Bocão Ed. 1193

SERVIDOR CORRUPTO
Nosso repórter investigativo descobriu que um servidor de carreira do primeiro escalão do Governo Jatene, comprou uma fazenda de 600 hectares no valor de R$ 4.000.000,00 em dinheiro vivo e levou o dinheiro em caixa e saco. O vendedor ficou surpreso, já que esperava receber em cheque, pois não sabia que essa autoridade guardava dinheiro em casa e também, devido ao valor da venda. A fazenda é denominada de “Campo do Senhor” e fica na cidade de Castanhal em um ramal a 8 km da cidade.
SERVIDOR CORRUPTO 2
A fazenda não está em nome da autoridade corrupta; para esconder seu nome, elaborou um recibo em nome de um laranja. Segundo nosso investigador, a fazenda comporta 1.000 cabeças de gado. A fazenda é considerada uma das mais bonitas de Castanhal, essa autoridade já comprou várias outras e pretende se aposentar antes que o Ministério Público descubra essa falcatrua.
SERVIDOR CORRUPTO 3
Se o Ministério Público quiser descobrir, basta ir ao endereço e procurar o laranja, pedir o recibo e a origem do dinheiro; logo saberá de quem é essa fazenda e como essa autoridade conseguiu sua riqueza ilícita. Segundo o investigador, essa autoridade tem muito dinheiro e bens e o governador pensa que ele é honesto. Eita bichinho corrupto!
SERVIDOR CORRUPTO 4
Esse servidor apoia falcatruas de alguns comandados de sua secretaria, justamente para não ser denunciado, com isso, impera o terror com apoio dele que deve levar vantagem. O governador Jatene não pode ter uma autoridade desse tipo assumindo cargo de confiança e tirando recurso da economia com facilidade, recurso esse que poderia gerar empregos.


ALERTANDO A JUSTIÇA
O Ministério Público não deve denunciar o contribuinte com base em representação encaminhada pela SEFA sem solicitar da Polícia abertura de inquérito. O Ministério Público deveria ter encaminhado à Polícia Civil para saber a origem da representação e somente a Polícia pode apurar esse caso.
ALERTANDO A JUSTIÇA 2
Quem conduz o inquérito é a Polícia Civil no caso ICMS. Quem preside o inquérito é o delegado. O Ministério Público apenas fiscaliza, basta ler os artigos 129, VII e VIII e o 144, § 4º da Constituição Federal. O Ministério Público não é competente para investigar. Alertamos, que a SEFA pode estar escondendo a verdade e com medo que a Polícia investigue e apure extorsão e chantagem. Alertamos o Ministério Público a encaminhar as representações à Polícia Civil para apurar a verdade.


BURGER KING
Recebi um pedido de uma família que frequenta o estabelecimento para publicar elogios aos garçons do Burger King, Juan e João. Eles sabem atender os clientes com presteza, atenção, são muitos talentosos e solícitos. A família que pediu a publicação informa que Juan e João atendem com extrema simpatia e sempre orientando quanto aos melhores sanduíches. O Bom atendimento dos colaboradores do Burger King, Juan e João merece esse reconhecimento! Atendem com carisma e educação, fato este raro de se encontrar em Santarém!


POLÊMICA NO MERCADÃO
Mais uma polêmica veio à tona nessa semana. Agora envolvendo feirantes que possuem boxes permanentes no Mercadão 2000 – maior centro de compras de frutas e verduras de Santarém, e que pagam uma taxa mensal para a Prefeitura pelo uso do espaço. Eles estão questionando o aumento no valor do imposto. Segundo eles, a cobrança é abusiva. Enquanto isso, segundo eles, outros vendedores estão usando o espaço da feira dos produtores rurais para vender frutas e verduras de outros estados, sem autorização, pois compram por um preço e vendem por outro, os chamados atravessadores. Quem trabalha há anos no Mercadão 2000 reclama da falta de fiscalização do Governo e sente no bolso o impacto financeiro em virtude da queda nas vendas. Os feirantes dos boxes precisam, inclusive, aumentar o preço dos produtos para custear a taxa mensal. A taxa é cobrada no boleto e varia de acordo com o box.
POLÊMICA NO MERCADÃO 2
Quem possui box precisa de um esforço maior para vender os produtos e ainda pagar a taxa. Já outros vendedores que usam o espaço e até o cais sem pagar o imposto ao Governo, continuam vendendo livremente. São produtos até de fora do Estado. O secretário de Agricultura e Pesca, Bruno Costa, declarou que esse reajuste se faz necessário considerando o período em que esteve congelado, mais de 22 anos. O Secretário disse, ainda, que o valor cobrado se faz necessário para investimentos nos mercados. Mas a reclamação também é com relação à falta de estrutura. Alguns vendedores decidem por conta própria fazer investimentos nos boxes. Sobre a fiscalização no Mercadão 2000 e no cais, a Prefeitura declarou que trabalha regularmente com a fiscalização de vendedores e ambulantes e reitera que as equipes de fiscalização já notificaram vendedores e retiraram vendas irregulares em Santarém.


CELPA
Chegou até a mesa deste colunista, mais uma denúncia sobre os precários serviços ofertados pela Rede Celpa no município de Itaituba. A informação é que um empresário – que aposta pesado no desenvolvimento da Cidade Pepita, mesmo com a crise econômica, teve a coragem de efetivar mais um empreendimento, gerando mais de 150 empregos diretos-, está tendo o seu sonho frustrado devido à morosidade, burocracia e ineficiência da concessionária de energia.
CELPA 2
De acordo com o empresário Judson Lira, desde o mês de outubro do ano passado, ele aguarda que a Rede Celpa faça uma simples ligação de energia, ou seja, solicitou o fornecimento de energia elétrica à Unidade Consumidora. Como se não bastassem os milhares de consumidores prejudicados com os péssimos serviços da concessionária, agora a empresa prejudica de forma arbitrária o desenvolvimento do Município, não realizando a ligação de energia, em um empreendimento que já conta com todo cabeamento pronto, até mesmo postes instalados.
CELPA 3
O novo supermercado, que fazemos questão de repetir, em alto e bom ‘tom’, gerará mais de 150 novas vagas de emprego, e também dinamizará a economia local, ainda não está funcionando, simplesmente porque a Rede Celpa não realizou a ligação de energia. Um absurdo medonho, próprio dos filmes de terror, ou das cenas típicas das novelas mexicanas, que parecem não ter fim.
CELPA 4
Tanta morosidade nos faz pensar em uma suposta sabotagem. Será que alguém está tirando vantagens de tanta ineficiência? Ou pior, está existindo perseguição contra os que apostam unhas e dentes no desenvolvimento do município de Itaituba. Também podemos pensar que a imposição de tantas dificuldades, é para depois vender facilidades!

 

NOTA DA CELPA

Em resposta a citação sobre não atendimento da ligação nova do referido cliente, a Celpa informa que:

O cliente solicitou ligação nova para a conta contrato de sua titularidade, porém, por se tratar de subestação particular (elevada carga), é necessário seguir o procedimento padrão da concessionária que é dividido em duas etapas até a ligação:

  • Viabilidade técnica: processo em que o cliente entra com a solicitação de ligação através dos nossos meios de comunicação. A Celpa, por sua vez, efetua um estudo de sua rede e então retorna ao cliente informando se há ou não viabilidade para atendê-lo;
  • Vistoria e ligação: processo que após a construção do padrão do cliente e da interligação do mesmo à rede da Celpa, é solicitada a vistoria para que uma equipe especializada efetue o levantamento do padrão do cliente e constata se está ou não conforme nossas normas técnicas (disponíveis no site da concessionária). Após este parecer técnico e o mesmo estando conforme, que então é executada a ligação do cliente.

Informa ainda que foram realizados todos esses procedimentos, mas após vistoria, foi constatado que o padrão do cliente não estava conforme as normas e padrões exigidos.

A Celpa reforça que o requisito de reprova foi por conta do não atendimento do afastamento mínimo entre a subestação e o edifício do cliente. E adianta que, atua seguindo valores, a fim de garantir entre outros, a segurança dos seus clientes.

Nota de Esclarecimento

A Celpa afirma que não tem nenhum interesse em prejudicar ou lesar os seus clientes, uma vez que todos os procedimentos obedecem as regras do setor elétrico brasileiro, determinados pela ANEEL.

Ressalta que trabalha de forma transparente, respeitando o direito do consumidor e, acima de tudo, primando pelos valores Ética e Dedicação ao Cliente e, quando identifica qualquer situação de erro em algum procedimento de sua responsabilidade a Celpa não tem nenhum constrangimento em reconhecer e corrigi-lo.

Em caso de dúvidas em relação ao valor da conta de energia, o cliente deve buscar informações por meio dos canais de atendimento 0800 091 01 96, na internet no site www.celpa.com.br, pelo aplicativo da Celpa que pode ser baixado gratuitamente em smartphones e tablets, além da agências de atendimento presencial.

20 comentários em “Bocão Ed. 1193

  • 14 de abril de 2018 em 10:08
    Permalink

    eu ainda não vi um fiscal pobre. Em castanhal todos saben quem é esse secretário, somente o Jatene, não o Jatene não sabe, Eita coitado.Te engana Jatene. KKKKKKKK

    Resposta
  • 14 de abril de 2018 em 10:05
    Permalink

    O Jatene é metido a sério, porém, deixa no seu governo, gente que está rico, antes era pobre, Jetene deveria mudar de secretários, a turma está bem acostumada.

    Resposta
  • 13 de abril de 2018 em 19:07
    Permalink

    To sempre falando que tem um secretario da Sefa que é o rei do gado em Castanhal , e vou dizer mais é tão notório isso na cidade modelo , que eu até duvido se o Jatene não sabe

    né dinheirinho……..

    falar do Barbalho é fácil , difícil é não fazer o mesmo

    Resposta
  • 13 de abril de 2018 em 10:12
    Permalink

    Essa celpa so serve pra cobrar. Pra fazer melhorias na rede… atender o cliente com agilidade… isso ela nao tá nem aí.

    Resposta
  • 13 de abril de 2018 em 10:00
    Permalink

    Esses servidores antigos que estao ai só sugando os órgaos há anos e fazendo riqueza a olhos nus. Ninguem investiga.

    Resposta
  • 13 de abril de 2018 em 08:32
    Permalink

    Servidor publico, já tem quase a mesma imagem que um politico, diz pesquisa feita na minha casa. Bando de safados…..!

    Resposta
  • 13 de abril de 2018 em 08:25
    Permalink

    Atendentes prestativos…. coisa rara hoje em dia. Parabéns. Só ouço falar mal desse shopping e suas instalações, ainda bem que tem gente que faz a diferença.

    Resposta
  • 13 de abril de 2018 em 08:23
    Permalink

    Época de defeso era para ter uma redução em taxas e impostos, sem peixes, não tem clientes, sem clientes não tem dinheiro no caixa. Tão obvio!

    Resposta
  • 13 de abril de 2018 em 08:21
    Permalink

    Essa celpa só suga nosso Estado e ninguém faz nada, 80% das reclamações no Procon são dessa empresa. Chega a ser absurdo, mas não seria diferente né, estamos no Pará, lugar sem lei.

    Resposta
  • 12 de abril de 2018 em 18:02
    Permalink

    Quero saber quem é esse funcionário fazendeiro, que compra Imóvel com o nosso dinheiro. Coitados dos feirantes do Mercadão, pois além do valor alto das taxas cobradas alí, não se vê um retorno para melhorar o local, que deixa muito a desejar. Absurdo a Celpa não conseguir fazer uma ligação em Itaituba. Tá faltando é força de vontade para o trabalho.

    Resposta
  • 12 de abril de 2018 em 17:39
    Permalink

    Gosto do Bocão porque ele nao tem medo de denunciar. Sefa servidor corrupto, seja a Seja, seja alertar o MP ou até elogiar o funcionário do Burger King. Assim que se faz jornalismo.

    Resposta
  • 12 de abril de 2018 em 17:36
    Permalink

    A sefa toca o terror de todos os lados que ela acha possível. O contribuinte que se vire nos 30 para se defender.

    Resposta
  • 12 de abril de 2018 em 17:18
    Permalink

    É claro que entre comprar mais barato as frutas e verduras fresquinhas na banquinha do atravessador e comprar caro la dentro do mercadao, onde as condições de higiene e limpeza sao as mesmas, por um preço mais alto, o consumidor vai optar pelo mais barato.

    Resposta
  • 12 de abril de 2018 em 16:51
    Permalink

    Mais um aumento durante a gestão do Nélio.. e a cidade cada vez mais deixada de mão.

    Resposta
  • 12 de abril de 2018 em 16:51
    Permalink

    A prefeitura so sabe cobrar dos trabalhadores. Esse dinheiro arrecadado em impostos não volta em forma de serviços e melhorias. O que seria um incentivo para o trabalhador pagar os impostos de forma correta. a estrutura do mercadão é uma nojeira. Os donos de box tem que tirar do proprio bolso se quiserem oferecer um local mais digno para seus clientes.

    Resposta
  • 12 de abril de 2018 em 16:49
    Permalink

    Celpa sempre deixando os clientes de lado, não respeitam, não colaboram, não zelam pelo cliente.

    Resposta
  • 12 de abril de 2018 em 16:44
    Permalink

    Mais um caso de corrupção que provavelmente vai ser levado a panos quentes. Parece que ninguem se importa. Ninguem investiga. Os servidores corruptos fazem o que querem e nao pagam pelos seus desvios e falcatruas. Teta boa é teta de governo, mano.

    Resposta
  • 12 de abril de 2018 em 16:39
    Permalink

    O serviço da celpa sempre foi a passo de tartaruga. Pra cobrar eles são muito bons. Cobram até antes do prazo. Mas pra oferecer um serviço que se preze não adianta. Todo tempo a mesma burocracia e morosidade.

    Resposta
  • 12 de abril de 2018 em 16:39
    Permalink

    Tem servidor que com raiva do empresário que não deu propina manda para o MP para prejudicar o contribuinte. Tem reagir o bocao alerta pessoal

    Resposta
  • 12 de abril de 2018 em 16:36
    Permalink

    Mete bronca Bocao. Minha leitura predileta

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *