Simão Jatene acusado de arquitetar manobra para prejudicar Itaituba

Peninha diz que Governador age com irresponsabilidade ao retirar refinaria de ouro do Município

Na manhã da última terça feira, dia 6, o vereador Peninha usou a Tribuna da Câmara Municipal de Itaituba, para critica o Governador do Estado, Simão Jatene. O parlamentar itaitubense acusou o Governador de mais uma vez arquitetar manobras para prejudicar o Município. Peninha disse que se não bastasse a burocracia do Estado, através da SEMAS, para expedir Licenças Ambientais para os projetos que estão se implantando em Itaituba, agora está tirando projeto de investimento de Itaituba.

O Vereador lembrou que anos atrás foi implantado pelo então Governador Almir Gabriel, o Polo Joalheiro em Itaituba, mas que acabou por omissão do Estado, que transferiu o projeto para Belém. Agora, o Governador Jatene está levando para Belém a implantação de uma refinaria de ouro.

O parlamentar afirmou que na última segunda-feira, o Governador Simão Jatene assinou um Protocolo de Intensão com a empresa belga, Tony Goetz, para implantar em Belém, em um terreno na área da Infraereo, uma Refinaria de Ouro. Peninha classificou a atitude do Governador de irresponsável e de perseguir Itaituba, pois o ouro que será refinado em Belém, será produzido nas minas das empresas Brazauro e Serabi Gold, ambas com extração de ouro no município de Itaituba.

Segundo Peninha, a empresa vai investir na implantação da refinaria em torno de R$ 40 milhões e vai gerar em torno de 50 empregos diretos, que poderiam ser para gente que mora em Itaituba, de onde vai sair a matéria prima. A previsão de funcionamento é de 18 meses e deverá refinar 20 toneladas de ouro por ano. Entretanto, lembrou o edil, em Itaituba, a empresa DGOLD já tem uma refinaria há alguns anos e se fosse por falta de segurança não seria implantada.

O que mais revolta o Vereador itaitubense, é o Governador justificar que a instalação da Refinaria de Ouro vai ser feita em Belém, por causa da segurança. Peninha indagou: “O Governador reconhece que seu Estado é inseguro, porque no momento em que retira de um Município, como Itaituba, este projeto, e leva para a Capital, alegando falta de segurança, está reconhecendo que o Pará, principalmente o município de Itaituba, é INSEGURO. Isto é uma vergonha”, disse o edil.

“Vamos manifestar contra esta atitude da maior autoridade do Estado, que vem prejudicando Itaituba”, declarou o Vereador. No final do seu pronunciamento, Peninha apresentou um VOTO DE REPÚDIO ao Governador pela sua atitude de tirar de Itaituba a implantação da Refinaria de Ouro.

LANCHA ABUSA NA LINHA ITAITUBA-SANTARÉM COM AVAL DA ARCON: “A ARCON só serve para liberar concessões, pois fiscalizar, que deveria fazer parte do andamento da liberação das operações, o órgão não faz”. Quem disse foi o vereador Peninha, na sessão desta semana na Câmara Municipal de Itaituba, com relação à Lancha Torpedo III, que toda viagem dá prego e mesmo sabendo do ocorrido a ARCON faz vista grossa.

O Vereador afirmou que na semana passada, a lancha saiu de Itaituba, rumo a Santarém, por volta das 12 horas e ao chegar na comunidade de Brasília Legal, sofreu o primeiro pane. Ali foi feito um remendo e a embarcação seguiu viagem. Quando chegou nas proximidades da praia conhecida por Ponta de Pedras, o motor parou e a lancha ficou à deriva no meio do rio.

O parlamentar disse que foi feita uma denúncia para a Capitania dos Portos em Santarém e uma lancha da Marinha foi até o local e rebocou a embarcação até a praia de Ponta de Pedras. Ali os passageiros foram agasalhados na Lancha Ana Karoline, que foi chamada pela Marinha para transportá-los até o porto em Santarém.

A lancha Torpedo III, que faz linha em substituição a lancha Ana Beatriz, foi rebocada até Santarém pela lancha da Marinha. Não é a primeira vez que a Lancha Torpedo III dá pane nesta linha. A embarcação não tem as mínimas condições de fazer o transporte de passageiros nesta linha. Quando ela quebra, como é o caso agora, é substituída pela Lancha Veloz I, que também, além de pequena não oferece segurança aos passageiros.

Nesta última viagem da Lancha Torpedo III, um servidor da ARCON viajava nela e relatou toda a situação vivida pelos passageiros, que graças a Deus não acabou em tragédia, graças a denúncia feita à Capitania dos Portos que imediatamente deslocou uma lancha para prestar socorro. Os passageiros chegaram ao porto de Santarém, por volta das 22:30 horas.

A verdade é que nesta época de inverno, esta embarcação não oferece nenhuma segurança aos passageiros, pois além de pequena é estreita e quando pega banzeiro joga bastante.

Peninha concluiu seu pronunciamento dizendo que a ARCON está aguardando uma tragédia para proibir que esta lancha faça a linha Itaituba-Santarém-Itaituba.

Fonte: RG 15/O Impacto

2 comentários em “Simão Jatene acusado de arquitetar manobra para prejudicar Itaituba

  • 9 de fevereiro de 2018 em 19:31
    Permalink

    Deem a resposta nas urnas

    Resposta
  • 7 de fevereiro de 2018 em 17:44
    Permalink

    Eu como itaitubense fico indignada com tal atitude do Excelentíssimo Governador do Pará. Isso, em plena Campanha Política.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *