Bocão Ed. 1203

RILMAR E SEU LIVRO
O Diretor Geral de Polícia Civil, Dr. Rilmar Firmino, vai lançar um livro relatando algumas investigações e a mais importante: o caso da Irmã Dorothy, que vai surpreender com riquezas de detalhes. O livro é de grande importância para os policiais, advogados e para o povo.


DETRAN
Alertei na coluna das mazelas que estavam ocorrendo na administração do Mazinho. Por várias vezes questionamos os procedimentos e não foi levado em consideração. Agora o resultado veio.


SEFA
Um erro grave está acontecendo na SEFA e na Procuradoria do Estado. A SEFA ingressa com representação criminal contra o empresário. A Procuradoria executa. Só que a empresa já recolheu o imposto, não existindo o crime tributário e nem a execução fiscal. Agora, como fica a situação do empresário que foi submetido ao constrangimento?
SEFA 2
O Ministério Público do Estado, cuidadoso, zeloso e competente, não aceita a representação sem antes notificar o empresário para saber a realidade. A Procuradoria executou um débito que o empresário já havia pago, o outro estava suspenso com impugnação em andamento e mesmo assim, o empresário foi executado. Isso se chama Ineficiência do serviço público.
SEFA 3
Os empresários devem procurar um Deputado para questionar esse procedimento junto ao Governador e no plenário da Assembleia Legislativa, já que esse procedimento é ilegal, arbitrário e absurdo, do Auditor, Secretário e Procurador, que estão aplicando ao empresário. Presume-se que algo estranho está ocorrendo na origem do procedimento para que o empresário sofra essa perseguição.
SEFA 4
Débito declarado está servindo também, para ser tipificado como crime tributário. O Ministério Público está correto em não prosseguir com ação antes de convocar o empresário para saber da verdade. Será que não cabe uma ação contra essas autoridades?
SEFA 5
Na ânsia de arrecadar, as autoridades vinculadas ao procedimento, atropelam a lei, não estão nem aí para os procedimentos regulares, não praticam a legalidade, não querem saber da realidade, querem causar prejuízos aos empresários como forma de apresentar produção contra alguns deles. A classe empresarial deve agir para evitar que ações ilegais e irregulares, prevaleçam diante da legalidade.


AZUL NA JUSTIÇA
A empresa de aviação Azul vai ser processada porque liberou documento confidencial a terceiros, sem autorização da destinatária. A situação sigilosa agora está causando prejuízo a terceiro interessado. A empresa de Aviação Azul vai responder criminalmente e civilmente pelos prejuízos.


UFC NA CÂMARA
Enquanto Santarém reclama por serviços públicos, vereadores da Câmara Municipal travam uma luta pessoal. Alysson Pontes atacando o governo do Estado e Jandeilson Pereira defendendo Jatene. Ao invés de proporem serviços públicos se engalfinham, devido à defesa e cobranças ao Governo do Estado. Até torcida organizada um levou para as galerias da casa. E povo? O povo que se dane!


AGINDO CERTO
O prefeito Nélio Aguiar agiu certo quando não destinou dinheiro para trazer atrações do Sudeste do país para o aniversário de Santarém. A crise está grande, o Município não dispõe de recursos para isso. O dinheiro que seria gasto trazendo atrações de fora será aplicado na saúde, educação, infraestrutura e outros setores. As atrações do aniversário da cidade serão regionais, farão um show nesta quinta-feira (21), na Praça de Eventos.


DONO D’ÁGUA
O grupo político do deputado federal Chapadinha irá comandar todo o fornecimento de água em Santarém. Na segunda-feira (18), o contabilista Alexandre Maduro tomou posse na direção do Serviço Autônomo de Saneamento de Santarém – SAS, que é uma autarquia municipal, criada para gerenciar o fornecimento de água nos bairros que não são atendidos pela Cosanpa, como também preparar a transição da empresa estatal para uma empresa privada, pois a Prefeitura não quer continuar com os serviços da Cosanpa no Município. Maduro é filiado ao Podemos (PODE), partido do deputado Chapadinha. Vale ressaltar que o diretor da Cosanpa em Santarém, Chicão, também é indicação do grupo político do deputado Chapadinha.


PROTESTO NA UFOPA
Indígenas e quilombolas matriculados na Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), ocuparam a Unidade Rondon, em Santarém, na manhã de segunda-feira (18) para protestar contra a redução de vagas no Programa Bolsa Permanência, anunciada pelo Governo Federal no início de junho. Na segunda-feira começou, a nível nacional, o ato em favor da ‘permanência já’. Em Santarém, a manifestação mobilizou não só estudantes, como também professores que são sensíveis à causa. Existe um decreto que autoriza o MEC a conceder a Bolsa Permanência a estudantes universitário indígenas e quilombolas, que hoje é de R$ 900. Como na semana passada o governo anunciou o corte desse auxílio, o movimento nacional indígena e quilombola se mobilizou. Cada universidade conseguiu enviar um representante a Brasília para reunir com o Ministro e negociar.
PROTESTO NA UFOPA 2
Parece que já houve um recuo do Governo Federal que reabriu o cadastro de indígenas e quilombolas para 2018, mas isso não garante que em 2019, eles terão acesso a esse auxílio. A Bolsa Permanência de R$ 900 é a oportunidade que muitos estudantes têm para custear seus estudos, sejam alunos que moram no estado do Pará ou que moram em outros estados. O movimento que contou com estudantes de 17 povos indígenas e diversas comunidades quilombolas de Santarém e região, também aproveitou o ato para cobrar da administração superior da Ufopa, pautas como a entrada de indígenas pelo processo seletivo e progressão para pós-graduação.


CRIME AMBIENTAL
Um leitor da Coluna mandou um flagrante de crime ambiental praticado por pessoas inescrupulosas, no rio Tapajós, em frente à cidade de Santarém. A foto mostra uma camada flutuante de plástico jogada no rio, ameaçando a vida de diversas espécies e colocando em risco a saúde da população. Os órgãos responsáveis pelo meio ambiente devem entrar em ação e punir as pessoas e donos de embarcações que jogam lixo no rio.

28 comentários em “Bocão Ed. 1203

  • 23 de junho de 2018 em 14:29
    Permalink

    Como é que o Jajatene quer eleger esse “poste” de castanhal dele sacrificando o contribuinte . Em Santarem e região a surra já é certa , o desgoverno do estado tá só aumentando o placar da goleada no rabo do candidato do Jatene . O Helder Barbalho agradece

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 11:36
    Permalink

    enquanto não houver uma investigação na SEFA, as irregularidades vai continuar.

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 11:33
    Permalink

    Meu voto é no Dr. Rilmar, pessoa integra, honesta

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 11:29
    Permalink

    TEM MUITA COISA FEIA AINDA PARA ESPOCAR

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 11:28
    Permalink

    Tem que fazer uma lava jato na SEFA,

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 08:38
    Permalink

    ESSE RILMAR FIRMINO É O CARA, ELE SABE DE MUITA COISA, SABE DE MUITO BEM DOS PROCEDIMENTOS
    VAI SER BOMBA MESMO ESSE TAL DE LIVRO AI

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 08:36
    Permalink

    Enquanto não nos conscientizarmos que somos um povo que não dá atenção à limpeza, que isso é uma vergonha porque qualquer pessoa pode chegar a essa conclusão somente ao olhar nossos logradouros, nossa cidade, nossas casas e nosso ambiente de trabalho. Esse contexto nos leva a ser considerado uma categoria de gente inferior, mal-educada, e infelizmente somos assim. Somente com uma severa reeducação podemos mudar, e isso não para agora, quem sabe nossa segunda geração criada e crescida na ordem contra o lixo possa salvar nosso planeta e assegurar nossa sobrevivência.

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 08:32
    Permalink

    Mazinho é gente boa
    Ele só deixou os leões devorá-los
    Agora ele tem que dar o troco… abrir a boca, pq ele tb tem muita coisa pra falar

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 08:18
    Permalink

    Esses índios de índios, não tem é nada!!!

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 08:14
    Permalink

    Muita água suja……muita mesmo……até quando isso meu pai.

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 08:12
    Permalink

    O povo é muito nojento. Deviam ter leis mais rígidas pra quem joga lixo em qualquer lugar. As vezes tem um lixeiro na frente da pessoa e ela joga o lixo na rua, no rio, onde quer q esteja.

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 08:11
    Permalink

    Olha…., atitude coerente do prefeito. Tomara ele pegar esse dinheiro e mandar asfaltas as ruas do amparo, nem ônibus mas passa por lá. As chuvas já cessaram. Vamos trabalhar meu querido!!!!

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 08:10
    Permalink

    Agora so falta chegar na Sefa, Incra, Ibama e demais orgaos essas operações. Vamos acabar com a farra desse povo.

    Resposta
    • 21 de junho de 2018 em 21:02
      Permalink

      NO INCRA NÃO TEM CORRUPTO, CORRUPTO TEM EM OUTROS ORGÃO INCLUSIVE NA POLICIA QUE EXISTE ALGUNS FUNCIONARIOSA MUITO BEM GRAÇA A ROUBALHEIRA OK

      Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 08:08
    Permalink

    Sim! Definitivamente a SEFA é o órgão mas sujo do planeta. Execução com impostos recolhidos, só aqui no Pará do Jatene.

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 08:07
    Permalink

    Esse esquema do Detran ja vinha sendo alertado ha tempos pelo jornal mesmo. Mas agora a casa caiu. Que bom que demorou mas foram tomadas as providências para acabar com essa máfia.

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 08:04
    Permalink

    Os barcos que ancoram nas margens do Tapajos quase sempre jogam td o lixo dentro do rio. Infelizmente as pessoas nao tem um mínimo de consciencia. Tudo mal educado e porco. Não respeitam a natureza.

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 08:03
    Permalink

    E olha que eu pensava que a SEFA era o órgão mas sujo do planeta. Detran empatou com ela bonito!!!

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 08:01
    Permalink

    O delegado Rilmar esta fazendo um ótimo trabalho na polícia do Estado. Grandes operações bem sucedidas e derrubando grandes associações criminosas. Principalmente dentro dos grandes orgaos publicos.

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 07:46
    Permalink

    A polícia está de parabéns pelas operações que vem realizando na cidade e assim trazendo a tona velhas práticas q existem nos órgãos públicos.

    Resposta
  • 21 de junho de 2018 em 07:42
    Permalink

    So vejo o Nelio reclamar de dinheiro. Mas vive em Brasília atrás de recurso. E nada é visto em Santarém. Pra quem são estes recursos mesmo q ele “corre atrás”?

    Resposta
  • 20 de junho de 2018 em 21:49
    Permalink

    BOCÃO PORQUÊ PORQUÊ, NÃO DIVULGOU O NOME DOS FUNCIONÁRIOS DO INCRA QUE FORAM FAZER UM CURSO EM RECIFE E FORAM SE BRONZEAR NAS ÁGUAS DE PORTO DE GALINHOS

    Resposta
  • 20 de junho de 2018 em 21:22
    Permalink

    Sefa só quer saber de arrecadar. Não tá nem aí para os empresários. Os empresários que lasquem

    Resposta
  • 20 de junho de 2018 em 21:17
    Permalink

    Cada verba tem seu destino. Vem a verba específica para os shows, para turimo e eventos.. Nélio deixando a desejar em todos os lados.

    Resposta
  • 20 de junho de 2018 em 21:12
    Permalink

    Se o Rilmar publicar mesmo o livro sobre o caso da irmã Dorothy será sucesso absoluto. Já estou ansioso.

    Resposta
  • 20 de junho de 2018 em 21:10
    Permalink

    Povo mal educado, ficam jogando lixos nos rios. O prefeito Nélio deve colocar mais lixeiras na cidade. Infelizmente é a coisa mais rara vermos nas ruas lixeiras, até mesmo na orla na cidade.

    Resposta
  • 20 de junho de 2018 em 18:19
    Permalink

    BOCÃO VÃO OU NÃO PRENDER A MÁFIA DO INCRA LUCIANO, CLEIDE, EDMUNDO, FAGNER E A TURMA DO CRÉDITO QUE PAGARAM AS CASAS SEM ESTAREM PRONTAS DO ASSENTAMENTO JURUTI VELHO, VEJAM PRENDERAM A MÁFIA DO DETRAN, MAIS A MÁFIA DO INCRA É INTOCÁVEL

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *