outros.


DENÚNCIA
Empresários e moradores da área central de Santarém denunciaram à coluna o descaso de nossas autoridades com o Theatro Vitória. Segundo um empresário, a águia que ficava em cima do prédio do teatro desapareceu há muito tempo e agora, recentemente, uma porta de vidro foi retirada da entrada do prédio, ficando livre para a entrada de traficantes e pés inchados, que se proliferam naquele espaço, às proximidades dos mercados Municipal e Modelo. Todos estão preocupados com o destino deste patrimônio público.


SHOW CANCELADO
Muita gente até agora não engoliu o cancelamento do show da dupla Simone e Simaria, que iria acontecer nesta sexta-feira, dia 17, no estacionamento do Rio Tapajós Shopping, em Santarém. De acordo com a organização do evento, uma das cantoras (Simaria) passa por problemas de saúde, ou seja, foi diagnosticada com infecção aguda de vias nas aéreas superiores. Agora, vem a pergunta: Como vai ficar a situação de quem adquiriu ingressos antecipados, das pessoas de outras cidades que compraram passagens para este show? Hotéis que estavam com reservas, sofrerão prejuízos. Sem falar da promoção do Shopping, onde a pessoa que fazia compras acima de 250 reais ganhava um ingresso para o show. O Shopping vai restituir esse dinheiro?


ABANDONO
O prédio onde funcionava a Unidade Básica de Saúde dos bairros Aparecida e Caranazal, na Avenida Magalhães Barata, em Santarém, está abandonado e sendo depredado. Segundo moradores das proximidades, o imóvel, que é alugado ao Município, é usado como esconderijo de usuários de drogas e assaltantes. Todos ficam com medo de passar pelo local, principalmente pela parte da noite. Na entrada do imóvel há telhas quebradas e no interior muitas seringas e ampolas foram deixadas no chão das salas, sem o descarte correto de lixo hospitalar. Com o passar dos meses, os portões também já foram arrombados o que possibilita o livre acesso ao interior do prédio. No local também têm restos de comida, o que evidencia a presença de pessoas que usam o prédio como abrigo.


CÍRIO DAS CRIANÇAS
O Círio das Crianças, que tradicionalmente saía da Igreja de São Raimundo Nonato, este ano terá uma mudança. Sairá da Igreja de Nossa senhora Aparecida. A romaria, que será neste domingo (19), percorrerá a Avenida Marechal Rondon, descerá a Avenida Barão do Rio Branco até a Catedral. A concentração será às 6h e a caminhada está programada para iniciar às 7h. Durante o trajeto grupos de crianças farão coreografias para homenagear aquela que intercede junto a Deus.


LAGO DO MAICÁ AMEAÇADO
O Lago do Maicá é um berçário natural de aves, mamíferos e peixes de um ecossistema ameaçado na junção dos rios Tapajós e Amazonas, no município de Santarém. Por sua localização estratégica, na confluência dos principais eixos logísticos de escoamento da produção de commodities do centro-oeste brasileiro, tem sido imposto às comunidades tradicionais e aos abundantes recursos naturais pressão do capital internacional pela apropriação privada destes recursos. O escoamento de toda a produção de soja dos Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul se intensificou com o asfaltamento da BR-163 e a implantação do Porto de Miritituba, em Itaituba, conformando um eixo logístico que terá em Santarém o ponto de conexão com o Atlântico, a partir do Rio Amazonas.

LAGO DO MAICÁ AMEAÇADO 2
No início da década, Santarém perdeu um de seus maiores cartões postais, a Praia da Vera Paz, para a instalação de um porto graneleiro da multinacional Cargill. Hoje, além da apropriação privada do patrimônio natural e comunitário de Santarém, propõe-se a destruição da maior reserva natural do Município, com a implantação de pelo menos dois portos graneleiros, das empresas Embrasp e Ceagro. Estão previstos a movimentação de mil carretas carregadas de grãos por dia nos anos iniciais e o aterramento total do Lago do Maicá, atingindo pelo menos nove comunidades tradicionais, indígenas, quilombolas e ribeirinhas, em total desrespeito à Convenção 169 da OIT.


IMPACTANDO

* Quem anda pelo local onde está acontecendo a reforma da orla de Santarém está preocupado com a chegada do inverno. É que, segundo denúncia, estão tapando os bueiros que joga a água da chuva para o rio. Se isso for verdade, quando a enchente chegar, as águas vão invadir assustadoramente as lojas que ficam naquela área. O Prefeito Nélio Aguiar e o secretário Daniel Simões devem verificar se realmente isso está acontecendo. *Parabéns ao estudante santareno Cezar Filho, da Escola Barão do Tapajós, que é o único paraense entre os 501 alunos que conquistaram medalha de ouro na 12ª Olimpíada Brasileira de Matemática de Escolas Públicas (Obmep). A prova foi realizada em 2016, mas a cerimônia de entrega da honraria foi na terça-feira (14) no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. * Muitos motoristas estão reclamando da mudança feita pela SMT, no tráfego de veículos no cruzamento das Avenidas Anísio Chaves com Sérgio Henn. Quem sobe pela Sérgio Henn não pode dobrar à esquerda, tem que fazer o contorno pela Anísio Chaves e voltar para poder seguir, ficando duas vezes parado no sinal. Com a palavra, os engenheiros de trânsito da SMT. * E a Cosanpa continua castigando o município de Santarém com a falta de água em vários bairros, o que já virou rotina. Na terça-feira (14) os bairros Jardim Santarém, Aeroporto Velho, Diamantino, Interventoria e Santíssimo, tiveram o abastecimento de água interrompido. A desculpa da Cosanpa é que a interrupção se deu para realização de serviço de manutenção no Complexo Irurá. Quem sofre é o povo. * Até onde vamos chegar? No Pará, um botijão com gás de cozinha de 13 quilos pode chegar a custar até R$ 100. É o segundo Estado brasileiro com o valor mais elevado, ficando atrás somente do Mato Grosso, onde se paga até R$ 115 pelo produto. Entre os municípios paraenses, o gás mais caro pode ser encontrado no município de Altamira, a R$ 100. Esse é o preço que estamos pagando pela compra de políticos feita pelo presidente Temer, para continuar no poder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *