Em Itaituba, jovem é morta a tiros por ex-companheiro

Na noite de quinta-feira (11), Janaína Viana, de 20 anos, foi assassinada no município de Itaituba. O principal suspeito de cometer o feminicídio é Alex Sena, 25 anos, ex-companheiro da vítima e pai do filho dela. A motivação é a recorrente na sociedade machista e patriarcal: o homem não aceita a separação e, por se achar dono da mulher, a mata para não vê-la com outra pessoa e para mostrar força. O criminoso está foragido.

O casal havia se separado há cerca de seis meses. Os motivos que levaram à separação não são conhecidos. Na noite de quinta, Alex voltou à casa onde morava com a moça, na Décima-Nona Rua do bairro São Tomé. O que poderia ter sido uma conversa, escalou rapidamente a uma discussão. Então Alex sacou um revólver calibre 38 e deu três tiros na direção de Janaína. Errou dois disparos, mas um dos tiros atingiu o seio esquerdo.

Alex fugiu rapidamente, deixando no local do crime o revólver. Quando pareceu seguro, vizinhos foram ver o que havia ocorrido e chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192). Janaína foi levada ao Hospital Municipal de Itaituba, recebeu atendimento, mas morreu pouco depois. Familiares e amigos imediatamente ficaram revoltados e inconsoláveis. O filho de Janaína ficará com a família dela.

As polícias Civil e Militar de Itaituba começaram as buscas, mas ainda não há informações sobre o paradeiro de Alex. Vários depoimentos já estão sendo tomados para compreender as motivações e dinâmica desse feminicídio. Quaisquer informações que possam ajudar a captura dele, podem ser repassadas ao Disque-Denúncia, no telefone 181. Não é necessário se identificar, e a ligação é gratuita.

Violência contra a mulher é crime, que pode e deve ser denunciado. Agressões físicas e psicológicas não podem ser confundidas com briga de casal. As denúncias podem ser feitas, de forma anônima, pelo telefone 180 (Central de Atendimento à Mulher) e pelo Disque-Denúncia (181). Se for necessária intervenção imediata por conta de agressões ocorrendo no momento da ligação, é preciso ligar para o 190. Todos os serviços funcionam 24 horas e gratuitos.

Fonte: ORM News

Um comentário em “Em Itaituba, jovem é morta a tiros por ex-companheiro

  • 12 de janeiro de 2018 em 21:12
    Permalink

    Mais um que se julga proprietário da mulher, como se fosse uma moto, um carro. Agora o imbecil vai receber muito carinho na prisão, sem direito a ciúmes !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *