Peninha exige e Correios expedem CEP das ruas de Itaituba

Vereador Peninha reuniu com a diretoria dos Correios em Itaituba

Em forma de mutirão, a Empresa Brasileira dos Correios e Telégrafos, agência em Itaituba, atendendo pedido do vereador Peninha, começou esta semana o serviço de colocar CEP-Cadastro de Endereço Postal nas ruas dos residenciais do Programa Minha Casa Minha Vida.
Primeiro, o vereador Peninha reuniu-se com os moradores de cada residencial, para juntos denominarem os nomes das ruas e travessas dos conjuntos. Em seguida, foram apresentados os projetos de leis pelo vereador na Câmara, que aprovou e passaram a ser leis após a sanção do prefeito Valmir Climaco de Aguiar.
As ruas do Residencial Piracanã já estão todas com os CEPs. Na manhã de terça-feira (05), os representantes dos Correios: Raimundo Edinaldo Sampaio, Gerente do Centro de Distribuição e Marlice Dias, Agente dos Correios, se reuniram com o vereador Peninha e os presidente dos residenciais “Wirland Freire”, Patrícia Pinheiro e do “Viva Itaituba”, Eliane Viana, para expedir os CEPs das ruas dos residências do Wirland Freire e Viva Itaituba.
Segundo o vereador Peninha, os moradores destes residenciais não recebiam correspondências por falta do CEP das ruas. Isto causava muitos transtornos às famílias, que não recebiam notícias dos parentes, assim como também outras correspondências, como boletos e etc. Também, alegou o vereador, que a falta de CEP nestas ruas, estava impedindo de moradores conseguirem emprego, já que na hora de preencher os formulários é obrigatório a colocar o CEP da rua onde moram.
“O próximo passo é a fixação de placas em todas as ruas com o número da quadra, a numeração das casas dentro desta quadra, nome da rua e o CEP”, ressaltou Peninha. Para isto, o edil também apresentou um projeto de lei, que foi sancionado pelo Prefeito, passando a ser Lei Municipal, terceirizando o serviço na cidade de Itaituba. Dentro de alguns dias, o Município deverá lançar edital abrindo concorrência para as firmas interessadas em fazer a colocação destas placas indicativas das ruas de Itaituba.
POLÊMICA SOBRE A FERROGRÃO: A polêmica sobre a Ferrogrão ainda está dando o que falar. Na segunda-feira (05) mais de 70 índios Munduruku ficaram nas portas da FAI e proibiram a entrada das pessoas para a audiência. Apesar dos índios terem tomado conta da faculdade, nenhum representante da ANTT apareceu para conversar com as pessoas que estavam aguardando a audiência. O vereador Peninha dirigiu a reunião e se manifestou contrário à ferrovia, argumentando os motivos de sua opinião e protestou contra o Governo de não ter durante todo o tempo que estão fazendo estudos para construir esta estrada de ferro terem, ouvido a população da região e somente agora virem apresentar o projeto. O prefeito de Itaituba, Valmir Clímaco de Aguiar também se manifestou contrário e disse que se depender dele esta ferrovia não será construída. O presidente dos Municípios do Tapajós, Vilson Gonçalves, prefeito de Aveiro, foi outro que protestou contra a ferrovia. As lideranças indígenas também protestaram contra o projeto e se depender deles não será realizada em Itaituba audiência para debater a construção da Ferrogrão. Estavam presentes nesta reunião, vereadores de Trairão, Itaituba e Novo Progresso. No final desta reunião foi elaborado um documento do qual pede para o Governo um prazo de no mínimo 6 meses para a realização de estudos profundos sobre esta ferrovia, assim como também, que o governo dê prioridade na conclusão nas obras de asfaltamento, com a construção de pontes em concreto e duplicação na BR-163 (Cuiabá-Santarém), a regularização fundiária da região e a redefinição das Unidades de Conservação, principalmente da Flona Jamanxim, no município de Novo Progresso.

Fonte: RG 15 / O Impacto

Um comentário em “Peninha exige e Correios expedem CEP das ruas de Itaituba

  • 6 de dezembro de 2017 em 22:08
    Permalink

    Que coisa hein! Os parasitas políticos sempre querendo uma casquinha não é mesmo, agora com o papo de ser contra a ferrogrão, ou seja são contra progredir, sugiro não arrumar as estradas e não fazer a manutenção das rodovias, afinal quando um caminhão estragar ele da lucro pras oficinas, esse é o pensamento de Peninha, Valmir e cia.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *